Tessituras matemáticas: experiências interdisciplinares entre matemática e música no CODAP/UFS / Mathematical tessituras: interdisciplinary experiences between mathematics and music at CODAP/UFS

Silvânia da Silva Costa, Robson Andrade de Jesus, Robson Andrade de Jesus

Abstract


O presente trabalho reflete e expõe experiências pedagógicas interdisciplinares realizadas entre as componentes curriculares Matemática e Música no Colégio de Aplicação da Universidade Federal de Sergipe. As ações são elencadas trazendo a proposta de aprendizagens por meio de projetos e atividades diferenciadas, realizadas de forma on-line, condição estabelecida pela pandemia vivenciada durante o ano letivo de 2020 em todo país. Além disso, destaca-se o desenvolvimento de competências múltiplas presentes na Base Nacional Comum Curricular dos bolsistas envolvidos a partir do projeto de Iniciação Científica Júnior “Com a mão na massa: utilizando materiais manipuláveis para aprender Matemática”, ligadas principalmente à conhecimento, pensamento crítico, repertório cultural, argumentação, empatia, cooperação e responsabilidade.  

 


Keywords


Matemática e Música. Interdisciplinaridade, Projetos, Competências, Iniciação Científica Júnior.

References


BRASIL. Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Educação é a Base. Brasília, MEC/CONSED/UNDIME, 2017.

______. Ministério da Educação e Cultura. Portaria nº 959, de 27 de setembro de 2013. Estabelece as diretrizes e normas gerais para o funcionamento dos Colégios de Aplicação vinculados às Universidades Federais. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Poder Executivo, Brasília, DF, 30 set. 2013.

COSTA, Silvânia da Silva. A evolução da contagem e a abordagem de História da Matemática na Educação Básica. Feira de Ciência & Cultura, v. 2, p. 10-59, 2015.

FAZENDA, I. C. A. Integração como proposta de uma nova ordem na educação. In: FAZENDA, I. C. A. Linguagens, espaços e tempos. Rio de Janeiro: Agir, 2000.

FIORENTINI, Dario; LORENZATO, Sergio. Investigação em Educação Matemática: percursos teóricos e metodológicos. 2.ed. Campinas/SP, Ed. Autores Associados, 2012. (Coleção Formação de Professores)

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1997.

GRANJA, Carlos Eduardo de Souza Campos. Musicalizando a escola: música, conhecimento e educação. São Paulo: Escrituras, 2006.

HERNANDES, Roberta; BARRETO, Ricardo Gonçalves. Da escola para o mundo, 6° e 7° anos: ensino fundamental, anos finais. 1. Ed. São Paulo: Ática, 2018.

JARSKE, André Oliveira Silva (et. al.). Singularidades do Colégio de Aplicação – UFS: vivências, experimentações, inovações pedagógicas e iniciação científica. São Cristóvão: Editora UFS, 2019.

LEITE, Lúcia Helena Alvarez. Pedagogia de projetos: intervenção no presente. Revista Presença Pedagógica. v.2, nº 8, mar./abr, 1996.

LORENZATO, Sérgio (org.). O Laboratório de ensino de matemática na formação de professores. Campinas: Autores Associados, 2006.

NACARATO, Adair M. (2005). Eu trabalho primeiro no concreto. Revista de Educação Matemática. São Paulo. Ano 9, n.º 9-10, p. 1-6. Sociedade Brasileira de Educação Matemática.

OLIVEIRA, Ethel Silva de; GONZAGA, Amarildo Menezes. Pedagogia de Projetos: uma alternativa didática ao Ensino de Ciências. In: Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências - VIII ENPEC e I Congreso Iberoamericano de Investigación en Ensenanza de las Ciencias - I CIEC, 2011, Campinas - São Paulo. Florianópolis: Abrapec, 2011.

SARMENTO, Alan Kardec Carvalho (s.d). A utilização dos materiais manipulativos nas aulas de matemática. SILVA, A.; MARTINS, S. (2000, Out). Falar de matemática hoje é .... Millenium – Revista do ISPV: n. 20.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n2-336

Refbacks

  • There are currently no refbacks.