Olimpíadas escolares no município de Ijuí: uma prática pedagógica ressignificada na perspectiva da formação humana / School Olympics in the municipality of Ijuí: a ressignified pedagogical practice from the perspective of human formation

Áurea Bigolin, Paulo Carlan

Abstract


O objetivo desta pesquisa foi compreender as sensações e percepções desencadeadas nos professores e alunos numa proposta pedagógica ressignificada das Olimpíadas Escolares de Ijuí/RS, em uma perspectiva de formação humana, a partir das práticas corporais de futsal na grama e de aventura na natureza, ambas integradas ao processo formativo escolar. É uma pesquisa descritiva com delineamento de estudo de campo, de abordagem qualitativa, cujos sujeitos são alunos de 8º e 9º ano do ensino fundamental e professores de educação física de escolas municipais de Ijuí, que participaram das Olimpíadas Escolares - edição 2019, nas modalidades de futsal na grama e práticas corporais de aventura na natureza. As Olimpíadas Escolares são organizadas e realizadas anualmente pela Secretaria Municipal de Educação e Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Turismo de Ijuí/RS, coordenada por 03 professores de educação física nomeados, e com a colaboração dos demais professores de educação física das redes públicas municipais e estaduais deste município que atuam diretamente nas escolas. Os dados foram coletados através de entrevistas, observações, diário de campo, registros fotográficos e filmagens. Foi possível uma visão do que alunos e professores pensam e sentem a respeito das oportunidades de vivência de práticas corporais que não tenham como o único objetivo a competição, utilizando-a como uma excelente possibilidade didático pedagógica para a educação e formação humana. Assim, o grande desafio nas competições estudantis, é construir um formato que se desvincule, o quanto for possível, de um modelo institucionalizado, visando fomentar os efeitos positivos e evitar os efeitos negativos que a competição pode gerar em crianças e jovens, e aumentar a participação dos alunos numa gama maior de práticas corporais presentes no contexto escolar e na sociedade.


Keywords


Olimpíadas escolares, esporte, formação humana.

References


ASSIS, S. Reinventando o esporte: possibilidades da prática pedagógica. Campinas: Autores Associados, 2001.

BAGNARA, I. C.; FENSTERSEIFER, P. E. Educação física escolar: política, currículo e didática. Coleção Educação Física e Ensino. Ijuí: UNIJUÍ, 2019.

BARROSO, A. L. R. Inquietações no tratamento do esporte na educação física escolar. São Paulo: UNESP, São Paulo, 2018. Trata-se de material de apoio do Mestrado Profissional em Educação Física em Rede Nacional – PROEF Disciplina Problemáticas da Educação Física. Disponível em

texto_para_impressao.pdf>. Acesso em 29 de abr. 2019.

BONDÍA, J. L. Notas sobre a experiência e o saber de experiência. Revista Brasileira de Educação, n. 19, p. 20-28, jan./fev./mar/abr., 2002.

BRACHT, V. Esporte na escola e esporte de rendimento. Revista Movimento, Porto Alegre, v. 4, n. 12, p. 14-29, 2000/2001.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular. Educação é a Base. Brasília, MEC/CONSED/ UNDIME, 2017.

CARLAN, P. O esporte como conteúdo da educação física escolar: estudo de caso de uma prática pedagógica. Coleção Educação Física e Ensino. Ijuí: UNIJUI, 2018.

COELHO, M. I. de M.; COSTA, A. E. B. da. (Org.) A educação e a formação humana: tensões e desafios na contemporaneidade. Porto Alegre, RS: Artmed, 2009.

COIMBRA, D. Alves. Atividades físicas de aventura na natureza e possíveis aprendizados. In: SCHHWARTZ, Gisele Maria. (org.). Aventuras na natureza: consolidando significados. Jundiaí, SP:

Fontoura Ed., 2006.

FENSTERSEIFER, P.; GONZÁLEZ, F. J. Entre o “não mais” e o “ainda não”: pensando saídas do não lugar da EF escolar I e II. Cadernos de Formação RBCE, p. 10-21, mar. 2010.

FLICK, U. Métodos de Pesquisa. Introdução à pesquisa qualitativa. Tradução de Joice Elias Costa. 3ª Ed. Porto Alegre: Artmed, 2009.

FREIRE, M. Diálogo entre a educação e a natureza. In: SCHHWARTZ, Gisele Maria. (org.). Aventuras na natureza: consolidando significados. Jundiaí, SP: Fontoura Ed., 2006.

GADAMER, H. Verdade e método I: traços fundamentais de uma hermenêutica filosófica. Tradução de Flávio Paulo Meurer: revisão da tradução de Ênio Paulo Giachini. 10 Ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2008.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 5. ed. São Paulo, SP: Atlas, 2010.

HILDEBRANT-STRAMANN, R. Textos pedagógicos sobre o ensino da educação física. Ijuí: UNIJUI, 2013.

KUNZ. E. Educação física: ensino & mudanças. Ijuí: UNIJUÍ, 1991.

MONTAGNER, P. C.; SCAGLIA, A. J.; SOUZA, A. J. Pedagogia da competição em esportes: da teoria à busca de uma proposta prática escolar. Motus Corporis, Rio de Janeiro, v. 8, n. 2, p. 20-30, 2001.

MORAES, Roque; GALIAZZI, Maria do Carmo. Análise textual discursiva. 2. ed. Ijuí: UNIJUÍ, 2013. (Coleção Educação em Ciências)

RODRIGUES, N. Educação: da formação humana à construção do sujeito ético. Educação e Sociedade, v.22, n.76, p. 232-257, out. 2001.

TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. Petrópolis RJ: Vozes, 2002.

TEREZANI, D. Educação física, esporte e cultura: reencontro do ser humano com as práticas corporais de aventura. In: GAIO, R, SEABRA FILHO, L; DELGADO, M. A. (org.) Formação profissional em educação física. Várzea Paulista: Fontoura, 2013.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n2-252

Refbacks

  • There are currently no refbacks.