Estudo da ação de reagentes na dispersão de minério oxidado de zinco por eletroforese / Study of reagent action in the dispersion of zinc oxided ore by electrophoresis

Thiago Duarte Figueiredo, Isabela dos Santos Stopa, Paula Bernardes Barreto, Francielle Câmara Nogueira, Kennedy da Silva Ramos, Carlos Alberto Pereira

Abstract


A caracterização de minérios é uma etapa fundamental para dimensionar uma rota de processamento mineral eficaz, prática e estável. Além disso, o domínio do comportamento dos minerais em diferentes cenários permite o melhor aproveitamento de um recurso mineral. No beneficiamento da hemimorfita, um dos principais minerais-minério oxidado de zinco, ocorrem perdas significativas do metal na etapa de deslamagem. Sabendo disso, no presente trabalho avaliou-se o comportamento das partículas finas de hemimorfita (menor que 38 micrômetros) sob a ação de sulfeto de sódio puro e com adição de carbonato de sódio. Observou-se, principalmente, as propriedades de superfície por meio de ensaios de mobilidade eletroforética (me). A mobilidade eletroforética da hemimorfita foi obtida em função do pH do sistema. Na faixa de pH de 9 a 10 foi possível observar uma maior eletronegatividade e, portanto, maior dispersão do sistema devido a repulsão eletrostática. Além disso, o ponto isoelétrico (PIE) da hemimorfita foi determinado pelo método de Mular e Roberts e alcançou um valor carga zero em pH próximo de 7. O estudo permitiu um maior conhecimento do comportamento da hemimorfita durante o beneficiamento mineral podendo, então, contribuir para a otimização do processo.


Keywords


Hemimorfita, Dispersão, Pontencial Zeta, PIE, Reagentes.

References


Chen, A.; Li, M.; Qian, Z.; Ma, Y.T.; Che, J.; Ma, Y.L. Hemimorphite ores: A review of processing technologies for zinc extraction. J. Miner. Met. Mater. Soc. 2016, 68, 2688–2697.

GALERY, R., Influência do estado de dispersão na flutuabilidade do sistema willemita/dolomita Dissertação de mestrado, UFMG, 1985. 92 p.

Lima, R. M. F., Luz J. A. M. Tratamento de Minérios: Práticas Laboratoriais. 1a. ed. Rio de Janeiro: CETEM; 2007. Chapter 29, Mobilidade Eletroforética (Eletroforese), p. 507-532.

Lima T.M., Neves, C.L. Sumário mineral 2016. vol.35. Brasília: DNPM; 2017. Chapter 49, Zinco, p. 112-113.

Martins, M., Filho, L. S. L., Leite, P. R., Lima, J. R. B. Influência do estado de agregação da polpa na flotação de quartzo, apatita e calcita. REM: R. Esc. Minas 2006; 59(1); 55-60.

Mular, A.L., Roberts, R.B. A simplified method to determine isoeletric points of oxides. Transactions of the Canadian Institute of Mining and Metallurgy 1966; 438-9.

Pereira, C. A., Peres, A. E. C., Gontijo, M. D. Estudo da condição de carga zero da xenotina e da zirconita. REM: R. Esc. Minas 1998; 51(1); 57-61.

Santos, J. F. Relatório Técnico 25 – Perfil do Minério de Zinco. 3ª ed. Ministério de Minas e Energia & Banco

Mundial; 2010.

Yang, D.C. Beneficiation Of Mineral Fines, Problems And Research Needs. Nova York: AJME 1979. Flotation in Systems with Controlled Dispersion - Carrier Flotation, etc, p. 295-308.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n2-184

Refbacks

  • There are currently no refbacks.