Trombose multissistêmica em paciente com COVID-19 evoluindo com acidente vascular cerebral (AVC) extenso e parada cardiorespiratória (PCR): relato de caso / Multisystemic thrombosis in a patient with COVID-19 evolving with extensive stroke and cardiorespiratory arrest (CRP): case report

Felipe dos Santos Souza, Matheus Furlan Chaves, Leonardo Jose Grosso Estrada, Barbara Paula Schmitt, Lucas Thomaz de Aquino Ribeiro, Vinícius Ribeiro Paes de Barros, Weber Tobias Costa

Abstract


1 INTRODUÇÃO

 Tromboses multissistêmicas podem percorrer todas as regiões vasculares ocasiosando lesões que, invariavelmente, iniciam devido a uma resposta que pode ir desde oclusões parciais até oclusões totais de artérias. Ademais, relata-se um caso de paciente com trombose multissistêmica, apresentando COVID-19, evoluindo com Acidente Vascular Cerebral Isquêmico (AVCi) e Parada cardiorrespiratória (PCR) em 48 horas. Nesse sentido, a associação das patologias vasculares junto ao quadro de COVID-19 merece, cada vez mais, estudos que descrevam o curso das evoluções desses pacientes.

 

2 DESCRIÇÃO DO CASO

Paciente masculino, 55 anos, sem comorbidades, deu entrada na unidade de emergência com queixa de dor retroesternal de início súbito, tipo A, sudorese e pele fria pegajosa. Ao exame físico: presença de sintomas típicos de COVID-19. Foi detectada obstrução de artéria coronária e artérias ilíaca comum direita e esquerda. Após clínica e sorologia positiva, o paciente recebeu tratamento suportivo com oxigenoterapia e desobstrução das artérias com angioplastia. Paciente evoluiu intubado com instabilidade hemodinâmica com uso de drogas vasoativas e anticoaguloterapia. Evoluiu com trombose dos dois membros inferiores, já indicada amputação, e AVCi extenso com  PCR e óbito.

 

3 DISCUSSÃO

A infecção pelo COVID-19 tem implicações no sistema respiratório bem conhecidas, mas vale ressaltar que a doença também tem consequências ao sistema cardiovascular. No caso em questão, o paciente evoluiu com diversos eventos trombóticos. Esses, se devem basicamente ao estado de hipercoagulabilidade proporcionado pela infecção. Primeiramente, ocorreu uma obstrução de coronárias que fez com que o paciente desenvolvesse quadro compatível com IAM. Após isso, verificou-se obstrução das artérias ilíacas e obstrução da artéria cerebral média, gerando AVCi evoluindo com óbito do paciente. A relevância do caso consiste na trombose multissistêmica que evoluiu mesmo ao uso de anticoagulantes, evidenciando a magnitude do estado de hipercoagulabilidade proporcionado pela COVID-19.

 

4 CONCLUSÃO

 Tromboses multissistêmicas em paciente já com terapia anticoagulante, revelam um quadro raro e prognóstico pouco elucidativo que direcione manejos clínicos específicos de tratamento. Nesse sentido, a descrição de relatos de casos discutindo as evoluções clínicas e as manifestações desses eventos permite o avanço da compreensão médica sobre e a instituição de medidas terapêuticas mais efetivas. 


Keywords


Trombose. Acidente Vascular Cerebral. Parada cardiorrespiratória. COVID-19.

References


Gattinoni L, Chiumello D, Rossi S. COVID-19 pneumonia: ARDS or not?. Crit Care. 2020;24(1):154.

Dolhnikoff M, Duarte-Neto AN, de Almeida Monteiro RA, da Silva LFF, de Oliveira EP, Saldiva PHN, et al. Pathological evidence of pulmonary thrombotic phenomena in severe COVID-19. J Thromb Haemost. 2020;18(6):1517-1519.

Wynants L, Van Calster B, Collins GS, Riley RD, Heinze G, Schuit E, et al. Prediction models for diagnosis and prognosis of covid-19 infection: systematic review and critical appraisal [published correction appears in BMJ. 2020 Jun 3;369:m2204]. BMJ. 2020;369:m1328.

Helms J, Tacquard C, Severac F, Leonard-Lorant I, Ohana M, Delabranche X, et al. High risk of thrombosis in patients with severe SARS-CoV-2 infection: a multicenter prospective cohort study. Intensive Care Med. 2020;46(6):1089-1098.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n3-037

Refbacks

  • There are currently no refbacks.