Sênior Housing: proposta de atributos para um produto habitacional dirigido a um nicho de mercado em crescimento/Senior Housing: attributes for a growing residential market niche

Elisabete Maria de Freitas, Renato Mauro Filho, Claudio Tavares Alencar

Abstract


 O crescimento da população idosa é um fenômeno mundial e, no Brasil, as modificações ocorrem de forma radical, difusa e bastante acelerada. Segundo pesquisa do IBGE, publicada em julho de 2018, a fatia de pessoas com mais de 65 anos alcançará 15% da população brasileira já em 2034, ultrapassando a barreira de 20% em 2046. Em 2010, estava em 7,3%.No município de São Paulo, segundo a Fundação Seade ,existem 1,7 milhão de idosos no município, o que corresponde a 15% da população paulistana.A atuação mais ativa do idoso na área social e econômica é uma realidade cada vez mais presente, fato que têm atraído várias empresas de diferentes setores a explorar este mercado promissor e que tende a crescer ainda mais nos próximos anos.As empresas do setor imobiliário, visando este público específico, vêm apresentando alguns empreendimentos que levam a chamada “consciência gerontológica”, isto é, que buscam atender tanto a características físicas diferenciadas para as necessidades específicas, como também para se adaptar aos anseios desta população que, por sua experiência de vida, tende a ser diferenciada e exigente. Trata-se, portanto, de um produto específico, para atender um possível “nicho” que cresce no mercado, e que já está totalmente consolidado em determinados países, e atualmente se modela para o mercado brasileiro e que se define por Sênior Housing. O objetivo deste trabalho é propor alguns atributos para um produto imobiliário habitacional para atender este nicho de mercado e que seja aderente aos anseios de compra deste público alvo, o qual, em sua maioria, está caracterizado por indivíduos com idades entre 65 e 75 anos da classe A/B das gerações Baby Boomer e Xers. Realizou-se, para tanto, uma revisão da literatura a respeito do tema Senior Housing no Brasil além de citar as principais experiências já implementadas no mercado da cidade de São Paulo. Além disso, foi realizado um Estudo de Caso que aqui se caracteriza por um Levantamento de Campo, o qual produziu um referencial de informações que levou à obtenção dos dados, análise, discussão, proposta e conclusão final. Este foi realizado através de uma pesquisa quantitativa, buscando entender de forma objetiva os hábitos, necessidades e anseios deste subsegmento de mercado e assim, testar a aderência deste a um empreendimento atributos para o Senior Housing.Desta forma, se pretende ampliar a pesquisa sobre o tema, de forma a sustentar os debates atuais e futuros em relação a este possível nicho de mercado e seus anseios.       

 


Keywords


senior housing, senior living, produto imobiliário, nicho de mercado, terceira idade.

References


CAMARANO A.A. A mulher idosa: Suporte as famílias ou agente de mudança? In Estudos avançados. vol. 17, n. 49 (2003), p 35-64.

Envelhecimento no Século XXI: Celebração e Desafio. Resumo Executivo publicado pelo Fundo de população das Nações Unidas. (UNFPA) NY. USA e Helpage International, London. UK, 2012.

FERREIRA, M.H.A. Os avanços tecnológicos e a requalificação urbana: CBIC. (Câmara Brasileira da Indústria da Construção. https://cbic.org.br/industriaimobiliaria/2019/06/26/artigo-os-avancos-tecnologicos-e-a-requalificacao-urbana/>

KÜCHEMANN, B.A. Envelhecimento populacional, cuidado e cidadania: velhos dilemas e novos disafios. Soc.Estado vol. 27. n° 1. Brasília jan/abr 2012

PITELLI, D. Empreendimentos para Terceira Idade: Diretrizes para a formatação do Produto. Dissertação de mestrado apresentada à Escola Politecnica da universidade de São Paulo. (2005)

WILLIAMS – Opportunistic Real Estate in Brazil: Senior Housing by InDev Capital (2018).

https://www.indevcapital.com/opportunistic-senior-housing-real-estate-brazil/

http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0102-69922012000100010&script=sci_arttext - Envelhecimento populacional, cuidado e cidadania: velhos dilemas e novos desafios




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n4-099

Refbacks

  • There are currently no refbacks.