Observatório Empresarial: Perspectivas para o desenvolvimento regional sob a ótica das redes de cooperação / Entrepeneurship Observatory: perspectives for regional development under the optics of cooperation networks

Rodrigo Cassimiro de Freitas, Késia Aparecida Teixeira Silva, Luiz Gustavo Neto Resende, Guilherme Matheus Almeida Rocha

Abstract


O presente trabalho se propôs a investigar o perfil das organizações empresariais e não empresariais situadas na regional Barreiro com a intenção de levantar as potencialidades e dificuldades nas atividades realizadas por esses empreendimentos. Nesse intento, abordaram-se, no referencial teórico, temas relacionados aos laços de cooperação como propósito de fortalecimento coletivo e de desenvolvimento local. A abordagem metodológica é quantitativa de caráter conclusivo com utilização de técnica de estatística descritiva. Os resultados demonstraram que os problemas enfrentados pelos elementos entrevistados se concentraram fundamentalmente nas áreas de gestão financeira e contábil, gestão mercadológica, enquadramento tributário adequado e a criminalidade na região do Barreiro. Além disso, a estruturação da rede de cooperação, que pode ser o instrumento de resolução de problemas, foi incentivada com eventos realizados na Universidade. Conclui-se que as demandas apresentadas pelos empreendedores e microempresários podem ser suavizadas com auxílio de estruturas de cooperação organizacional.


Keywords


Extensão. Comunicação. Universidade. Comunidade. Diagnóstico. Desenvolvimento Local.

References


AHUJA, G., SODA, G.; ZAHEER, A. The genesis and dynamics of organizational networks. Organization Science, v. 23 n.2, p. 434-448, 2012.

BARNEY, J. B.; HESTERLY, W. Economia das organizações: entendendo a relação entre as organizações e a análise econômica. In: CLEGG, S. R.; HARDY, C.; NORD, W. R. (ed.). Handbook de estudos organizacionais: volume 3. São Paulo: Atlas, 2004. p. 131-185.

BORGATTI, S. P.; FOSTER, P. The network paradigm in organizational research: a review and typology. Journal of Management, Stillwater, v. 29, n. 6, p. 991-1013, dec. 2003.

BURT, R. S. The social structure of competition. In: NOHRIA, N.; ECCLES, R. G. Networks and organizations: structure, form, and action. Boston: Harvard Business School Press, 1992.

EIRIZ, V. Proposta de tipologia sobre alianças estratégicas. Revista de Administração Contemporânea, Curitiba, v. 5, n. 2, p. 65-90, maio/ago. 2001.

EKLINDER-FRICK, J.; ERIKSSON, L. T.; HALLÉN, L. Effects of social capital on processes in a regional strategic network. Industrial Marketing Management, New York, v.41, n. 5, p. 800-806, July 2012.

GRANDORI, A.; SODA, G. Inter-firm networks: antecedents, mechanisms and forms. Organization Studies, Berlin, v. 16, n. 2, p.1-19, 1995.

GRANOVETTER, M. S. The strength of weak ties. American Journal of Sociology, Chicago, v. 78, n. 6, p. 1360-1380, May 1973.

HAIR JR. , J. F.; BLACK, W. C.; BABIN, B. J.; ANDERSON, R. E.; TATHAN, R. L. Análise Multivariada de dados. 6. ed. Porto Alegre: Bookman, 2009.

HATCH, M. J. Organization theory: modern, symbolic and postmodern perspectives. Oxford: Oxford Univesity, 1997.

PERROW, C. Small-firm networks. In NOHRIA, N.; ECCLES, R. G. Networks and organizations: structure, form, and action. Boston: Harvard Business School, 1992.

POWELL, W. W. Neither market nor hierarchy: network forms of organization. Research in Organizational Behavior, New York, v. 12, p. 295-336, 1990.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n4-020

Refbacks

  • There are currently no refbacks.