Formação e Prática Docente: compreendendo as lógicas que orientam a ação pedagógica na Educação infantil em Manaus/AM / Teacher Training and Practice: understanding the thoughts that guide pedagogical action in early childhood education in Manaus/AM

Jessiane de Lima Veras Alves, Leni Rodrigues Coelho

Abstract


Este estudo tem como objetivo analisar a formação das professoras da Educação Infantil, bem como, os pressupostos que fundamentam suas práticas pedagógicas e os principais desafios enfrentados em sala de aula. Para a realização da pesquisa, fundamentamos teoricamente nas obras Saviani, (2008), Lazzari (2006), Alarcão, (2001, 2010), Tardif e Lassard (2013), entre outros. Após a leitura dos teóricos, foram realizadas as entrevistas com professoras e a observação participante em sala de aula.


Keywords


Educação infantil, práticas pedagógicas, formação de professores.

References


ALARCÃO, Isabel. Professores Reflexivos em Uma Escola Reflexiva. 7. ed. São Paulo: Cortez, 2010.

AMAZONAS. Projeto Político Pedagógico. Manaus, 2017.

BRASIL. [Constituição (1988)]. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988.

Brasília, DF: Presidência da República, 2016. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm. Acesso em: 10/01/2019.

BRASIL. Decreto – Lei nº 8.069, de 13 de julho de 1990. Dispõe sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8069.htm. Acesso em: 10/01/2019.

BRASIL. Decreto - Lei nº 9.394, de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm. Acesso em: 10/01/2019.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Política Nacional de Educação Infantil. Brasília: Pelos Direitos das crianças de 0 a 6 anos à educação, 2006.

FELDMANN, Marina. Formação de Professores e Escola na Contemporaneidade. São Paulo: Senac São Paulo, 2009.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

IMBERNÓN, Francisco. Formação docente e profissional: formar-se para a mudança e a incerteza. 9. ed. São Paulo: Cortez, 2011.

KUHLMANN JR, Moysés. Infância e Educação Infantil: uma abordagem histórica. Porto Alegre: Mediação, 1998.

LIBÂNEO, José Carlos. Didática Geral. São Paulo: Cortez, 1994.

¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬LIBÂNEO, José Carlos. Didática Geral. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2013.

MIZUKAMI, Maria da Graça Nicoletti. Ensino: As Abordagens do Processo. São Paulo: Editora Pedagógica Universitária LTDA, 1986.

MOYSÉS, Lucia. O Desafio de Saber Ensinar. São Paulo: Papirus, 2001.

PINSKY, Carla Bassanezi (Org). Fontes históricas. 2. ed. São Paulo: Contexto, 2008.

SAVIANI, Dermeval. História das Ideias Pedagógicas no Brasil. 2. ed. Campinas: Autores Associados, 2008.

SCHWARTZ, Suzana. Motivação para ensinar e aprender: teoria e prática. Petrópolis/ RJ: Vozes, 2014.

SEVERINO; Antônio. Formação, perfil e identidade dos profissionais da educação: a propósito das diretrizes curriculares do curso de pedagogia. In: LAZZARI; Raquel Leite Barbosa (Org). Formação de educadores: artes e técnicas - ciências e políticos. São Paulo: editora Unesp, 2006.

TARDIF, Maurice. Saberes Docentes e Formação Profissional. 16. ed. Petrópolis; Vozes, 2014.

TARDIF, Maurice; LESSARD, Claude. O Trabalho Docente: Elementos para uma teoria docência como profissão de interações humanas. 8. ed. Petrópolis: Vozes, 2013.

VYGOSTSKY, L. S. A formação social da mente: o desenvolvimento dos processos psicológicos superiores. 4. ed. São Paulo: Martins, 1991.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n2-232

Refbacks

  • There are currently no refbacks.