Revisão narrativa sobre a avaliação psicológica em pacientes pré - transplante de células - tronco hematopoiéticas / Narrative review about psychological assessment in hematopoietic stem cell pre-transplant patients

Diego da Silva, José Zanis Neto, Maribel Pelaez Dóro, Cláudia Lúcia Menegatti

Abstract


O presente artigo tem por objetivo refletir sobre o processo de avaliação psicológica de pacientes candidatos a Transplante de Células-Tronco Hematopoiéticas (TCTH). Para tanto foi realizada pesquisa de revisão narrativa de literatura em bases de dados científicos, livros, capítulos e sites oficiais que contemplassem achados teóricos/conceituais acerca do tema em questão. O TCTH é uma intervenção clínica para tratar pacientes com algumas doenças hematológicas, oncológicas e metabólicas para os quais outras alternativas terapêuticas foram consideradas e excluídas. Esta terapia envolve também procedimentos que controlam os sistemas hematopoiético e imunológico do paciente, o qual necessitará passar por quimioterapia ou irradiação e posteriormente por transplante de células-tronco de outra pessoa ou coleta própria. O diagnóstico de uma doença onco-hematológica pode ser considerado e visto por muitos pacientes como um momento de crise, conflituoso, inquietante e de insegurança. O TCTH é um procedimento complexo e também implica em riscos para a pessoa, o que pode gerar ambiguidade emocional à mesma. Problemas como Ansiedade, Depressão e Qualidade de Vida alterados são comuns em pacientes onco-hematológicos. Avaliação psicológica é um processo de anamnese investigativa e de interpretação de dados, realizado por meio de instrumentos psicológicos, tendo por finalidade o maior conhecimento do indivíduo, a fim de que sejam tomadas decisões quanto ao prognóstico psicológico dos pacientes. Nesse sentido, a avaliação dos aspectos emocionais, principalmente ansiedade, depressão e QV nas fases pré - TCTH é de suma importância. Vale ressaltar que as condições e estados emocionais dos pacientes podem interferir diretamente no coping do contexto adverso e no quadro clínico dos mesmos.


Keywords


Avaliação Psicológica, Células-Tronco Hematopoiéticas. Ansiedade. Depressão. Qualidade de Vida. Psicologia.

References


ALBERTINI, S. M.; RUIZ, M. A. O papel da glutamina na terapia nutricional do transplante de medula óssea. Revista Brasileira de Hematologia e Hemoterapia, São José do Rio Preto, v. 23, n. 1, p. 41-47, 2001.

ALMEIDA, A. C.; LOUREIRO, S. R. Instrumentos de avaliação de qualidade de vida após transplante de medula óssea (TMO): uma revisão da literatura. Paidéia, Ribeirão Preto, v. 9, n. 17, p. 14-24,1999.

ANDERS, J. C.; LIMA, R. A. G. Crescer como transplantado de medula óssea: repercussões na qualidade de vida de crianças e adolescentes. Revista Latino-Americana de Enfermagem, Ribeirão Preto, v. 12, n. 6, p. 866-874, 2004.

ANTONECHEN, AC & DÓRO, MP. ‘Qualidade de Vida, Ansiedade e Depressão em pacientes da Hemato-Onco com Dor Crônica’. Saúde (Santa Maria), Vol. 42, n. 1, p. 225-234, Jan./Jun, 2016. http://cascavel.ufsm.br/revistas/ojs-2.2.2/index.php/revistasaude

ANTONECHEN, AC.; DÓRO, MP. Estigmas e Singularidades Psicológicas da Dor na Clínica Hemato-Oncologia. Capítulo 11. 245-263p. In: DÓRO, MP.; PELAEZ, JM.; WENTH, RC. (ORG). ONCO-HEMATO -TRANSPLANTE: O Caminhar na Práxis da Psicologia- Livro II. 1a Edição. Curitiba-Pr. Editora Prismas. 2018. 284 p. ISBN: 978-85-537-0037-0.

Associação Brasileira de Transplante de Órgãos. Manual de Informações ao Paciente de TMO. 2017. Disponível em:http://www.abto.org.br/abtov03/default.aspx?c=933. Acesso em: 19/01/2017.

