Intoxicação por agrotóxico: ausência de registros no sistema de saúde do estado da Bahia / Pesticide poisoning: records of absence in Bahia state health system

Andréia Ribeiro Costa Fernandes, Gabriela Purificação Moura, Gisele Lopes de Oliveira

Abstract


A exposição humana a agrotóxicos tem se constituído em um grave problema de saúde pública em todo o mundo, principalmente nos países emergentes. Assim, o objetivo do presente estudo foi discorrer sobre a ausência de dados de intoxicação por agrotóxico no Estado da Bahia nos sistemas oficiais de saúde. O levantamento de dados foi realizado através de coleta de informações nos sistemas de saúde, DATASUS, SUVISA, SINITOX, SIH e em âmbito local, buscou-se trabalhar em parceria com o CEREST (Centro Regional de referência em Saúde do Trabalhador) do município de Teixeira de Freitas. Os resultados encontrados apontam que o Estado da Bahia não apresenta dados que condizem com o número de trabalhadores envolvidos diretamente com atividades que fazem uso de agrotóxicos. A pesquisa revela que há negligência tanto por parte dos trabalhadores quanto por parte dos profissionais da saúde. Concluindo que há necessidade de políticas públicas voltadas para os profissionais da saúde e principalmente mais informações para os trabalhadores.


Keywords


saúde, intoxicação, agroquímicos, negligência

References


BRASIL. Lei N° 7.802 de 11 julho de 1.989. Dispõem sobre a pesquisa, a experimentação, a produção, a embalagem e rotulagem, o transporte, o armazenamento, a comercialização, a propaganda comercial, a utilização, a importação, a exportação, o destino final dos resíduos e embalagens, o registro, a classificação, o controle, a inspeção e a fiscalização de agrotóxicos, seus componentes e afins, e dá outras providências.

KONRADSEN, F.; VAN DER HOEK W, COLE DC, HUTCHINSON G, DAISLEY H, SINGH S, EDDLESTON M. Reducing acute poisoning in developing countries – options for restric¬ting the availability of pesticides. Toxicology, ____, 2003; 192:249-261,

LONDRES, F. Agrotóxicos no Brasil: um guia para ação em defesa da vida. Ed. 1. Rio de Janeiro: AS-PTA – Assessoria e Serviços a Projetos em Agricultura Alternativa, 2011; 190

OLIVEIRA, C. S.; FERREIRA, A. P.; Perfil Epidemiológico das ações de vigilância em saúde das populações expostas aos agrotóxicos. Revista de saúde, meio ambiente e sustentabilidade, ____, 2012; 7(1):18 – 33.

PERES, F.; SILVA, J. J. O.; ROSA, H. V. D.; LUCCA, S. R. de. Desafios ao estudo da contaminação humana e ambiental por agrotóxicos. Rio de Janeiro, Ciênc. Saúde Colet 2005;10: ¬¬____, 11.,

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Disponível em. Acesso em: 17 de julho de 2015 às 16 horas e 15 minutos.

DATASUS/ Morbidade hospitalar do por local de internação – BA desde 2011. Envenenamento intoxicação exposição substâncias nocivas. Ministério da Saúde. Disponível em: < http://tabnet.datasus.gov.br/cgi/tabcgi.exe?sih/cnv/niba.def >. Acesso 22 jul. 2015.

DATASUS/ Produto interno bruto per capta – BA desde 2008. Produto interno bruto segundo município. Ministério da Saúde. Disponível em: . Acesso 2015 jul. 22.

DATASUS/ Produto interno bruto per capta – BA desde 2008. Valor adicionado bruto agropecuário segundo município. Ministério da Saúde. Disponível em: < http://tabnet.datasus.gov.br/cgi/tabcgi.exe?ibge/cnv/pibmunba.def > Acesso 22 jul. 2015.

SINITOX (Sistema Nacional de Informações Tóxico Farmacológico). Desde 2008. Intoxicação humana por agrotóxico agrícola – BA. Disponível em: . Acesso em 22 jul. 2015.

SINITOX (Sistema Nacional de Informações Tóxico Farmacológico). Desde 2006. Óbitos por intoxicação de agrotóxico agrícola por circunstância – BA. Disponível em: < http://www.fiocruz.br/sinitox/media/tab06_agro_agr_2006.pdf >.Acesso em 22 jul. 2015.

SINITOX (Sistema Nacional de Informações Tóxico Farmacológico). Desde 2006. Intoxicação por agrotóxico de uso agrícola por circunstância – BA. Disponível em < http://www.fiocruz.br/sinitox/media/tab01_agro_agr_2006.pdf >. Acesso em 22 jul. 2015.

SINAN (Sistema de Informação de Agravos e Notificação) – desde 2010. Intoxicação Exógena – notificações por exposição segundo Trabalho – BA. Disponível em:. Acesso 23 jul. 2015.

SUVISA (Superintendência de Vigilância e Proteção da Saúde) Secretaria da Saúde do Estado da Bahia. Desde 2011. Intoxicação Exógena por agrotóxico Agrícola – BA. Disponível em < http://www3.saude.ba.gov.br/cgi/tabcgi.exe?../../cesat/TabNet/IntoxNetI.def>. Acesso em 26 jul.2015.

MOREIRA, J. C. et. al.; Avaliação integrada do impacto do uso de agrotóxicos sobre a saúde humana em uma comunidade agrícola de Nova Friburgo, RJ. Ciênc. Saúde Colet, ____,2005;7 (2):299-311.

PERES, F. É Veneno ou é Remédio? Os Desafios da Comunicação Rural sobre Agrotóxicos. ____. 19 p. Dissertação de Mestrado em Saúde Pública. ENSP/FIOCRUZ. Rio de Janeiro, 1999.

MALASPINA, F. G.; ZINI LISE, M. L.; BUENO, P. C.. Perfil epidemiológico das intoxicações por agrotóxicos no Brasil, no período de 1995 a 2010. Rio de Janeiro. Cad. De Saúde Coletiva. 2011;19 (4): 425 – 34.

SIQUEIRA, S. L. de; KRUSE, M. H. L.. Agrotóxico e saúde humana: contribuição dos profissionais do campo saúde. Rev. da Esc. de Enferm. da USP, Porto Alegre – RS, 2008; 42 (3):584 – 590.

FARIA, N. M. X.; FASSA, A. G.; FACCHINI, L. A. Intoxicação Por agrotóxico no Brasil: os sistemas oficiais de informação e desafios para a realização de epidemiológicos. , Rio de Janeiro. Rev. de Ciên e Saúde Colet, 2007;12 (1) : 25- 38.

BRASIL, Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento. Projeções do Agronegócio. Ed. 6°, 2015.

PENNA, C. M.; LINHARES, F.; ARAGÃO, K.; PETTERINI, F. Convergência do PIB Per Capita agropecuário estadual: uma análise de séries temporais. Economia Aplicada, 2012;____, 16 (4): 665-681.

PORTO, M. F. Agrotóxicos, saúde coletiva e insustentabilidade: uma visão crítica da ecologia política. Rio de Janeiro. Rev. de Ciên e Saúde Colet, 2007, 12(1):15-24.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv.v7i5.29289

Refbacks

  • There are currently no refbacks.