Mudanças na conjuntura do espaço rural: a mulher como participante da gestão da propriedade rural/ Changes in the rural space conjuncture: women as participants in rural property management

Carolina da Silva Gonçalves, Ruth Helena Cristo Almeida

Abstract


A dicotomia da realidade rural e da urbana se evidencia pelas diferentes dinâmicas e, principalmente pela visão mais tradicional de estilo de vida presente nas famílias que tem uma relação mais íntima com o campo. Devido à histórica relação de gênero é possível ser feito recortes na sociedade rural, a fim de entender sua construção, principalmente da função que a mulher desempenha no campo e suas divisões no âmbito do trabalho. No campo a mulher se tornou marcada por uma realidade patriarcal, que vem sofrendo mudanças, principalmente na gestão.  Nesse contexto, o presente trabalho objetiva um estudo sob a perspectiva do espaço rural, evidenciando o papel da mulher na gestão da propriedade e a sua atual representatividade no campo, atentando para a obrigatoriedade da titulação conjunta e sua abertura para a co-chefia feminina. Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística ajudam para o entendimento quantitativo da mulher enquanto gestora do imóvel. Os resultados auxiliam para a análise da mudança ocorrida na conjuntura do campo em relação à propriedade, mostrando um aumento bruto de 47,6% na sua participação, enfatizando assim, que representação feminina vem se tornando mais forte.


Keywords


Rural, Gênero, Mulher, Gestão.

References


CASA CIVIL- LEI Nº 4.504, DE 30 DE NOVEMBRO DE 1964. Dispõe sobre o Estatuto da Terra, e dá outras providências. Brasília, 1964.

FAO, Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação. Igualdade de gênero. Roma, 2008. Disponível em: < www.fao.org/docrep/012/i0765pt/i0765pt10.pdf> Acesso: em 30/08 às 21:30.

FORLIN, V.; MIRALES R. Relações de Gênero e Geracionais na Agricultura Familiar. 6º Seminário Nacional Estado e Politicas Sociais. Toledo-PR, 2014.

IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo Agropecuário- 2006. Disponívelem Acesso em 29/08 às 19:02.

IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo Agropecuário- 2017. Disponível em https://censos.ibge.gov.br/agro/2017/ > Acesso em 29 às 18:45.

IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Habitações por domicilio. Disponível em < https://www.ibge.gov.br/estatisticas-novoportal/sociais/habitacao/9663-censo-demografico2000.html?edicao=9860&t=downloads> Acesso em 29/08 ás 18:50.

IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. SIDRA: Sistema IBGE de Recuperação Automática. Disponível em < https: //www.ibge.gov.br/home/disseminacao/eventos/workshop/sidra.shtm> Acesso em 31/08 ás 10:42.

INCRA – Instituto Nacional de colonização e reforma agrária. Instrução Normativa nº 38 de 13/03/2007. Dispõe sobre normas do INCRA para efetivar o direito das trabalhadoras rurais ao Programa Nacional de Reforma Agrária. Brasília, 2007.

MESQUITA, G. R. I. Aspectos de Gênero no Meio Rural. Universidade Federal de Goiás. Goiânia, 2012.

SIDRA. - Sistema IBGE de Recuperação Automática. População residente, por sexo e grupos de idade. Disponível em < https://sidra.ibge.gov.br/Tabela/200> Acesso em 31/08.

SIDRA- Sistema IBGE de Recuperação automática. Número de estabelecimentos agropecuários dirigidos por casais, área dos estabelecimentos agropecuários dirigidos por casais, por condição legal das terras, sexo do cônjuge do produtor e origem da orientação técnica recebida. Disponível em < https://sidra.ibge.gov.br/tabela/6712 > Acesso em 31/08.

SIDRA- Sistema IBGE de Recuperação automática. Números de estabelecimentos agropecuários por contratação de serviços, tipo de prestador de serviços e dias trabalhados, sexo do produtor, escolaridade do produtor, condição legal do produtor e origem da técnica recebida. Disponível em< https://sidra.ibge.gov.br/tabela/6713 > Acesso em 31/08.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n2-407

Refbacks

  • There are currently no refbacks.