A atuação do enfermeiro na coordenação e no gerenciamento da qualidade em um serviço pronto atendimento de emergência do município de Sarzedo – MG / The nurse's role in the coordination and management of quality in an emergency service in the municipality of Sarzedo - MG

Aleff Diego Santos de Oliveira, Ricardo Gualberto Medeiros

Abstract


Enfermería é uma profissão da saúde que desempenha papel fundamental no processo de saúde-doença, em todos os níveis de atenção. Refere-se há uma prática social complexa, historicamente relevante para a vida humana, que além do contexto assistencial integra práticas administrativas-gerenciais. Cada vez mais o enfermeiro tem assumido locais de elementos nos serviços de saúde, destacando-se pela visão de conjunto articulando as áreas administrativas, assistenciais e de ensino e pesquisa, essa realidade evidencia seu papel enquanto gerente, o que o torna indispensável para o cuidado com qualidade aos pacientes. Assim, o objetivo desse relacionamento é apresentar uma comunidade de enfermagem e gestão em saúde a experiência de enfermeiros, gestores de uma unidade de urgência, bem como contribuir para a construção de conhecimento da enfermagem na gestão de políticas públicas de saúde. O processo de gestão por enfermeiros contribui para o desenvolvimento ampliado das inovações nos processos de gestão e assistenciais, contribuições tais interferem diretamente nos valores econômicos e sociais da instituição hospitalar. Ressalta-se que nas diversas associações de saúde, ao enfermeiro é atribuído o papel de planejar como atividades e coordenar sua equipe, logo, esse pensamento pode ser ampliado não somente para a assistência, mas para todos os outros processos de gestão. tais contribuições interferem diretamente nos valores econômicos e sociais da instituição hospitalar. Ressalta-se que nas diversas associações de saúde, ao enfermeiro é atribuído o papel de planejar como atividades e coordenar sua equipe, logo, esse pensamento pode ser ampliado não somente para a assistência, mas para todos os outros processos de gestão. tais contribuições interferem diretamente nos valores econômicos e sociais da instituição hospitalar. Ressalta-se que nas diversas associações de saúde, ao enfermeiro é atribuído o papel de planejar como atividades e coordenar sua equipe, logo, esse pensamento pode ser ampliado não somente para a assistência, mas para todos os outros processos de gestão.


Keywords


Gerência, Enfermagem, Administração Hospitalar, Serviços Médicos de Emergência.

References


Batista REA, Peduzzi M. Interprofessional Practice in the Emergency Service: specific and shared assignments of nurses. Rev Bras Enferm [Internet]. 2019;72(Suppl 1):213-20. [ Thematic Issue: Work and Management in Nursing]. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/0034-7167-2017-0797

Brasil. Ministério da Saúde - Gabinete do Ministro. PORTARIA Nº 1.378, DE 9 DE JULHO DE 2013. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2013/prt1378_09_07_2013.html

Cordeiro ALA, Fernandes JD, Mauricio MDALLD, Silva RMO, Barros CSMA, Romano CMC. CAPITAL ESTRUTURAL NA GESTÃO DAS ENFERMEIRAS EM HOSPITAIS. Texto contexto - enferm. vol.27 no.2 Florianópolis 2018 Epub 21-Jun-2018. Disponível em: DOI: 10.1590/0104-07072018004880016.

Ferreira SRS, Périco LAD, Dias VRGF. The complexity of the work of nurses in Primary Health Care. Rev Bras Enferm [Internet]. 2018;71(Supl 1):704-9. [Issue Edition: Contributions and challenges of practices in collective health nursing] DOI: http://dx.doi.org/10.1590/0034-7167-2017-0471

Maia NMFS, Fonseca BAV, Andrade EWOF, Carvalho JAM, Coelho LS, Maia SF. Perception of the nursing team about the role of hospital nursing manager. Rev Fun Care Online. 2020 jan/dez; 12:1-5. DOI: http://dx.doi.org/ 10.9789/2175-5361.rpcfo.v12.6555.

Montezeli JH, Haddad MCFL, Peres AM, Matsuda LM. Aproximações entre habilidades sociais, gerência do cuidado de Enfermagem e o pensamento complexo. REME – Rev Min Enferm. 2018;22:e-1092. Disponível em: DOI: 10.5935/1415-2762.20180022.

Moura AA, Bernardes A, Dessotte CAM, Matsuda LM, Gabriel CS, Zanetti ACB. Coaching Leadership in the context of the Mobile Emergency Care Service. Rev Esc Enferm USP. 2020;54:e03657. doi: https://doi.org/10.1590/S1980-220X2019016203657

Nunes EMGT, Gaspar MFM. Quality of the leader-member relationship and the organizational commitment of nurses. Rev Esc Enferm USP. 2017;51:e03263. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S1980-220X2016047003263

Rocha BS, Munari DB, Ribeiro LCM, Rego PG. Evidências no desenvolvimento da liderança em enfermagem com o uso da pesquisa-ação: revisão integrativa. Rev. Eletr. Enf. [Internet]. 2017;19:a41. Disponível em: http://dx.doi.org/10.5216/ree.v19.46827.

Silva JCB da, Silva AAOB da, Oliveira DAL et al. PROFILE OF THE NURSE IN THE MANAGEMENT OF HOSPITAL SERVICES. Rev enferm UFPE on-line., Recife, 12(10):2883-90, out., 2018. Disponível em: 10.5205/1981-8963-v12i10a236307p2883-2890-2018.

Silva NM, Mininel VA, Henriques SH, Limongelli AMA, Pereira AP, Chaves LDP. Aspectos facilitadores e dificultadores do trabalho do enfermeiro em cargos gerenciais no âmbito hospitalar. Rev. Enferm. UFSM. 2020 [Acesso em: Anos Mês Dia]; vol.10 ex: 1-19. DOI:https://doi.org/10.5902/2179769233263

Vandresen L, Pires DEP, Lorenzetti J, Andrade SR. Classificação de pacientes e dimensionamento de profissionais de enfermagem: contribuições de uma tecnologia de gestão. Rev Gaúcha Enferm. 2018;39:e2017-0107. doi: https://doi. org/10.1590/1983-1447.2018.2017- 0107.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n2-456

Refbacks

  • There are currently no refbacks.