Associação Americana de Psiquiatria. Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais - DSM-5. Tradução Maria Inês Correa Nascimento. Porto Alegre: Artmed, 2014.

ARANHA, F. J. P. Leucemia Mielóide Crônica: transplante de medula óssea. Revista Brasileira de Hematologia e Hemoterapia, São Paulo, v. 30, supl. 1, p. 41-46, 2008.

ARAUJO, M. A. Estratégias de diagnóstico e avaliação psicológica. Psicologia, Teoria e Prática, São Paulo, v. 9, n. 2, p. 126-141, 2007.

BARROS, A. R.; PRESTES, D. C.; SILVA, D.; TRIBUZY, E.; ROSA, J. G.; ANGIOLETTI, G. C.; SANTOS, L. M. O.; SOUZA, R. R. Psicologia Hospitalar: Considerações sobre assistência, ensino, pesquisa e gestão. Curitiba: CRP PR, 2016.

BRASIL. Lei nº 4.119 de 27 de Agosto de 1962. Dispõe sobre os cursos de formação em Psicologia e regulamenta a profissão de psicólogo. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/1950-1969/L4119.htm, Acesso em: 10/02/2017.

CAMARA, R. A.; AMATO, M. A. P. A vivência de pacientes com câncer hematológico sob a perspectiva do psicodrama. Revista Brasileira de Psicodrama, São Paulo, v. 22, n. 1, p. 85-91, 2014.

CANTARELLI, A. P. S. Novas abordagens da atuação do psicólogo no contexto hospitalar. Revista SBPH, Rio de Janeiro, v. 12, n. 2, p. 137-147, 2009.

CASTILLO, A. R.; RECONDO, R.; ASBAHR, F. R.; MANFRO, G. G. Transtornos de ansiedade. Revista Brasileira de Psiquiatria, São Paulo, v. 22, supl. 2, 2000.

CHIODI, M. G.; WECHSLER, S. A. Avaliação psicológica: contribuições brasileiras. Boletim da Academia Paulista de Psicologia, São Paulo, v. 28, n. 2, p. 197-210, 2008.

CRUZ, L. N. Medidas de qualidade de vida e utilidade em uma amostra da população de Porto Alegre. 2010. 270f. Teses (Doutorado em Epidemiologia) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre.

DELFINO, M. R. R., KARNOPP, Z. M. P.; ROSA, M. R. Q. P.; PASIN, R. R. Repercussões do processo de ensinar-aprender em serviços de saúde na qualidade de vida dos usuários. Trabalho, Educação e saúde, Rio de Janeiro, v. 10, n. 2, 2012.

DELITTI, M. Depressão: A solução depende de vários modelos teóricos?. In. KERBAUY, R. R. Sobre Comportamento e Cognição: Conceitos, pesquisas e aplicação, a ênfase no ensinar, na emoção e no questionamento clínico. V.05. Santo André: ESETec, 2000, PP 269-272.

DEMETRIO, F. N. Depressão: Bases Anátomo-Fisiológicas. In. ZAMIGNANI, D. R. Sobre Comportamento e Cognição: A aplicação da Análise do Comportamento e

da Terapia Cognitivo-Comportamental no hospital geral e nos transtornos psiquiátricos. V.03. Santo André: ESETec, 2001, PP 150-158.

DIAS, A. L. P; SILVA, L. D. Perfil do portador de lesão crônica de pele: fundamento a autopercepção de qualidade de vida. Escola Anna Nery, Rio de Janeiro, v. 10, n. 2, 2006.

DÓRO, M. P.; PASQUINI, R.; LOHR, S. S. A functional assessment of adolescents who were recipients of bone marrow transplantation: a prospective study. Revista Brasileira de Hematologia e Hemoterapia, São José do Rio Preto, v. 25, n. 1, p. 5-15, 2003.

