Os ciclos biogeoquímicos: transposição didática por meio de um jogo de tabuleiro/ The biogeochemical cycles: didactic transposition through a board game

Éder Belém Guedes, Jéssica Magalhães Gabriel, Karla Karen Lopes Cirilo, Miriam Dal Bello Barbosa Gaiarin, Rafael Lilli Fernandes

Abstract


Este trabalho apresenta a proposta da construção de um jogo didático para a sistematização do aprendizado dos conceitos acerca dos ciclos biogeoquímicos. Trata-se de um jogo de tabuleiro a ser aplicado com abordagem multidisciplinar entre Química e Biologia. O recurso didático em questão se vale da teoria da transposição didática como elemento base para a construção de um saber em sala de aula a partir de um saber a ser ensinado, além de trazer reflexões sobre o contexto interdisciplinar e multidisciplinar do ensino, bem como sobre a utilização de jogos no ensino de ciências.


Keywords


Ensino de Ciências, Jogos Pedagógicos, Transposição Didática, Recurso Lúdico.

References


ALMEIDA FILHO, N. Transdisciplinaridade e saúde coletiva. Ciência & saúde coletiva. II (1-2), 1997.

ALMEIDA, L. B.; KUHL, M. R.; LEITE, R. M.; PADOAN, F. A. C. Métodos e técnicas utilizadas no ensino da disciplina de contabilidade de custos em cursos de ciências contábeis: um estudo exploratório em instituições públicas de ensino superior no estado do Paraná. Anais do XIV Congresso Brasileiro de Custos. João Pessoa. 2007.

AMADEU, S. O; MACIEL, M, D; A importância da transposição didática no ensino da morfologia vegetal no estudo dos frutos. Rev. Prod. Disc. Educ. Mate., São Paulo, v.3, n.1, p.82-90, 2014.

CUNHA, N. Brinquedo, desafio e descoberta. Rio de Janeiro:FAE,1988.

CARVALHO, P. S. Textos de divulgação científica em livros didáticos de ciências: uma análise à luz da teoria da transposição didática. 108 p. Dissertação (Mestrado em Ensino) – Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Foz do Iguaçu, 2017.

CHEVALLARD, Y. La Transposicion Didactica: Del saber sabio al saber enseñado. Argentina: La Pensée Sauvage,1991.

CHEVALLARD, Y. Sobre a teoria da transposição didática: Algumas considerações introdutórias. Revista de Educação, Ciências e Matemática, v.3, n.2, p.1-14, mai/ago 2013.

DOMINGUES, A. M. C; MARCELINO Jr, C. A. Jogos Educativos Aplicados no Ensino de Ciências: Uma Análise dos Trabalhos Apresentados no ENPEC. Florianópolis, 2016. Disponível em: Acesso em:20 de nov. de 2019.

DOMINGUINI, L. A transposição didática como intermediadora entre o conhecimento científico e o conhecimento escolar. Revista Eletrônica de Ciências da Educação, Campo Largo, v. 7, n. 2, nov. 2008.

FELIX, E. P.; CARDOSO, A. A. Fatores Ambientais que Afetam a Precipitação Úmida. Química Nova na Escola, nº 21, 2005.

GOMES, R. R.; FRIEDRICH, M. A Contribuição dos jogos didáticos na

aprendizagem de conteúdos de ciências e biologia. In: Encontro Regional de Biologia, 1, Rio De Janeiro, 2001, ANAIS... Rio de Janeiro: Erebio, 2001. p. 389-392.

GONÇALVES, M. C. (2004). Concepções de professores e o ensino de probabilidade na escola básica. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática). Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, São Paulo, Brasil.

GRÜBEL, J.; BEZ, M.R. Jogos Educativos. Revista Novas Tecnologias na Educação CINTED-UFRGS Vol. 4, n. 2, p. 1-7, dez, 2006.

KISHIMOTO, T. M. Jogo, brinquedo, brincadeira e a educação. Cortez, São Paulo, 1996.

KISHIMOTO, T. M. O jogo e a educação infantil, São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2002.

LARA, I. C. M. Jogando com a Matemática de 5ª a 8ª série. São Paulo: Rêspel, 2004.

