Identidade docente na EAD Amazônica: perfil e percepções didáticas / Teacher identity in the Amazon EAD: profile and didactic perceptions

Anabela Aparecida Silva Barbosa, Rafael Nink de Carvalho

Abstract


Esse estudo investiga aspectos da identidade docente em âmbito Amazônico mediatizados pela mineração de dados do Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA), a partir dos cursos técnicos de educação profissional de Educação a Distância, ofertados pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO). O cerne da questão foi: em que medida a identidade docente na EaD em Rondônia pode ser mediatizada pelos dados do AVA para a construção do professor reflexivo na Educação a Distância (EaD) em Rondônia? Com vistas a atingir estas intenções procedeu-se a consulta ao banco de dados do AVA e entrevista com professores que atuam na EaD. Os resultados indicam que a principal finalidade de utilização do AVA pelos professores é a postagem de material e tramitação das aulas. Além disso identifica-se que a maioria dos professores não tem acesso e não possuem dados do AVA que possam subsidiar a reflexão docente, mas uma parcela conhece o processo de mineração e usa este para repensar a sua prática.  Diante disso, a investigação indica que o AVA pode ser um instrumento gerador de conhecimento a postura do professor na EaD pode transitar entre professor-espectador e professor-reflexivo a depender do olhar sobre o AVA será nu ou mediatizado auxílio de ferramentas tecnológicas e pela postura crítica da docência. É possível induzir que a mineração de dados permite acesso a informações sobre o processo educativo, o que possibilita a reflexão sobre o ensinar e o aprender e por conseguinte a produção de conhecimento, o que conduz a percepção crítica da prática educativa e provoca a construção do professor reflexivo.

 


Keywords


Ambiente Virtual de Aprendizagem, Educação a Distância, Professor Reflexivo.

References


BEHAR, Patrícia Alejandra. Modelos Pedagógicos em Educação a Distância. Porto Alegre: Penso, 2009.

BRASIL. Decreto n. 9.057 de 25 de maio de 2017. Regulamenta o art. 80 da Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional.. Disponível em: Acesso em: 24 de mar. 2019.

BRZEZINSKI, Iria. Profissão Professor: Identidade e profissionalização docente. Brasília: Plano Editora, 2002.

CASTRO, Leandro Nunes de; FERRARI, Daniel Gomes. Introdução à Mineração de Dados: conceitos básicos, algoritmos e aplicações. São Paulo: Saraiva, 2016.

DEMO, Pedro. Conhecimento e aprendizagem na nova mídia. Brasília: Editora Plano, 2003.

ERANI MONTEIRO WILL, Daniela. Trabalho Docente Na Ead. CIET:EnPED, [S.l.], maio 2018. ISSN 2316-8722. Disponível em: . Acesso em: 18 abr. 2019.

FREUND, John E. Estatística aplicada: economia, administração e contabilidade. [Recurso eletrônico]. Tradução Claus Ivo Doering. 11 Ed. Porto Alegre: Bookman, 2007.

KENSKI, Vani Moreira. Tecnologias e ensino presencial e a distância. São Paulo: Papirus,2007.

MORAN, José Manuel; VALENTE, José Armando. Educação a Distância. São Paulo: Summus, 2011.

MORIN, Edgar. A via para o futuro da humanidade. Tradução Edgard de Assis Carvalho. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2015.

MILL, Daniel. Dicionário Crítico de Educação a Distância. São Carlos: EduFSCAR, 2018.

PIMENTA, Selma Garrido. Formação de Professores: Identidade e Saberes da docência. São Paulo, Editora Cortez, 2002.

VELANGA, Carmem Tereza. [et al] organizadores. Formação de Professores e as novas tecnologias e em Educação: uma reflexão necessária. 1. Ed. Florianópolis: Pandion, 2014.

WITTEN, I.H., Frank, E. Data Mining: Practical Machine Learning Tools and Techniques with Java Implementations. Morgan Kaufmann, San Francisco, CA. 2008.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n4-126

Refbacks

  • There are currently no refbacks.