DÓRO, MP; ZANIS-NETO, J; CARVALHO, D; PELAEZ, JM; FUNKE, VAM; PASQUINI, R. ‘Bone Marrow Transplant Long-Term Survivors` Satisfaction with Quality of Life: Comparison with a Control Group’. Open Journal of Medical Psychology. ISSN Print: 2165-9370. ISSN Online: 2165-9389. DOI: 10.4236. 2014. Website: http://www.scirp.org/journal/ojmp

DÓRO, M. P.; PELAEZ, J. M.; DÓRO, C. A.; ANTONECHEN, A. C.; MALVEZZI, M.; BONFIM, C. M. S.; FUNKE, V. M. Psicologia e musicoterapia: uma parceria no processo psicoativo dos pacientes do Serviço de Transplante de Medula Óssea. Revista SBPH, Rio de Janeiro, v. 18, n. 1, p. 105-130, 2015.

DÓRO, M. P.; ANTONECHEN, AC.; OKUMURA, I. M. Pain, Patients’ Needs and Health-Related Quality of Life. Section 3: Social Psychology of Human and Social Development. Chapter 6, 59-68p. In Editor Brij Mohan. Construction of Social Psychology. Advances in Psychology and Psychological Trends. in Science Press. ISSN of Collection: 2183-2854 e ISBN of this volume: 978-989-99389-3-9. 202p. 2015.

‘The electronic version is already available on our website www.insciencepress.org - and the direct link to access and download the book is http://insciencepress.org/construction-of-social-psychology/ .

DÓRO, MP; ANTONECHEN, AC.; OKUMURA, IM.; SANTOS, NRC.; LUCKOW, B.; ZAMPIROM, K. Organizadoras. “Manual do Programa de Psicologia dos Serviços de Transplante de Medula Óssea e de Onco-Hematologia do Complexo HC da UFPR” Curitiba: Complexo HC/UFPR. Primeira edição:259p. 2016. ISBN: 978-85-89411-06-6. Publicação eletrônica. Disponível em:http://www.ebserh.gov.br/documents/1948338/2326847/manual_do_programa_de_psicologia_do_stmo_e_oncologia%5B1%5D.pdf

DÓRO, MP.; PELAEZ, JM.; História, Concepção e Mediação da Qualidade de Vida em Relação à Saúde. Capítulo 6. 89-116p. In: DÓRO, MP.; PELAEZ, JM.; WENTH, RC. (ORG). ONCO-HEMATO -TRANSPLANTE: O Caminhar Interdisciplinar - Livro I. 1a Edição. Curitiba-Pr. Editora Prismas, 2018. 256 p. ISBN: 978-85-537-0038-7.

DÓRO, MP.; SANTOS, KC.; PELAEZ, JM. Contribuição da Psicologia no Contexto do Serviço de Transplante de Medula Óssea. Capítulo 1. 23-59p. In: DÓRO, MP.; PELAEZ, JM.; WENTH, RC. (ORG). ONCO-HEMATO -TRANSPLANTE: O Caminhar na Práxis da Psicologia- Livro II. 1a Edição. Curitiba-Pr. Editora Prismas. 2018. 284 p. ISBN: 978-85-537-0037-0.

DÓRO, MP; CARDOSO, E.A.O; GRINGS, CO; MAREZE, JTG.

Psicologia – Diretrizes e Sugestões de Ações em relação ao paciente, ao familiar-cuidador e doador aparentado do TCTH. Disponíveis no: (http://sbtmo.org.br/saiba-mais-sobre-transplantes.php) da Sociedade Brasileira de Transplante de Medula Óssea, SBTMO. Site: www.sbtmo.org.br 2018.

DÓRO, M.P. (2020). Psicólogo do paciente em TCTH no Sistema Público de Saúde: Particularidades do Contexto e Implicações Psicossociais. Capítulo.6. 95-127. In: Baptista, Caio Henrique Vianna (Org.). Psicologia e Psico-Oncologia em Transplante de Medula Óssea. São Paulo: Editora Maker Mídia. 252p. ISBN: 978-65-990105-1-4.

