Nascentes urbanas em São Sebastião do Paraíso - MG: uma análise como plataforma de planejamento / Urban springs in São Sebastião do Paraíso - MG: an analysis as a planning platform

César Augusto Martins de Lima, Tereza Cristina de Faria Kraüss Pereira, Rômulo Amaral Faustino Magri, Rita de Cássia Ribeiro Carvalho, Matheus Tiago de Oliveira

Abstract


O parcelamento e a ocupação do solo urbano estão integrados ao ordenamento territorial, conforme parâmetros previamente estabelecidos pelo plano diretor municipal e legislações afins. A ocorrência de Área de Preservação Permanente oriunda de afloramentos do lençol freático, pode resultar em restrições de uso na área objeto de urbanização. Amiúde ocorrem divergências na interpretação da legislação, identificação e classificação relativas às nascentes urbanas e as áreas de restrição de uso a elas inerentes. A elaboração de uma base de dados onde se evidenciam as nascentes urbanas e suas características tornou-se o objetivo principal desse estudo. A bacia hidrográfica foi utilizada como suporte no intuito e crença de sua importância, já consolidada, como unidade de planejamento.  Buscou-se a identificação e o mapeamento das nascentes do município de São Sebastião do Paraíso – MG, utilizando-se de ferramentas como sensoriamento remoto, geoprocessamento e software de SIG. Obteve-se o mapeamento de 1012 nascentes, sendo que o montante de 154, que são o objeto desse estudo, estão dispostas em cinco sub-bacias hidrográficas do perímetro urbano. Esta pesquisa subsidiará a tomada de decisão de órgãos gestores, profissionais envolvidos em planejamento urbano e na problemática ambiental, de forma a contribuir para consolidar estratégias de recuperação que favoreça a conservação e preservação desses ecossistemas tão biodiversos. O levantamento das nascentes urbanas e o primeiro olhar com relação a sua qualidade facilitarão a direção de estudos mais específicos sobre o tema.


Keywords


Meio ambiente Urbano. Sensoriamento Remoto. Bacia Hidrográfica. Área de Preservação Permanente.

References


BRAGA, Roberto. Planejamento urbano e recursos hídricos. In: BRAGA, R.; CARVALHO, P. F. C. (Org.). Recursos Hídricos e Planejamento Urbano e Regional. Rio Claro: Laboratório de Planejamento Municipal – Deplan – UNESP – IGCE, 2003. p. 114.

BRASIL. LEI Nº 12.651, de 25 de maio de 2012. Código Florestal Brasileiro. Dispõe sobre a proteção da vegetação nativa e dá outras providências. Presidência da República. Casa Civil. Subchefia para Assuntos Jurídicos. Disponível em http://www.planalto.gov.br/ccivil 03/Ato2011-2014/2012/Lei/L12651.htm. Acesso em 23/08/2019.

EMATER. Proteção e recomposição de nascentes. Minas Gerais, 2014. Disponível em: http://www.emater.mg.gov.br/doc/intranet/upload/LivrariaVirtual/folderprote%C3%A7%C3%A3orecomposi%C3%A7%C3%A3onascentes.pdf. Acesso em 03 de outubro de 2019.

IBGE- Instituto Brasileiro de Geografia e estatística – São Sebastião do Paraíso - MG disponível em http://www.cidades.ibge.gov.br/xtras/perfil.php?lang=&codmun=316470&search=minas-gerais%7Csao-sebastiao-do-paraiso. Acesso em: 24/01/2021.

LIMA, Santana Lívia de; ANDRADE, Antônia Silânia de; SOUSA, Welinágila Grangeiro de; SIQUEIRA, Mariana da Silva de; RIBEIRO, George do Nascimento. GEOTECNOLOGIAS APLICADAS À ÁNALISE DE PARÂMETROS FÍSICO-QUÍMICOS EM ÁGUAS DE POÇOS PÚBLICOS NA ZONA URBANA DE TRIUNFO/PB / GEOTECHNOLOGIES APPLIED TO THE ANALYSIS OF PHYSICAL-CHEMICAL PARAMETERS IN PUBLIC WELL WATERS IN THE URBAN AREA OF TRIUMPH/PB. Brazilian Journal Of Development, [S.L.], v. 6, n. 11, p. 85149-85169, 2020. Brazilian Journal of Development. http://dx.doi.org/10.34117/bjdv6n11-073.

MAGRI, R. A. F. Análise da suscetibilidade à erosão da região do Médio Rio Grande (MG). 2013. Dissertação (Mestrado em Geotecnia) – Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo, São Carlos, 2013.

PINTO-COELHO, R.M. Crise nas Águas. Educação, ciência e governança, juntas, evitando conflitos gerados por escassez e perda da qualidade das águas / Ricardo M. Pinto-Coelho & Karl Havens. – Belo Horizonte: [s.n.], 2015.

SÃO SEBASTIÃO DO PARAÍSO (2010). Lei nº 3615, de 11 de janeiro de 2010. Institui o plano municipal de saneamento básico destinado à execução dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário na sede do município. São Sebastião do Paraíso – MG. Disponível em: .




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n3-042

Refbacks

  • There are currently no refbacks.