Perspectivas de António Nóvoa de 2010 a 2018 / Perspectives of Antonio Novoa from 2010 to 2018

Luana Priscila Wunsch, Fernanda Aparecida Greboge, Aline Dias de Lima

Abstract


O presente trabalho demonstra uma revisão sistemática da literatura sobre os trabalhos publicados por António Nóvoa entre os anos de 2010 a 2018, a fim de encontrar os assuntos mais comentados e pesquisados pelo autor. António Nóvoa é uma referência mundial sobre formação de professores, portanto pesquisar o que ele pública e pensa é essencial para esta linha de pesquisa. Com base nos textos escritos pelo professor Nóvoa foi possível chegar a três categorias mais explanadas nestes últimos oito anos, que servem de guia para futuras pesquisas e para o mapeamento da pesquisa sobre a formação de professores na atualidade. Ao analisar os resultados é notável compreender que ainda há muito que se estudar e principalmente fazer pela formação de professores, que infelizmente é muito burocratizada e necessita de uma reestruturação, incentivando os futuros docentes a aprenderem com professores já atuantes, que possam lhes passar experiências e vivências necessárias ao dia a dia nas escolas. Ao fortalecer, assim, a participação dos professores na sociedade e, consequentemente, a valorização docente, além de aproveitar o conhecimento já construído por estes educadores. É necessário que os professores participem de suas próprias formações que sejam atuantes no próprio conhecimento. É importante enfatizar que nesse artigo também apontamos a opinião do autor sobre as tecnologias, devemos pensar nelas pedagogicamente.


Keywords


António Nóvoa, Formação de Professores, Instituições Formadoras, Organização, Importância e Práticas.

References


ESTEVES, M. Construção e desenvolvimento das competências profissionais dos professores. Sísifo. Revista de Ciências da Educação, v. 08, p. 37-48, 2009.

FREITAS, C. Apostar na Educação para reinventar Portugal. JL Educação, p. 1–9, 2014.

HUBERMAN, Michael. O ciclo de vida profissional dos professores. Vidas de professores, v. 2, p. 31-61, 1992.

MARTINS, P. L. O.; ROMANOWSKI, J. P. Desafio da formação de professores iniciantes. Páginas de Educación, v. 6, p. 81–94, 2013.

MISHRA, Punya; KOEHLER, Matthew J. Technological Pedagogical Content Knowledge: A framework for teacher knowledge. Teachers College Record, v. 108, n. 6, p. 1017- 1054, Jun. 2006.

SAMPAIO, R. F.; MANCINI, M. C. Estudos de revisão sistemática: Um guia para síntese criteriosa da evidência científica. Revista Brasileira de Fisioterapia, São Carlos, v. 11, n. 1, p. 83-89, 2007.

SHULMAN, Lee. Conhecimento e Ensino: Fundamentos da Nova Reforma. Harvard Educational Review: abril de 1987, vol. 57, No. 1, pp. 1-23.

TARDIF, M. Saberes docentes e formação profissional. Editora Vozes Limitada, 2010.

TARDIF. M. A profissionalização do ensino passados trinta anos: dois passos para a frente, três para trás. Educação & Sociedade, v. 34, n. 123, 2013.

WÜNSCH, L. P. Formação inicial de professores do ensino básico e secundário: Integração das tecnologias da informação e comunicação nos mestrados em ensino. Tese (Doutorado em Educação) - Instituto de Educação, Universidade de Lisboa , Lisboa, 2013.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n3-020

Refbacks

  • There are currently no refbacks.