EFFICACE, Fábio; BRECCIA, Massimo; COTTONE, Francesco; OKUMURA, Iris.; DÓRO, Maribel Pelaez; RICCARDI, Francesca; ROSTI, Gianantonio; BACCARANI, Michele ‘Psychological Well-being and Social Support in Chronic Myeloid Leukemia Patients Receiving Lifelong Targeted Therapies’. Supportive Care in Cancer. Published online: July 2016. DOI 10.1007/s00520-016-3344-6.

FERMO, V. C.; RADUNZ, V.; ROSA, L. M.; MARINHO, M. M. Cultura de segurança do paciente em unidade de Transplante de Medula Óssea. Revista Brasileira de Enfermagem, Brasília, v. 68, n. 6, p. 1139-1146, 2015.

FONSECA, R. B.; SECOLI, S. R. Medicamentos utilizados em transplante de medula óssea: um estudo sobre combinações dos antimicrobianos potencialmente interativos. Revista da Escola de Enfermagem USP, São Paulo, v. 42, n. 4, p. 706-714, 2008.

GAROFOLO, A. MODESTO, P. C.; GORDAN, L. N.; PETRILLI, A. S.; SEBER, A. Perfil de lipoproteínas, triglicérides e glicose plasmáticos de pacientes com câncer durante o transplante de medula óssea. Revista de Nutrição, Campinas, v. 19, n. 2, p. 281-288, 2006.

GIMENES, G. F. Usos e significados da qualidade de vida nos discursos contemporâneos de saúde. Trabalho, Educação e Saúde, Rio de Janeiro, v. 11, n. 2, 2013.

GUIMARAES, F. A. B.; OLIVEIRA-CARDOSO, E. A.; MASTROPIETRO, A. P.; VOLTARELLI, J. C.; SANTOS, M. A. Impact of autologous hematopoetic stem cell transplantation on the quality of life of patients with multiple sclerosis. Arquivos de Neuro-Psiquiatria, São Paulo, v. 68, n. 4, p. 522-527, 2010.

GUIMARAES, F. A. B.; SANTOS, M. A.; OLIVEIRA, E. A. Qualidade de vida de pacientes com doenças auto-imunes submetidos ao transplante de medula óssea: um estudo longitudinal. Revista Latino-Americana de Enfermagem, Ribeirão Preto, v. 16, n. 5, p. 856-863, 2008.

HUNZIKER, M. H. L. O Desamparo Aprendido e a Análise Funcional da Depressão. In. ZAMIGNANI, D. R. Sobre Comportamento e Cognição: A aplicação da Análise do Comportamento e da Terapia Cognitivo-Comportamental no hospital geral e nos transtornos psiquiátricos. V.03. Santo André: ESETec, 2001, PP 141-149.

KUNZLER, L. S.; ARAUJO, T. C. C. F. Cognitive therapy: using a specific technique to improve quality of life and health. Estudos em Psicologia, Campinas, v. 30, n. 2, p. 267-274, 2013.

MELLO, C. N. H.; MARTINS, M. L. C.; CHAMONE, D.; PINTO, K. O.; SANTOS, N. O.; LUCIANT, M. C. S. Intervenções psicológicas realizadas na clínica onco-hematolótica: discussão acerca das possibilidades clínicas apresentadas na literatura. Psicologia Hospitalar, São Paulo, v. 5, n. 1, p. 73-99, 2007.

MEINERZ, C.; CHAGAS, M.; DALMOLIN, L. C.; SILVEIRA, M. D. P.; CAVALHERO, F.; FERREIRA, L. A. P.; BAZZO, M. L. Avaliação do percentual de compatibilidade HLA entre membros da mesma família para pacientes à espera de transplante de medula óssea em Santa Catarina, Brasil. Revista Brasileira de Hematologia e Hemoterapia, São Paulo, v. 30, n. 5, p. 359-362, 2008.

MENDRONE JUNIOR, A. Sangue periférico como fonte de células para terapia celular. Revista Brasileira de Hematologia e Hemoterapia, São Paulo, v. 31, supl. 1, p. 19-24, 2009.

