Fatores de risco para o surgimento da hipertensão arterial sistêmica: saber para prevenir / Risk factors for the arising of systemic arterial hypertension: knowing to prevent

Gabriel dos Santos Braga, Ana Paula Freitas de Oliveira, Larrucy Cordeiro Oldra, Maria Eduarda Borges Vitor, Lucina Amaral Garcia, Daniel Lopes de Oliveira, Giovana Figueiredo Maciel, Mariana Carla Mendes

Abstract


Entende-se como Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS), a elevação da pressão nas artérias mediante motivos distintos, como por exemplo a obesidade, o tabagismo, dieta rica em sódio, estresse, falta de atividade física e entre outros, podendo levar ao desenvolvimento de cardiopatias, nefropatias e muitas outras doenças. Sendo utilizados como parâmetros para classificar os pacientes: pré-hipertenso (120/80 a 139/89 mmHg); hipertenso estágio 1 (140/90 a 159/99 mmHg); hipertenso estágio 2 (160/100 a 179/109 mmHg) e hipertenso estágio 3 (180/110 mmHg ou mais); esses valores são descobertos através da aferição da pressão que tem o objetivo de identificar na artéria braquial o ponto sistólico e diastólico (1). Diante disso, se torna imprescindível para o médico conhecer os valores e os fatores de risco para orientar seus pacientes a seguir um melhor tratamento. Sendo assim esse resumo foi feito por meio de revisão bibliográfica, utilizando as plataformas Google Acadêmico e Scielo. O resultado foi a discussão sucinta dos três fatores mais recorrentes na sociedade nos dias atuais, sendo eles obesidade, ingesta de sódio e tabagismo. A HAS se tornou um grande inconveniente para a saúde pública, visto que predispõe o surgimento de diversas enfermidades, como por exemplo, cardiopatias, insuficiência renal crônica, aterosclerose e entre outras. Os motivos para o surgimento da hipertensão são muitas vezes multifatoriais, diante disso, o atual resumo abordará os principais fatores que iniciam tal doença (2). Dentre esses motivos destaca-se a obesidade, a mesma é causadora de inflamações assintomáticas e crônicas, isso ocasiona alterações no sistema renina-angiotensina-aldosterona (SRAA), que por sua vez é grande envolvida no controle da pressão arterial, com isso tem-se um aumento da vasoconstrição, que consequentemente eleva a resistência vascular periférica, surgindo assim a HAS (3). Dietas ricas em sódio também são grandes contribuintes para o surgimento da Hipertensão, pois também agem no SRAA, de forma que aumentam a sua ativação (4). Outro importante fator que contribui para a elevação da pressão é o tabagismo, visto que a nicotina, uma das principais substâncias encontrada no cigarro, age no aumento da liberação de noradrenalina, adrenalina e vasopressina, grandes responsáveis pelo controle da pressão arterial e também da atividade cardíaca (5). Portanto, conclui-se que a obesidade, a grande ingesta de sal e o tabagismo são grandes contribuintes para o surgimento da HAS, tornando necessária uma grande mudança de hábito por parte dos indivíduos, também sendo importante um bom planejamento e uma contínua melhora nos programas de saúde pública, tudo objetivando a melhora da saúde da população e também a redução dos empecilhos causados pela HAS.

 

 


Keywords


Fatores. Risco. Hipertensão.

References


(1) JARDIM, Paulo César B. Veiga et al . Hipertensão arterial e alguns fatores de risco em uma capital brasileira. Arq. Bras. Cardiol., São Paulo , v. 88, n. 4, p. 452-457, Apr. 2007 . Availablefrom. accesson 28 Sept. 2020. http://dx.doi.org/10.1590/S0066-782X2007000400015.

(2) SANTIAGO, Emerson Rogério Costa et al . Prevalência e Fatores Associados à Hipertensão Arterial Sistêmica em Adultos do Sertão de Pernambuco, Brasil. Arq. Bras. Cardiol., São Paulo , v. 113, n. 4, p. 687-695, Oct. 2019 . Availablefrom. accesson 28 Sept. 2020. Epub Aug 15, 2019. http://dx.doi.org/10.5935/abc.20190145.

(3) MACEDO, Ariane Vieira Scarlatelli. Tratamento Direcionado ao Sistema Renina-Angiotensina-Aldosterona na Obesidade. Arq. Bras. Cardiol., São Paulo , v. 115, n. 1, p. 29-30, July 2020 . Availablefrom. accesson 28 Sept. 2020. Epub Aug 07, 2020. https://doi.org/10.36660/abc.20200345.

(4) GONSALEZ, Sabrina Ribeiro et al . Atividade inadequada do sistema renina-angiotensina-aldosterona local durante período de alta ingestão de sal: impacto sobre o eixo cardiorrenal. J. Bras. Nefrol., São Paulo , v. 40, n. 2, p. 170-178, June 2018 . Availablefrom. accesson 28 Sept. 2020. Epub June 18, 2018. http://dx.doi.org/10.1590/2175-8239-jbn-3661.

(5) MUSSI. F. C. et al. CONSUMO DE BEBIDA ALCOÓLICA E TABAGISMO EM HOMENS HIPERTENSOS. Revista Bahiana de Enfermagem, Bahia, v.32, n. 20383, p.1-12, set/2018. Disponivel em: https://portalseer.ufba.br/index.php/enfermagem/article/view/20383/15646. Acesso em: 29 set 2020.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n2-388

Refbacks

  • There are currently no refbacks.