Indicadores Físicos Do Solo Em Sistema Silvipastoril No Ecótono Cerrado-Floresta Amazônica Maranhense / Soil Physical Indicators In A Silvipastoral System In The Cerrado-Mazon Rainforest Ecotone

Diego Freire Almeida, Giselle Trabach Macedo, Jessé Gonçalves Cutrim Júnior, Cristiane Matos da Silva, Alinne da Silva, Wilson Araújo da Silva

Abstract


O estudo foi realizado na Fazenda Monalisa no município de São Francisco do Brejão, que apresenta área de 740,52 ha. Foram utilizados para o estudo dois sistemas de produção e uma floresta original, os sistemas de produção foram um manejado sob o sistema silvipastoril e outro com pastagem convencional. Os objetivos foram avaliar os atributos físicos do solo em área com pastagem de braquiária em estádio inicial de degradação; avaliar o impacto da implantação do sistema silvipastoril nos atributos e características físicas do solo e comparar o comportamento do uso do solo nos atributos físicos do solo entre os sistemas de pastagem convencional e sistema silvipastoril em relação a uma floresta nativa.  As coletas foram feitas em dois períodos distintos, período chuvoso e o período seco. O trabalho resultou em diferenças entre os tratamentos, principalmente quando comparado a floresta com as demais áreas. Na densidade do solo houve diferença estatística entre os tratamentos, destacando a floresta com menores valores. Na densidade de partículas houve pouca diferença estatística, onde se mostrou apenas no período seco. Já a porosidade total houve diferença, onde a floresta apresentou maiores porcentagens. O índice de compactação foi feito a comparação entre os tratamentos nos dois períodos, seco e chuvoso, onde mostrou grandes diferenças entre os tratamentos e nos tratamentos em cada período. Torna-se interessante a continuidade do monitoramento desta área experimental para acompanhar a evolução do sistema silvipastoril e suas interações para com o solo atendendo assim as demandas locais de informação do uso da terra

Keywords


Conservação do solo, Integração pecuária-floresta, Sustentabilidade

References


DORAN, J.W.; PARKIN, T. B. Defining and assessing soil quality. In.: DORAN, J.W.; COEMAN, D. C..; BEZDICEK, D. F. & STAWART, B. A.; eds. Defining soil quality for a sustainable environment. Madison. ASA/SSSA, 1994. p.3-21. 1994.

DUMANSKI, J., PIERI, C. Land quality indicators: research plan. Agriculture Ecosystems & Environment. 81:155-162, 2000.

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA). Manual de métodos de análises de solo. 3ª ed. Brasília, 2017.

FREIRE, A.T.G.; SILVA, C.H.L.; ANDERSON, L.O.; OLIVEIRA, L.E.; SILVA, F.B.; Mendes, J.J. A zona de transição entre a Amazônia e o Cerrado no estado do Maranhão. Parte I: Caracterização preliminar dos dados focos de queimadas. Anais... XVII Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto - SBSR, João Pessoa-PB, Brasil, 2015.

MARTINKOSKI, L. et al. Qualidade Física do Solo Sob Manejo Silvipastoril e Floresta Secundária. Floresta e Ambiente, v. 24, n. 20160282, 2017.

PAULINO, P. S. Atributos físicos como indicadores da qualidade do solo em sistemas de manejo no estado de Santa Catarina. UDESC: Lages, 2013.

PREVEDELLO, J.; VOGELMANN, E. S.; KAISER, D. R.; REINERT, D. J. A funcionalidade do sistema poroso do solo em floresta de eucalipto sob Argissolo. Rev. Sci. For., Piracicaba, v. 41, n. 100, p. 557-566, dez. 2013

STOLF, R.; FERNANDES, J.; FURLANI Neto, V.L. Recomendação para o uso de penetrômetro de impacto modelo IAA/Planalssucar-Stolf. Piracicaba: IAA/Planalsucar, 1983. 9p. Disponível em: www.cca.ufscar.br/rubsmar/. Acesso em 10 de agosto de 2017.

TORMENA, C. A.; BARBOSA, M. C.; COSTA, A. C. S.; GONÇALVES, C. A. Densidade, porosidade e resistência à penetração em latossolo cultivado sob diferentes sistemas de preparo do solo. Scientia Agricola, v.59, n.4, p.795-801, out./dez. 2002.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n5-002

Refbacks

  • There are currently no refbacks.