MORANDO, J.; MAUAD, M. A.; FORTIER, S. C.; PIAZERA, F. Z.; SOUZA, M. P.; OLIVEIRA, C.; MACHADO, C.; MATOS, E.; AZEVEDO, W. M.; RIBEIRO, L. L.; NUNES, E. C.; BITENCOURT, M. A.; SETÚBAL, D. C.; FUNKE, V. M.; OLIVEIRA, M. M.; MEDEIROS, L. A.; NABHAN, S. K.; LOTH, G.; SOLA, C. B. S.; KOLISKI, A.; PASQUINI, R.; ZANIS NETO, J.; COLTURATO, V. A. R.; BONFIM, C. M. S. Transplante de células-tronco hematopoéticas em crianças e adolescentes com

leucemia aguda: experiência de duas instituições Brasileiras.Revista Brasileira de Hematologia e Hemoterapia, São Paulo, v. 32, n. 5, p. 350-357, 2010.

MUNITZ-SHENKAR, D.; KRULIK, T.; PERETZ, C.; SHILOH, R.; ELHASID, R.; TOREN, A.; WEIZMAN, A. Psychological and cytokine changes in children and adolescents undergoing hematopoietic stem cell transplantation. European Neuropsychopharmacology, Londres, V. 17, N. 01, P. 58—63, 2007.

NAKAMURA, L.; AOYAGI, G.A.; DORNELES, S. F.; BARBOSA, S. R. M. Correlação entre produtividade, depressão, ansiedade, estresse e qualidade de vida em residentes multiprofissionais em saúde. Brazilian Journal of Development. São José dos Pinhais, v. 6, n. 12, p. 96892 – 96905, 2020.

NORONHA, A. P. P.; REPPOLD, C. T. Considerações sobre a avaliação Psicológica no Brasil. Psicologia, Ciência e Profissão, Brasília, v. 30, n. spe, p. 192-201, 2010.

OLIVEIRA-CARDOSO, E. A.; MASTROPIETRO, A. P.; VOLTARELLI, J. C.; SANTOS, M. A. Qualidade de vida de sobreviventes do transplante de medula óssea (TMO): um estudo prospectivo. Psicologia, Teoria e Pesquisa, Brasília, v. 25, n. 4, p. 621-628, 2009.

OLIVEIRAO, E. A.; SANTOSO, M. A.; MASTROPIETRO, A. P.; VOLTARELLI, J. C. Repercussões psicológicas do transplante de medula óssea no doador relacionado. Psicologia, Ciência e Profissão, Brasília, v. 27, n. 3, p. 430-445, 2007.

ORTIZ, E.; NAKAMURA, E.; MAGALHÃES, R.; SOUZA, C. A.; CHONE, C. T.; VIGORITO, A. C.; SAKANO, E. Valor prognóstico da tomografia computadorizada de seios paranasais no transplante de células-tronco hematopoiéticas. Brazilian Journal Otorhinolaryngology, São Paulo, v. 76, n. 5, p. 618-622, 2010.

PONTES, L.; GUIRARDELLO, E. B.; CAMPOS, C. J. G. Demandas de atenção de um paciente na unidade de transplante de medula óssea. Revista da Escola de Enfermagem USP, São Paulo, v. 41, n. 1, p. 154-160, 2007.

REIS, M. A. L.; VISENTAINER, J. E. L.. Reconstituição imunológica após o transplante de medula óssea alogênico. Revista Brasileira de Hematologia e Hemoterapia, São José do Rio Preto, v. 26, n. 3, p. 212-217, 2004.

RIUL, S.; AGUILLAR, O. M. Contribuição à organização de serviços de transplante de medula óssea e a atuação do enfermeiro. Revista Latino-Americana de Enfermagem, Ribeirão Preto, v. 5, n. 1, p. 49-57, 1997.

SABOYA, R.; DULLEY, F. L.; FERREIRA, E.; SIMÕES, B. Transplante de medula óssea com doador familiar parcialmente compatível. Revista Brasileira de Hematologia e Hemoterapia, São Paulo, v. 32, supl. 1, p. 13-15, 2010.

