Distribuição geográfica potencial atual e futura de Araçá (Psidium Catlleianum) para a América do Sul/ Current and future potential geographical distribuition of Araça (Psidium Catlleianum) to South America

Silviane Koch, Juliana Maria Fachinetto, Vidica Bianchi

Abstract


A família Myrtaceae constitui uma das mais importantes famílias de Angiospermas no Brasil, compreende cerca de 140 gêneros e 3.500 espécies de árvores e arbustos com grande potencial econômico. Muitas de suas espécies são utilizadas na alimentação, consumidas em forma de suco, doces, geleias e sorvetes. Também apresentam importância ecológica, pois seus frutos suculentos e carnosos são fontes de alimento à fauna silvestre. Muitos animais, que se alimentam desses frutos, acabam veiculando a dispersão das sementes e favorecendo a sobrevivência e permanência dessas espécies. Com o objetivo de contribuir com os estudos da família Myrtaceae, foram construídos mapas de distribuição potencial para a espécie Psidium catlleianum Sabine (araçá), que é nativa do Brasil. Para a obtenção dos dados utilizou-se o “Global Biodiversity Information Facility”, que contém as coordenadas geográficas das ocorrências. O mapa foi construído usando o programa DIVA-GIS versão 7.5. A distribuição potencial dos ambientes favoráveis foi modelada com o algoritmo Bioclim, com base em 19 variáveis bioclimáticas. Após, foi utilizado o MaxEnt (versão 3.3.3) para produzir um mapa da distribuição geográfica potencial atual e futura para o araçá. Psidium catlleianum não apresentou áreas amplas de adequabilidade ambiental na América do Sul; no Brasil, ela ocorre numa faixa restrita do sul e sudeste. No mapa de projeção futura, há um aumento de ocorrência de P. catlleianum na região sudeste enquanto que há uma diminuição da ocorrência na região da Bolívia e Peru, indicando que as mudanças climáticas, levando-se em consideração as concentrações de CO2, parecem não alterar de modo significativo a distribuição da espécie. A pesquisa demonstrou a importância da realização desse estudo, porque os resultados obtidos a partir da modelagem, podem ser usados na formulação de planos de restauração e conservação da espécie em uma determinada região.


Keywords


distribuição potencial, modelagem, Psidium catlleianum.

References


FACHINETTO, J.M.; PEREIRA, E. T.; KRAHN, C. O. Distribuição geográfica potencial de cinco espécies de Eriocaulon (Eriocaulaceae). As ciências biológicas e da saúde na contemporaneidade. p.124-130. 2019.

FERRARO, J.L.S. Análise de conteúdo sobre o conceito de nicho ecológico: o que dizem os livros didáticos? Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v.8, n.5, 35-50, 2017. Disponível em http://revistapos.cruzeirodosul.edu.br/index.php/rencima/article/viewFile/1236/934. Acesso em: 20/06/2020.

FIASCHI, P., PIRANI, J. R. Review of plant biogeographic studies in Brazil.

Journal of Systematics and Evolution, 47(5), 477–496. 2009.

GLADSON, W. A. et al. Modelagem de distribuição de candeia para Minas Gerais. Enciclopédia Biosfera. Centro Científico Conhecer - Goiânia, v.15 n.28; p.685. 2018.

HAMINIUK, C.W.I.; SIERAKOWSKI, M.R.; VIDAL, J.R.M.B.; MASSON, M.L. Influence of temperature on the rheological behavior of whole araçá pulp (Psidium cattleianum Sabine). 2005. Disponível em: www.elsevier.com/locate/lwt Acesso em: 30/06/2020

HIJMANS, R.J.; GUARINO, L.; JARVIS, A.; O’BREIN, R. & MATHUR. P. 2005. Programa DIVA-GIS versão 5.2. Manual de uso. Disponível em: http://diva-gis.org/. Acesso em: 22/05/2020

JACQUES, A. C., PERTUZATTI, P. B., BARCIA, M. T., & ZAMBIAZI, R. C. Bioactive compounds in small fruits cultivated in the southern region of Brazil. Brazilian Journal of Food Technology, 12(2), 123–127. 2009.

LORENZI, H. (2000). Manual de identificação e cultivo de plantas arbóreas nativas do Brasil: árvores brasileiras (4ª ed.). São Paulo: Nova Odessa.

MEDINA, A.L. et al. Food Chemistry 128 , 916–922. 2011.

PHILLIPS, S. J. et al. Maximum entropy modeling of species geographic distributions. Ecological Modeling 190: 231-259. 2006

REITZ, R.; KLEIN, R. M. Mirtáceas (Flora Ilustrada Catarinense). Itajaí: Herbário. 1997

SILVA, L.D.S.A.B. Herbivoria em Psidium cattleyanum Sab. (Myrtaceae). INSULA Florianópolis 83-94 2005. 2002.

WIKLER, C. Distribuição geográfica mundial de Psidium cattleianum Sabine e um cecidógeno com possibilidades de utilização em controle biológico. Tese de doutorado. UFPR, 1999.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n2-310

Refbacks

  • There are currently no refbacks.