Dificuldade de aprendizagem matemática no ensino fundamental com aporte em representação semiótica / Mathematical learning difficulty in fundamental education with a support in semiotic representation

Maria Neuraildes Gomes Viana, Walter Rodrigues Marques, Francisco das Chagas Santos Costa, Clenilma da Silva Trindade, Marizelia Dielle de Freitas

Abstract


Este artigo caracteriza-se como uma investigação de cunho qualitativa realizada com alunos do quinto ano das séries iniciais do Ensino Fundamental, com objetivo de verificar suas habilidades e competências na resolução das atividades nas aulas de matemática, à luz da Teoria de Duval, em que o aluno deve estabelecer relações entre tratamento e definir de registros. Observou-se que as dificuldades dos alunos nas atividades proposta está centrada no domínio da leitura e interpretação do problema, sem essa compreensão dos objetivos propostos, as dificuldades de aprendizagem se tornarão um ponto crucial no desenvolvimento das operações matemáticas. Portanto, com a utilização de uma variedade de registro de representação, eles podem visualizar mais facilmente os objetos matemáticos, visto que nem sempre esses objetos são passíveis de percepção. Desta forma, obrigatória-se ao professor que ao trabalhar com os alunos, deve cumprir-se de forma participativa, mobilizando vários tipos de registros. 


Keywords


Matemática, Registros de Representação Semiótica, Dificuldades de aprendizagem, Teoria de Duval.

References


BARUDY, J.; DANTAGNAN, M. Los buenos tratos a la infancia: Parentalidad, apego y resiliência. Barcelona: GEDISA, 2005.

BERRY, R. Q.; SMITH, M. S.; LEINWAND, Steven et al. De los princípios a la acción: para garantizar el éxito matemático para todos. Tradutor: Demétrio Garmendia Guerrero. México D.F: Editando Libros S.A, 2015.

BRASIL. Ministério da Educação Secretaria da Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Matemática 3ª ed. Brasília: MEC/SEF, 2001. 142 p.

CARRAHER, Terezinha; SCHLIEMANN, Analúcia; CARRAHER, Davi William. Na vida dez, na escola zero. 4 ed. São Paulo: Cortez, 1990. 182 p.

COLOMBO, J. A. A. Representações semióticas no ensino: contribuições para reflexões acerca dos currículos de matemática escolar. 251 f. (Tese de Doutorado em Educação Científica e Tecnológica). Centro de Ciências da Educação, Centro de Ciências Biológicas, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2008.

CURI, E. A matemática e os professores dos anos iniciais. São Paulo: Musa Editora, 2005.

FLICK, Uwe. Uma introdução à pesquisa qualitativa. 2. ed. Porto Alegra: Bookman, 2004.

FLORES, Claúdia Regina. Registros de representação semiótica em matemática: história, epistemologia, aprendizagem. Bolema, Rio Claro, ano 19, n. 26, p. 77-102, 2006.

D’AMBROSIO, Ubiratan. Educação para uma sociedade em transição. Campinas, SP: Papirus, 1999.

D’AMBROSIO, Ubiratan. História da Matemática e Educação. In: FERREIRA, Eduardo Sebastiani (Org.) Cadernos CEDES 40. Campinas: Papirus, 1996.

DAMM, Regina Flemmning. Representação, compreensão e resolução de problemas aditivos. In: MACHADO, S. D. A. (Org.). Aprendizagem em matemática: registros de representação semiótica. 3. ed. Campinas/SP: Papirus, 2010, p. 35-47.

DAMM, Regina Flemmning. Registros de representação. In: MACHADO, Sílvia Dias Alcântara (org.). Educação Matemática: uma (nova) introdução. 3 ed. São Paulo: EDUC, 2012.

DUVAL, R. Registro de representação semiótica e funcionamento cognitivo da compreensão em matemática. In: MACHADO S. D. A. (Org.). Aprendizagem em matemática: registros de representação semiótica. 3. ed. Campinas/SP: Papirus, 2007, p.11-33.

DUVAL, R. Semioses e pensamento humano: registros semióticos e aprendizagens intelectuais. Tradução: Lênio Fernandes Levy e Maria R. A da Silva. 1ª ed. São Paulo/SP: Editora Livraria da Física, 2009.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

NÓVOA, A. Os professores e as histórias da sua vida. In: _ (Org.). Vidas de professores. Porto: Porto, 1992. P. 9-30.

MEDEIROS, Cleide F. Por uma Educação Matemática como intersubjetividade. In: BICUDO, Maria A. V. (org.). Educação Matemática. 2ª ed. São Paulo: Centauro, 2005, p.13-44.

MORETTI, M T. A translação como recurso no esboço de curvas por meio de interpretação global de propriedades figurais. In: MACHADO, S. D. A. (Org.). Aprendizagem em matemática: registros de representação semiótica. 3ª ed. Campinas/SP: Papirus, 2007, p.149-160

PANIZZA, Mabel (org.). Ensinar matemática na Educação Infantil e nas Séries Iniciais: análise e propostas. Tradução: Antônio Feltrin. Porto Alegre: Artmed, 2006.

PAVANELLO, R. M. Matemática nas séries iniciais do ensino fundamental: a pesquisa e a sala de aula. São Paulo: Artmed, 2004.

SAVIANI, D. Pedagogia Histórico-Crítica: primeiras aproximações. 5 ed. Campinas: Autores Associados,1998.

SPINILLO, Alina G.; MAGINA, Sandra. Alguns “mitos” sobre a Educação Matemática e suas consequências para o Ensino Fundamental. In: PAVANELLO, Regina M. (org.). Matemática nas séries iniciais do Ensino Fundamental: a pesquisa em sala de aula. São Paulo: Biblioteca do Educador Matemático, v. 2, 2004, p. 7-36. Coleção SBEM.

VIANA, Maria Neuraildes Gomes; MARQUES, Walter Rodrigues; LUZ, Joelice Silva da; BARROS, Maria José Conrado Serra; FREITAS, Marizelia Dielle de; MARQUES, Ana Paula Cerqueira; MACHADO, André Nogueira; ROCHA, Luís Félix de Barros Vieira. Implicações da dislexia no processo de ensino/aprendizagem. In: Braz. J. of Develop., Curitiba, v. 6, n. 9, p. 71956-71971, sep. 2020.

VIANA, Maria Neuraildes Gomes; VITURIANO, Hercília Maria de Moura; MARQUES, Walter Rodrigues; FRAZÃO, Aline Aparecida Nascimento; SÁ, Raimunda Maria Barbosa; SOARES, Hérbia Araújo; SOUSA, Domingos Mafra; LOBATO, José João Santos. Dificuldades de aprendizagem: um estudo de caso na Escola Municipal Osvaldino José de Sousa. In: Braz. J. of Develop., Curitiba, v. 6, n. 10, p.75960-75978, oct. 2020.

VIGOTSKI, L. S. A formação social da mente: o desenvolvimento dos processos psicológicos superiores. São Paulo: Martins Fontes, 2010.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n2-187

Refbacks

  • There are currently no refbacks.