SANTOS, M. A.; MARQUES, L. A. S.; OLIVEIRA-CARDOSO, E. A.; MASTROPIETRO, A. P.; TEIXEIRA, C. R. S.; ZANETTI, M. L. Percepção de pacientes com diabetes mellitus tipo 1 sobre o transplante de células-tronco hematopoéticas. Psicologia, Teoria e Pesquisa, Brasília, v. 28, n. 4, p. 425-433, 2012.

SANTOS, M. A.; SILVA, A. F. S.; OLIVEIRA-CARDOSO, E. A.; MASTROPIETRO, A. P.; VOLTARELLI, J. C. Impact of autologous hematopoietic stem cell transplantation on the quality of life of type 1 diabetes mellitus patients. Psicologia, Reflexão e Critica, Porto Alegre, v. 24, n. 2, p. 264-271, 2011.

SANTOS, M. Z.; SARDÁ JUNIOR, J. J.; MENEZES, M.; THIEME, A. L. Avaliação do desenvolvimento cognitivo de crianças com câncer por meio do DFH III. Avaliação Psicológica, Itatiba, v. 12, n. 3, p. 325-332, 2013.

SATEPSI. Sistema de Avaliação de Testes Psicológicos. Conselho Federal de Psicologia. 2017. Disponível em: http://satepsi.cfp.org.br/. Acesso em: 29/01/2017.

SEBER, A. O transplante de células-tronco hematopoéticas na infância: situação atual e perspectivas. Revista Brasileira de Hematologia e Hemoterapia, São Paulo, v. 31, supl. 1, p. 59-67, 2009.

SILVA, L. M. G. Breve reflexão sobre autocuidado no planejamento de alta hospitalar pós-Transplante de medula óssea (TMO): relato de caso. Revista Latino-Americana de Enfermagem, Ribeirão Preto, v. 9, n. 4, p. 75-82, 2001.

SILVA, M. J. S.; SOUZA, P. G. V. D. Desenvolvimento de doenças e complicações após transplante de medula óssea. Brazilian Journal of Development. São José dos Pinhais, v. 6, n. 12, p. 98279 – 98294, 2020.

SIMONETTI, A. Manual de psicologia hospitalar: o mapa da doença. 2ª ed. São Paulo: Casa do psicólogo, 2006.

SLOVACEK, L. SLOVACKOVA, B.; JEBAVY, L.; MACINGOVA, Z. Psychosocial, health and demographic characteristics of quality of life among patients with acute myeloid leukemia and malignant lymphoma who underwent autologous hematopoietic stem cell transplantation. Sao Paulo Medical Journal, São Paulo, v. 125, n. 6, p. 359-361, 2007.

SOMMACAL, H. M.; JOCHIMS, A. M. K.; SCHUCH, I.; SILLA, L. M. R. Comparação de métodos de avaliação nutricional empregados no acompanhamento de pacientes submetidos a transplante de células-tronco hematopoéticas alogênico. Revista Brasileira de Hematologia e Hemoterapia, São Paulo, v. 32, n. 1, p. 50-55, 2010.

ZANONI, AP; DÓRO, MP; ZANIS-NETO, J; BONFIM, CMS. ’A Percepção de Adolescentes submetidos ao Transplante de Células-Tronco Hematopoiéticas em relação à própria hospitalização’. Revista SBPH v.13 n.1, Rio de Janeiro, RJ, junho, 2010.

ZANONI, AP; SANTOS, KC; DÓRO, MP. ‘O Trabalho da Psicologia com Pacientes Pediátricos em um Serviço de Transplante de Células-Tronco Hematopoiéticas: Considerações Junguianas’. Capítulo 15. 257-275p. In Amorin, S. & Bilotta, FA. Jung e Saúde: Temas Contemporâneos. Jundiaí, SP. Paco Editorial. 348p. ISBN: 978-85-8148-466-2. 2014.

WATANABE, A. M.; OMOTTO, C. A.; DI COLLI, L.; HAYASHI, V. M. H. Percepção da comunidade nipo-brasileira residente em Curitiba sobre o cadastro de medula óssea. Revista Brasileira de Hematologia e Hemoterapia, São Paulo, v. 32, n. 2, p. 136-140, 2010.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n2-298

Refbacks

  • There are currently no refbacks.