Estudo das argamassas antigas da igreja de N. Sa do rosário dos homens pretos em São Cristóvão SE/BR/ Study of the ancient argamassas of the church of N. Sa do rosário dos homens pretos in São Cristóvão SE/BR

Eder Donizeti da Silva, Adriana Dantas Nogueira, Taina G. dos Santos, Gabriela de M. Rabelo, Maisa da S. Rocha

Abstract


Este artigo procura desenvolver dentro da Tecnologia da Conservação e Restauro, na área de materiais, a análise das características das argamassas presentes em edificações históricas, no caso a argamassa da Igreja de N. Sa do Rosário dos Homens Pretos, provavelmente construída no século XVIII, na Cidade de São Cristóvão interior do Estado de Sergipe no Nordeste Brasileiro, com o intuito de conhecer a produção de argamassas antigas e buscar alternativas para “curar” patologias relacionadas a fenômenos como umidades, cristalizações, “leprosidades” e outros agentes aos quais os objetos patrimoniais estão  suscetíveis.


Keywords


Patrimônio, Saber-fazer, Tecnologia, Conservação, Restauro.

References


AZEVEDO, Paulo Ormindo David de. (Coord.) Plano Urbanístico de São Cristóvão. Vol. II e III. Grupo de restauração e renovação arquitetônica e urbanística. FAU-UFBA, Salvador, 1980.

BELUZZO, Ana Maria de Moraes. O Brasil dos Viajantes.São Paulo: Metalivros, 1999.

BENS Móveis e Imóveis inscritos nos Livros do Tombo do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. 4 ed. Rio de Janeiro: IPHAN, 1997.

BRANDI, Cesari. Teoria de la restauración. Madrid: Alianza Editorial, 1993.

COLETÂNEA de Estudos. Universo Urbanístico Português, 1415-1822/ Helder Carita (Coord.); Renata Araujo (Coord). Lisboa: Comissão Nacional para as Comemorações dos Descobrimentos Portugueses, 1998.

FORTES, Manoel de Azevedo. O engenheiro português. Lisboa: Manoel Fernandes da Costa, 1729. V. 2.

FRANCO JUNIOR, Hilário. História das Civilizações. 2 ed. São Paulo: Atlas, 1976.

FREIRE, Felisbelo. História de Sergipe. 2 ed. Petrópolis: Vozes, 1977.

FURTADO, Celso. Formação Econômica do Brasil. São Paulo: Fundo de Cultura, 1961.

MAPA Político Regional Rodoviário e Turístico. São Paulo: Trieste, 2003.

NASCIMENTO, José Anderson. Sergipe e seus Monumentos. Aracaju: Gráfica J. Andrade, 1981.

NUNES, Maria Thetis. Sergipe Colonial I. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1989.

OLIVEIRA, Mario Mendonça de. Tecnologia da conservação e da restauração – materiais e roteiros: um roteiro de estudos. Salvador: EDUFBA/ABRACOR, 2002.

OLIVEIRA, Mario Mendonça. From Vitruvius’s ceramic powder additives to modern restoration. Lisboa: HMC 08 – 1st Historical Mortals Conference, 24 a 26 de setembro de 2008. p. 3.

PINHO, Fernando F. S. Paredes de Edifícios Antigos em Portugal. 2 ed. Lisboa: LNEC, 2008.

PRADO JUNIOR, Caio. História Econômica do Brasil. 42 ed. São Paulo: Brasiliense, 1994.

REIS FILHO, Nestor Goulart. Evolução Urbana do Brasil (1500/1720). São Paulo: Pioneira, 1968.

REVISTA SERGIPE a Novidade do Nordeste. Aracaju: Empresa Sergipana de Turismo S/A, 2001. pp. 26-29; a Foto 4 de SILVA, agosto de 2002.

ROTEIRO DE VISITA à S. Cristóvão e Laranjeiras. Aracaju: UFS realizado em 04 de setembro de 1975

SANTOS, Lourival Santana e NUNES, Maria Thetis. Catálogo de Documentos Manuscritos Avulsos da Capitania de Sergipe (1619-1822). Aracaju: UFS/Departamento de História, 1997.

SILVA, E. D. da; GOES, M; PAULO, K.P.; TEIXEIRA, R.R.S. Estudo das argamassas antigas da Igreja de N.Sra. do Amparo dos Homens Pardos em São Cristóvão, SE/BR. Brazilian Journal of Development, v.5, p.25304-25329, 2019.

SENDYK, Fernando. Do Cosmógrafo ao Satélite. Centro de Arquitetura e Urbanismo do Rio de Janeiro. Rio de janeiro: UFRJ, 2000.

TELLES, Augusto Carlos da Silva. ATLAS DOS MONUMENTOS HISTÓRICOS DO BRASIL. Brasília: MEC/DAC/FENAME. 1975.

VEIGA M. R., AGUIAR J., SANTOS SILVA A., CARVALHO F. Conservação e renovação de revestimentos de paredes de edifícios antigos. Lisboa: LNEC, 2004.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n2-266

Refbacks

  • There are currently no refbacks.