Avaliação de rotulagem nutricional de diferentes marcas de macarrão instantâneo utilizando o sistema nutri-score / Evaluation of nutrition labeling of different brands of instant noodles using the nutri-score system

Ynara da Costa Fonseca, Pâmela Cristina Rodrigues da Costa, Amanda Albuquerque Gouvêa Ramos, Lorena Cristina Guerreiro Gatinho, Camila Gomes da Luz, Amanda Carolina dos Santos e Silva, Tayane Pantoja de Sousa, Josilene Izabel de Oliveira Almeida, Maria Josikelvia de Oliveira Almeida, Brunna de Kacia Ferreira Souza, Matheus Ferreira de Brito

Abstract


1 INTRODUÇÃO

A substituição de refeições tradicionais por ultraprocessados, somada a desinformação gera uma tendência para o aumento da obesidade. O Nutri-Score tem se apresentado como uma medida facilitadora da informação ao consumidor, pois utiliza cinco escalas de cores e letras para classificar a qualidade do alimento, permitindo a identificação e a seleção de opções mais saudáveis.

 

2 OBJETIVO

Avaliar a qualidade nutricional de diferentes marcas de macarrão instantâneo utilizando o método Nutri-Score.

 


 

3 METODOLOGIA

Foram selecionadas 5 marcas de macarrão instantâneo para serem avaliadas. A pontuação é calculada conforme a metodologia apresentada pela Food Standard Agency, tendo em consideração o conteúdo nutricional de 100g do alimento. Os pontos são distribuídos em positivos (0 a 10) para conteúdo “desfavorável” e pontos negativos (0 a 5) para conteúdo “favorável”. O total de pontos positivos (0 a 40) e negativos (0 a 15) resulta em uma pontuação global que varia de -15 para os produtos mais saudáveis a +40 para produtos menos saudáveis.

 

4 RESULTADOS

Os resultados demonstraram que as cinco amostras encontram-se com atribuições insatisfatórias. As marcas 1, 2 e 3 receberam classificação “Vermelho” (letra “E”) e as marcas 4 e 5 foram classificadas em “Laranja” (letra “D”), sendo ambas classificações atribuídas a baixa qualidade nutricional, segundo o método.

 

5 CONCLUSÃO

O alimento analisado caracteriza-se por possuir elevado valor energético, altos teores de sódio e gorduras saturadas, e baixa quantidade de fibras em sua composição. Em vista disso, as marcas analisadas receberam a classificação de baixa qualidade nutricional, não sendo consideradas boas opções para uma dieta.


Keywords


Ultraprocessados, obesidade, saúde.

References


EGNELL, M. et al. Objective understanding of Nutri-Score Front-Of-Package nutrition label according to individual characteristics of subjects: Comparisons with other format labels. PLOS ONE, v. 13, n. 8, 2018.

JULIA, C.; HERCBERG, S. Nutri-Score: Evidence of the effectiveness of the French front-of-pack nutrition label. Ernährungs Umschau, p. 158–165, 2017.

RAYNER, M. et al. The UK Ofcom Nutrient Profiling Model – Defining “Healthy” and “Unhealthy” Food and Drinks for TV Advertising to Children. University of Oxford, 2009. Disponível em: https://www.ndph.ox.ac.uk/cpnp/files/about/uk-ofcom-nutrientprofile-model.pdf.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n3-631

Refbacks

  • There are currently no refbacks.