O escravismo indígena em São Paulo pelo sistema da administração / The indigenous slavery in São Paulo through the administration system

Antonio Martins Ramos

Abstract


No período colonial, a Vila de São Paulo foi o principal centro da escravidão indigena do Estado do Brasil, para onde eram encaminhados e distribuídos os índios capturados no sertão e nas missões jesuítas. Pelo fato de ser proibido por lei, esta forma de escravismo ocorria através de um sistema legal denominado Administração, que em princípio se constituía como uma forma de posse e servidão. Até o ano de 1696, quando foi oficialmente instituído por cartas régias, as indefinições deste modelo propiciaram conflitos de interesse entre os princípios de liberdade e escravidão, especialmente entre os colonos moradores e os missionários jesuítas, num processo crescente pelo século XVII. A especificidade paulista consistia na ampla dimensão deste escravismo, que servia como base econômica e social, manifestada pelo modelo dos aldeamentos jesuítas e pelo fenômeno das expedições bandeirantes. Este artigo é uma síntese da tese de doutorado que venho atualmente desenvolvendo.


Keywords


Administração, Aldeamentos, Moradores, Jesuítas, Escravismo Indígena Paulista.

References


AGNOLIN, Adone. Jesuítas e Selvagens – A negociação da fé no encontro catequético-ritual americano-tupi (Séc.XVI-XVIII). São Paulo, Humanitas Editorial, Fapesp, 2007.

ALENCASTRO, Luiz Felipe de. O trato dos viventes: formação do Brasil no Atlântico Sul. - São Paulo - Companhia das Letras, 2000.

BLAJ, Ilana. A Trama das Tensões. O processo de mercantilização de São Paulo colonial (1681-1721). Tese de doutorado. São Paulo, FFLCH-USP, 1995.

_________. O índio e o desenvolvimento de São Paulo. Resenha crítica. (in) Boletim Paulista de Geografia n. 75. São Paulo, 1998.

CLASTRES, Pierre. A Sociedade contra o Estado - Pesquisas de antropologia política. São Paulo, Cosac & Naify, 2003.

DAVIDOFF, Carlos H. Bandeirantismo: verso e reverso. Ed. Brasiliense, São Paulo, 1982.

DOMINGUES, Ângela. Os conceitos de Guerra Justa e Resgate e os Ameríndios do Norte do Brasil. (in) SILVA, Maria Beatriz Nizza da. (org.) - Brasil – Colonização e Escravidão. Editora Nova Fronteira, Rio de Janeiro, 1999.

EISENBERG, José. As missões jesuíticas e o pensamento político moderno: encontros culturais, aventuras teóricas. Editora UFMG, Belo Horizonte, 2000.

FERREIRA, Maria Thereza Correa da Rocha. Os aldeamentos indígenas paulistas no fim do período colonial. Dissertação de mestrado. FFLCH-USP, São Paulo, 1990.

FREIRE, Carlos Augusto da Rocha; OLIVEIRA, João Pacheco de. A presença indígena na formação do Brasil. Edições MEC/Unesco. Brasília, 2006.

HALL, Stuart. Da diáspora: Identidades e mediações culturais. Belo Horizonte, Editora UFMG, 2003.

HOLANDA, Sérgio Buarque de. (org.). História Geral da Civilização Brasileira - Tomo I - A época colonial - 1° volume - Do descobrimento à expansão territorial. Difusão europeia do livro. São Paulo, 1960.

MONTEIRO, John Manuel. Dos Campos de Piratininga ao Morro da Saudade: a presença indígena na história de São Paulo. (in) História da Cidade de São Paulo, v. 1: a cidade colonial. (Org.) PORTA, Paula. São Paulo, Paz e Terra, 2004.

______________________. Negros da Terra – Índios e bandeirantes nas origens de São Paulo. São Paulo, Companhia das Letras, 2009.

NAZZARI, Muriel. Da escravidão à liberdade: a transição de índio administrado para vassalo independente em São Paulo colonial. (in) SILVA, Maria Beatriz Nizza da (org.). Brasil – Colonização e escravidão. Rio de Janeiro, Editora Nova Fronteira, 1999.

PERRONE-MOISÉS, Beatriz. Inventário da legislação indigenista 1500-1800. (in) CUNHA, Manuela Carneiro da. (org) História dos índios no Brasil. São Paulo, Companhia das Letras, Secretaria municipal de Cultura, Fapesp, 1992.

PETRONE, Pasquale. Aldeamentos Paulistas. EDUSP, São Paulo, 1995.

RIBEIRO, Núbia Braga. Os povos indígenas e os Sertões das Minas do Ouro no século XVIII. Tese de doutorado. FFLCH-USP, São Paulo, 2008.

SILVA, Francisco Ribeiro da. A legislação seiscentista portuguesa e os índios do Brasil. (in) SILVA, Maria Beatriz Nizza da (org.) Brasil – Colonização e escravidão. Rio de Janeiro, Editora Nova Fronteira, 1999.

SILVA, Maria Beatriz Nizza da (org.). História de São Paulo Colonial. São Paulo, Editora Unesp, 2009.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n3-243

Refbacks

  • There are currently no refbacks.