Sustentabilidade econômica e ambiental na agricultura familiar: um estudo de caso sobre a rentabilidade do cultivo da seringa em Denise-MT/ Economic and environmental sustainability in family agriculture: a case study on the profitability of syringe cultivation in Denise-MT

Jéssica Maiz da Silva, Josiane S. Costa dos Santos, Bethânia Batista Carneiro da Silva, Cleci Grzebieluckas, Edinéia Souza Nunes, Graziele Oliveira Aragão Servilha

Abstract


A agricultura familiar ocupa posição de destaque na produção e diversificação de produtos, todavia, apesar de sua relevância, o setor sofre constantes impactos econômicos e climáticos. O cultivo da seringueira pode ser uma alternativa de cultivo sustentável tanto do ponto de vista econômico quanto ambiental por apresentar rentabilidade atrativa e adequada para agricultura familiar e exigir pouca mão de obra. Neste contexto, o objetivo do estudo foi analisar a rentabilidade do cultivo da seringa em uma propriedade familiar de Denise – MT. A pesquisa caracteriza-se como descritiva, com abordagem quantitativa e usou como estratégia de pesquisa o estudo de caso. O instrumento de coleta de dados foi formulário semiestruturado. Para a análise foram utilizadas ferramentas de análise econômica e contábil a fim de avaliar os custos de produção e o índice de lucratividade. Os resultados demonstraram que o cultivo da seringa é rentável, correspondendo a um índice de lucratividade de 8,81% a 52,13% e um lucro operacional entre R$ 592,14 a R$ 6.672,14.  Os gastos com mão de obra considerados na pesquisa, apresentaram um custo significativo na produção, contudo, a mão de obra é realizada pelo agricultor com o auxílio dos filhos, permitindo que esses valores sejam integrados à renda familiar.


Keywords


Seringueira, Tratos culturais, Custos de produção, Lucratividade.

References


ALVARENGA, A. P; CARMO, C. A. F. S. Sequestro de carbono: quantificação em seringais de cultivo e na vegetação natural. 2006. 352 f. Viçosa: Suprema gráfica e Ltda, 2006.

ANTÔNIO FILHO, F. D. Riqueza e miséria do ciclo da borracha na Amazônia brasileira: um olhar geográfico por intermédio de Euclides da Cunha. In: História do pensamento geográfico e epistemologia em Geografia [online] GODOY, PRT., org. ed. Unesp São Paulo: Cultura Acadêmica, 2010. 289 p.

ANDRADE, M. M. de. Introdução à metodologia do trabalho científico. Elaboração de trabalhos na Graduação. 10. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

BAER, W. A Economia brasileira. São Paulo: Nobel, 1996.

BERNARDES, M. S. et al. Mercado brasileiro de borracha natural. In: NOGUEIRA, R. de F; CORDEIRO, S. A; LEITE, A. M. P; BINOTI, M. L. M. da S. Mercado de borracha natural e viabilidade econômica do cultivo da seringa no Brasil. Revista Nativa. Minas Gerais, v. 03, n. 02, p. 143-49, abr./ jun. 2015.

BOTELHO, J. L. P. A seringueira (Hevea brasiliensis): aspectos técnico-culturais e econômicos do processo produtivo.2016. 110 p. Dissertação (trabalho de conclusão de curso em Engenharia florestal) – Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2016.

CAMPELO JUNIOR, J. H. Estimativa da transpiração em seringueira. Revista Brasileira de Agrometeorologia. Santa Maria, v. 8, n. 1, 2000. p. 35-42, abril 2000.

D’AGOSTINI, S. et al. Ciclo Econômico da Borracha – Seringueira Hevea Brasiliensis (HBK) M. ARG. Páginas do Inst. Biol.. São Paulo, v. 9, n.1, p.6-14, 2013.

FAMATO – Federação da agricultura e pecuária do estado de Mato-Grosso. Dia do seringueiro. 2016. Disponível em: . Acesso em 30 de setembro de 2018.

GIL, A. C. Como elaborar um projeto de pesquisa. 5.ed. São Paulo: Atlas, 2002.

GONÇALVES, E. C. P. Fatores que determinam o sucesso na implantação da cultura da seringueira. 2015. Disponível em: Acesso em 20 de abril de 2019.

GUEDES, C. A. B. Câmara setorial da borracha. Rio de Janeiro: IBGE – Instituto Brasileiro de geografia e estatística. Brasília, 22p, julho de 2015. Disponível em: . Acesso em: 31 maio de 2019.

IBGE – INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Produção da extração vegetal e da silvicultura 2018. Disponível em: < https://ibge.gov.br/>. Acesso em 31 de maio de 2019.

LEAL, S.T. A heveicultura na mesorregião leste do estado de Mato Grosso do Sul: aspectos técnicos e econômicos. 2017. 108 p. Dissertação (Doutorado em Agronomia) – Universidade Estadual Paulista, Ilha Solteira, 2017.

LEÃO, R. M. A Floresta e o homem. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo: Instituto de Pesquisa e Estudos Florestais, p. 448, 2000.

MARCONI, M. A.; LAKATOS. E. M. Fundamentos de metodologia científica, 5. ed. São Paulo: Atlas S.A, 2003.

MARTIN, N. B et al. Sistema integrado de custos agropecuários- CUSTAGRI. Informações econômicas. São Paulo, v.28, n. 1, p. 8-28, jan. 1998.

NOGUEIRA, R. F et al. Mercado de borracha natural e viabilidade econômica do cultivo da seringa no Brasil. Nativa. Minas Gerais, v. 03, n. 02, p. 143-149, abr./jun. 2015.

OLIVEIRA, M. D. M; GONÇALVES, E. C. P. Custo de formação, produção e rentabilidade da cultura da seringueira, estado de São Paulo, 2017.Análises e indicadores do agronegócio. São Paulo, v.12, n.5, p.15, maio 2017.

OLIVEIRA, M. D. M.et al. Custo de implantação, produção e rentabilidade do cultivo da seringueira no estado de São Paulo, 2016. Informações econômicas. São Paulo, v.47, n.1, p 31- 48, jan/mar 2017.

OLIVEIRA, M.D.M; VEIGA FILHO; A. A.V; FREDO, C. E. Custos de manutenção e rentabilidade da seringueira em plena produção, região noroeste do estado de São Paulo, 2014. Análises e indicadores do agronegócio. São Paulo, v.10, n.2, p 1-5, fev. 2015.

PEREIRA, J. P et al. Cadeia produtiva da borracha natural: análise diagnóstica e demandas atuais no Paraná. Londrina: IAPAR, 85 p., 2000.

RICHARDSON, R. J. et al. Pesquisa social métodos e técnicas. 3. ed. rev. ampliada. São Paulo: Atlas, 2012.

REIS, R. Contabilidade rural. 2012. Disponível em: . Acesso em 29 de outubro de 2018.

SILVA, L. M. Benefícios da contabilidade rural para a agricultura familiar: um estudo sobre famílias na cidade Capitão Poço – Pará. Dissertação (Graduação em Ciências Contábeis) - Universidade Federal Rural da Amazônia – UFRA, 2017.

SILVA, E. L; MENEZES, E. M. Metodologia da pesquisa e elaboração de dissertação. 4. ed. rev. atual. Florianópolis: UFSC, 138p. 2005.

TOLEDO, P. E. N; GHILARDI, A. A. Custo de produção e rentabilidade do cultivo da seringueira no estado de São Paulo. Informações econômicas. São Paulo, v.30, n.5, p 30-35, maio 2000.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n2-316

Refbacks

  • There are currently no refbacks.