É possível ter um futuro equânime, universal e integral com as diversas questões políticas que se vem enfrentando? "uma análise por enfermieros publicistas" / Is it possible to have an equitable, universal and integral future with the various political issues that are being faced? "una análisis por enferieros publicistas"

Aleff Diego Santos de Oliveira, João Victor de Caires Lipovetsky

Abstract


O Brasil teve sua história com a saúde iniciada através das entidades filantrópicas e religiosas, que por muitas vezes prestavam um serviço mais associado a caridade que a medicina propriamente dita. O atual sistema de saúde brasileiro, alicerçado nos princípios da universalidade e integralidade passa por momentos de intensos avanços, como a luta pelo atendimento e gestão da saúde individual e coletiva, abrangendo todos os níveis de complexidade, entretanto, muitos desafios precisam de estratégias para sua resolução, devido a questões como o repasse financeiro e dificuldades na gestão de recursos. Nesse sentido a pergunta norteadora deste artigo é: “como a política em seu modelo atual impacta nos processos de saúde da população?”. Na somatória das pesquisas foram encontrados 30 artigos que aparentemente se inseriam em n

O Brasil teve sua história com a saúde iniciada através das entidades filantrópicas e religiosas, que por muitas vezes prestavam um serviço mais associado a caridade que a medicina propriamente dita. O atual sistema de saúde brasileiro, alicerçado nos princípios da universalidade e integralidade passa por momentos de intensos avanços, como a luta pelo atendimento e gestão da saúde individual e coletiva, abrangendo todos os níveis de complexidade, entretanto, muitos desafios precisam de estratégias para sua resolução, devido a questões como o repasse financeiro e dificuldades na gestão de recursos. Nesse sentido a pergunta norteadora deste artigo é: “como a política em seu modelo atual impacta nos processos de saúde da população?”. Na somatória das pesquisas foram encontrados 30 artigos que aparentemente se inseriam em nosso tema, após a realização da pesquisa, foi selecionado 25 trabalhos que, inicialmente respondiam à pergunta norteadora. Espera-se com esse artigo evidenciar a necessidade de uma maior discussão acerca da qualidade e do direito à saúde, além de uma análise crítica sobre como a estrada atual da política vem impactando diretamente em nosso sistema de saúde.

 

 


Keywords


Política de Saúde Políticas, Planejamento e Administração em Saúde, Judicialização da Saúde e Políticas Públicas de Saúde.

References


BOUSQUAT A, TANAKA OY. A Política de Saúde nas páginas da Revista de Saúde Pública. Rev Saúde Publica. 2016;50:65. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/rsp/v50/pt_0034-8910-rsp-S151887872016050000180.pdf

BRASIL, 2017. Cronologia Histórica da Saúde Pública. Fundação Nacional de Saúde – FUNASA; Ministério da Saúde. Disponível em: http://www.funasa.gov.br/cronologia-historica-da-saude-publica.

CERQUEIRA A.C.D.R.; CARDOSO M.V.L.M.L.; VIANA T.R.F.; LOPES M.M.C.O. Integrative literature review: sleep patterns in infants attending nurseries. Rev Bras Enferm [Internet]. 2018;71(2):424-30. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/0034-7167-2016-0480

FERNANDES, V.C; SOUSA, C.L. Historical aspects of public health in Brazil: an integrative review literature. J Manag Prim Health Care, 2020;12:e1. DOI: https://doi.org/10.14295/jmphc.v12.579.

LISBOA E.S; SOUZA L.E.P.F. Por que as pessoas recorrem ao Judiciário para obter o acesso aos medicamentos? O caso das insulinas análogas na Bahia. Ciência & Saúde Coletiva, 22(6):1857-1864, 2017. DOI: 10.1590/1413-81232017226.33922016. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/csc/v22n6/1413-8123-csc-22-06-1857.pdf

MAZZA F.F; MENDES A.N. Decisões Judiciais E Orçamento: Um Olhar Sobre A Saúde Pública. R. Dir. sanit., São Paulo, v. 14, n. 3, p. 42-65, nov. 2013/ fev. 2014: Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rdisan/article/view/75519

MEDICI A.C. Judicialização, integralidade e financiamento. Diagn Tratamento. 2010;15(2):81-7. Disponível em: http://files.bvs.br/upload/S/1413-9979/2010/v15n2/a81-87.pdf

MENICUCCI T.M.G. História da reforma sanitária brasileira e do Sistema Único de Saúde: mudanças, continuidades e a agenda atual. Hist. cienc. saude-Manguinhos. vol.21 no.1 Rio de Janeiro jan./mar. 2014. DOI: https://doi.org/10.1590/S0104-59702014000100004

SOUZA L.E.P.F.; at all. The current challenges of the fight for a universal right to health in Brazil. Ciência & Saúde Coletiva, 24(8):2783-2792, 2019. DOI: 10.1590/1413-81232018248.34462018

VIDAL J, DI FABIO JL. Judicialización y acceso a tecnologías sanitarias: oportunidades y riesgos. Rev Panam Salud Publica. 2017;41:e137. doi: 10.26633/RPSP.2017.137.

VILVERT S.H; BUENDGENS F.B; NETO O.H.C; JÚNIOR H.A.O. Perfil das ações judiciais em assistência à saúde com bloqueio de verbas públicas no Estado de Santa Catarina. Cad. Ibero-amer. Dir. Sanit., Brasília, 8(4): out./dez., 2019 http://dx.doi.org/10.17566/ciads.v8i4.559




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n4-043

Refbacks

  • There are currently no refbacks.