Interação grupal de estudantes do 2º ano do ensino fundamental durante jogos coletivos de educação física: relato de experiência de estágio / Group interaction of 2nd grade students during group games in physical education: report of an internship experience

Mateus Cavalcanti Queiroz, Maria Lucicleide Falcão de Melo Rodrigues

Abstract


O presente trabalho tem por objetivo discorrer sobre a experiência de um acadêmico acerca do estágio básico de observação, componente curricular do curso de psicologia da Universidade Federal de Pernambuco - UFPE, cujo foco foi voltado para a interação de estudantes do 2º ano do ensino fundamental, oriundos de uma escola particular da cidade do recife, com os membros de sua equipe durante as aulas de educação física. Embora estejam constatados os benefícios da prática de atividades físicas na infância, é comum observar a presença de estudantes com baixo engajamento durante as aulas de educação física na escola, principalmente durantes os jogos de caráter competitivo. Tal fato está relacionado às demandas implícitas para um desempenho bem sucedido que estão presentes nestas atividades, tais como condicionamento físico prévio e afeição para os esportes, o que transforma sua prática em um mecanismo de seleção para aqueles estudantes considerados aptos e exclusão para os tidos como não aptos. Neste sentido, o estágio foi voltado para observar e descrever a capacidade cognitiva, a partir de referenciais piagetianos, dos estudantes da turma em questão em relação aos desafios propostos por jogos coletivos e competitivos, bem como suas interações com os demais membros de seu grupo. Ao fim do estágio foi perceptível que os estudantes demonstraram uma interação privilegiada com os membros da equipe que tinham uma relação de proximidade anterior a realização das atividades, criando subgrupos dentro da equipe. Ademais, foi observado um baixo engajamento dos demais estudantes com os objetivos propostos pelos jogos coletivos.


Keywords


Psicologia Escolar, Educação Física, Jogos Escolares, Esportes Coletivos, Educação Infantil

References


CANO, D.S; SAMPAIO I.T.A. O método de observação na psicologia: Considerações sobre a produção científica. Interação em Psicologia, v.11, p. 199-210, 2007.

DANNA, M. F.; MATOS, M. A. Aprendendo a observar. São Paulo: Edicon, 2006

DAZZANI, M. V. M. A psicologia escolar e a educação inclusiva: Uma leitura crítica.

Psicologia: ciência e profissão, v.30, n.2, p. 362-375. 2010

DIAS, A. C. G., PATIAS, N. D., e ABAID, J. L. W. Psicologia Escolar e possibilidades na atuação do psicólogo: algumas reflexões. Psicologia Escolar e Educacional, v.18, n.1, p. 105- 111. 2014

DE SOUZA, M. T. C.; PETTY, A. L.; FOLQUITTO, C. T.; GARBARINO, M.; MONTEIRO, T. A. Does playing games contribute to develop better attitudes? Psychology Research, Vol. 4, p. 301-309, 2014.

MARCONI, M. A.; LAKATOS, E. M. Metodologia científica. 5.ed. São Paulo: Atlas, 2007.

QUEIROZ, Sávio Silveira de; RONCHI, Juliana Peterle; TOKUMARU, Rosana Suemi. Constituição das regras e o desenvolvimento moral na teoria de piaget: uma reflexão

Kantiana. Psicologia: Reflexão e crítica. Porto Alegre , v. 22, n. 1, p. 69-75, 2009

SILVA, T.A.F.; DE ROSE, J.R.D. Iniciação nas modalidades esportivas coletivas: a importância da dimensão tática. Revista Mackenzie de Educação Física e Esporte v.4, n.4, p.71-93, 2005




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n2-491

Refbacks

  • There are currently no refbacks.