LOPES, M. da G. Jogos na Educação: criar, fazer e jogar. São Paulo: Cortez, 2001.

MACEDO, L; PETTY, A.L.S.; PASSOS, N.C. Aprender com jogos e situações- problema. Porto Alegre: Artmed, 2000.

MACHADO, A, R. et al. Processos de retomada e (re)significação do conceito energia em aulas de física do ensino médio. Ensino de Ciências e Tecnologia em Revista Vol. 1, n. 1, p.16-21, jan./jun. 2011.

MAIA, P. F.; JUSTI, R. Desenvolvimento de habilidades no ensino de ciências e o processo de avaliação: análise da coerência. Revista Ciência & Educação, v. 14, n. 3, p. 431-50, 2008.

MARANDINO, M. Transposição ou recontextualização? Sobre a produção de Saberes na Educação em Museus de Ciências. Revista Brasileira de Educação, São Paulo, n. 26, mai-ago, p. 95-108, 2004.

MARTINS, C. R; et al. Ciclos Globais de Carbono, Nitrogênio e Enxofre: a Importância da Química na Atmosfera. Química Nova na Escola, nº 5, 2003.

MATOS FILHO, M. A. S, et al. A transposição didática em Chevallard: As deformações/transformações sofridas pelo conceito de função em sala de aula. In:

EDUCERE – Congresso Nacional de Educação, 2008, VIII, Curitiba. Anais... Curitiba, 2008.

MICHAELIS. Moderno dicionário da língua portuguesa on-line. São Paulo: Melhoramentos, 2019. Dicionário Michaelis on-line.

MIRANDA, S. Do fascínio do jogo à alegria do aprender nas séries iniciais. Papirus Editora, 2001.

NOGUEIRA, Z.P. Atividades Lúdicas no Ensino/Aprendizagem de Língua inglesa. Disponível em: < http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/pde/arquivos/967-4.pdf>Acesso em: 20 jul 2016.GAGNÉ, R. M. Como se realiza a aprendizagem. Rio de Janeiro: Livros Técnicos e Científicos Editora S.A, 1971.

NUNES, A. R. S. C. A. O lúdico na aquisição da segunda língua. 2004. Disponível em: Acesso em: 20 de nov. de 2019.

PEDROZA, R. L. S. Aprendizagem e subjetividade: uma construção a partir do brincar. Rev. Dep. Psicol. UFF, Niterói, v. 17, n. 2, 2005. Disponível em: Acesso em: 20 nov, 2019.

PIRES, M. F. C. Multidisciplinaridade, interdisciplinaridade e transdisciplinaridade no ensino. Interface -comunicação, saúde, educação. UNESP, v. 2, n. 2, p. 173-182, 1998.

RODIGUES, A. F. R, et al. O lúdico como estratégia do processo de ensino – aprendizagem. Brazilian Journal of Development, Curitiba, v.7, n.1, p.82-87, jan. 2021

SILVA, I. B.; TAVARES, O. A. O. Uma pedagogia multidisciplinar, interdisciplinar ou transdisciplinar para o ensino/aprendizagem da física. HOLOS, vol. 1, mai, 2005, pp. 4-12.

SILVA, T. R.; SILVA, B. R. Reflexões sobre a abordagem de ciclos biogeoquímicos no ensino de ciências: considerações para um enfoque em CTS. Revista do Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica, v. 5, n. 2, p. 5-18, 2017.

SOARES, M.H.F.B. O lúdico em Química: Jogos e atividades lúdicas aplicados ao Ensino de Química. Tese de Doutorado, São Carlos: UFSC, 2004.

TEODORO, P. G. Escolha de livros didáticos de ciências no município de Santo Antônio da Platina: uma análise da abordagem dos ciclos biogeoquímicos. Monografia de Especialização, Universidade Tecnológica Federal do Paraná – UTFPR – Câmpus Medianeira, 2014.

WAGNER, R. R (2006). A relação dos professores de matemática com o processo de transposição didática, pelo entendimento da interdisciplinaridade, da contextualização e da complexidade do conhecimento. Dissertação (mestrado em educação). Universidade Estadual de Ponta Grossa, Ponta Grossa, Paraná, Brasil.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n2-207

Refbacks

  • There are currently no refbacks.