Drenagem Urbana - cálculos e estimativas através do Modelo Soil Conservation Service (SCS). / Urban Drainage - calculations and estimates using the model Soil Conservation Service (SCS).

Nathalia Bordon Pironato Sia, Júlia Castro da Silva

Abstract


Com o aumento da urbanização, o solo vem ficando cada dia mais impermeavél, trazendo problemas para as cidades que apresentam falhas em sua rede de drenagem, que é desde a captação da água até o seu escoamento. O sistema de drenagem urbano é composto pelos pavimentos das ruas, sarjetas, bocas de lobo, galerias de drenagem e sistemas de detenção e infiltração no pavimento. Quando o planejamento urbano apresenta uma falha, a impermeabilização das áreas de escoamento começa a ter sérios problemas. O método utilizado, Soil Conservation Service (SCS), é um dos mais populares métodos de transformação chuva-vazão utilizados no meio técnico nacional devido a sua simplicidade, facilidade e qualidade dos resultados fornecidos. O estudo da vazão tem relação direta com o comportamento de uma bacia, seus rios e afluentes e se torna um aliado na gestão de recursos hídricos, seja este recurso utilizado para o abastecimento público quanto para a geração de energia.


Keywords


drenagem urbana, vazão, modelo hidrológico

References


CHOW, V.T. Hydrologic design of culverts. Journal of Hydraulics Division, Proceedings of the American Society of Civil Engineers, v. 88, p. 39-55. 1962.

LIMA, N. A. Comparação entre métodos de dimensionamento de sistemas de drenagem em aeródromos. 2014. 141f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Instituto Tecnológico de Aeronáutica, São José dos Campos Disponível em: http://www.civil.ita.br/graduacao/tgs/resumos/2014/TG-IEI-2014_Nathana_.pdf. Acesso em 28 jul, 2020.

OLIVEIRA, L. F. C. de; FIOREZE, A. P.. Estimativas de vazões mínimas mediante dados pluviométricos na Bacia Hidrográfica do Ribeirão Santa Bárbara, Goiás. Re. bras. eng. agríc. ambient., Campina Grande, v. 15, n. 1, p. 9-15, Jan. 2011. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-43662011000100002. Acesso em 28 ago, 2020. https://doi.org/10.1590/S1415-43662011000100002.

PORTO, R.L.L. Escoamento superficial direto. In: TUCCI, C.E.M. (Org.). Drenagem Urbana. Porto Alegre. Editora ABRH, v. 5, 1995. p. 107-162.

QGIS.org, QGIS Geographic Information System, 2020. Open Source Geospatial Foundation Project. Disponível em: http://qgis.org . Acesso em 03 ago, 2020.

SARMENTO, L. (2010). Análise de incertezas e avaliação dos fatores influentes no desempenho de modelos de simulação de bacias hidrográficas. Tese de Doutorado em Tecnologia Ambiental e Recursos Hídricos, Publicação PTARH. TD - 07/10, Departamento de Engenharia Civil e Ambiental, Universidade de Brasília, DF, 24p. Disponível em: https://repositorio.unb.br/bitstream/10482/7232/1/2010_LucianaRobertaSarmentodaSilva.pdf. Acesso em 28 ago, 2020.

TUCCI, C.E.M.; PORTO, R.L.; BARROS, M.T. Drenagem urbana. Porto Alegre (RS). Editora da UFRGS, 1995. 428 p.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n4-011

Refbacks

  • There are currently no refbacks.