Violência contra homossexuais na cidade de Macapá e as estratégias de combate adotas pelo poder público / Violence against homosexuals in the city of Macapá and the fighting strategies adopted by the government

João Marcelo Coutinho Dias, Kátia Paulino dos Santos

Abstract


Diante da história de preconceito vivida por homossexuais e do crescente número de violência contra homossexuais no Brasil, busca-se com este artigo compreender as estratégias de combate adotas pelo poder público na cidade de Macapá. Utilizou-se pesquisa qualitativa, por meio de pesquisa de campo, com realização de entrevista a diferentes representantes governamentais e não-governamentais. Analisou-se neste artigo a evolução de direitos dos homossexuais no Brasil e o que já se tem no país para combater a violência contra homossexuais. A partir das entrevistas realizadas foi possível abstrair que a cidade de Macapá não possui mecanismos que sejam realmente eficientes no combate a violência contra homossexuais. É inegável que de há avanços, mas ainda assim, não se tem uma política que pelo menos sistematize informações e estatísticas para a fundamentação de políticas públicas, muito menos uma lei ou proposta de lei que puna administrativamente a violação de direitos LGBT em âmbito municipal ou estadual.


Keywords


Violência, homossexualidade, preconceito, políticas públicas.

References


BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil, 1988.

BRASIL. Anais da Conferência de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais - GLBT. Direitos humanos e políticas públicas: o caminho para garantir a cidadania GLTB. Brasília, 2008

BRASIL. Cirurgias de mudança de sexo são realizadas pelo SUS desde 2008. 2014. Disponível em: http://www.brasil.gov.br/cidadania-e-justica/2015/03/cirurgias-de-mudanca-de-sexo-sao-realizadas-pelo-sus-desde-2008. Acesso: 07/04/2019.

BRASIL. Dilma: "O módulo LGBT do Disque 100 é hoje a principal ferramenta no combate à violência homofóbica". 2017. Disponível em: http://www.brasil.gov.br/governo/2014/05/dilma-o-modulo-lgbt-do-disque-100-e-hoje-a-principal-ferramenta-no-combate-a-violencia-homofobica. Acesso em: 03/04/2019.

BRASIL. Decreto nº 8.727/2016. Brasília: 28 de abril de 2016. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2016/Decreto/D8727.htm. Acesso em: 03/12/2019.

BRASIL. Estatuto da Criança e do Adolescente, Câmera dos Deputados, Lei no 8.069, de 13 de julho de 1990. DOU de 16/07/1990 – ECA. Brasília, DF.

BRASIL. Lei 7.716/1989. Brasília: 05 de janeiro de 1989. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l7716.htm. Acesso em 15/10/2019.

BRASIL. Lei 9.278/1936. Brasília: 10 de maio de 1996. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/L9278.htm. Acesso em 15/10/2019.

CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA. Resolução n° 001/1999. Brasília: 22 de março de 1999. Disponível em: https://www.conjur.com.br/2005-jul-05/casal_homossexuais_garante_direito_adotar_crianca. Acesso em 04/12/2019.

CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA. Resolução Nº 175 de 14/05/2013. Brasília: 14 de maio de 2013. Disponível em: https://priscilaaguiar.jusbrasil.com.br/noticias/111681092/resolucao-n-175-de-14-de-maio-de-2013. Acesso em: 12/09/2019

FORTALEZA. Lei nº 8.221/1998. Fortaleza: 28 de dezembro de 1998. Disponível em: https://www.legisweb.com.br/legislacao/?id=174836. Acesso em: 12/12/2019.

FREITAS, Caroline. Justiça do DF oficializa primeiro casamento entre mulheres. 2011. Disponível em: https://veja.abril.com.br/brasil/justica-do-df-oficializa-primeiro-casamento-entre-mulheres/. Acesso: 16 Abr. 2019

IRINEU, Bruna. 10 anos do Programa Brasil sem Homofobia: Notas Críticas. 2014. Disponível em: http://periodicos.ufes.br/temporalis/article/viewFile/7222/6153. Acesso em 10/05/2019.

MELLO, Luiz; AVELAR, Rezende Bruno de; MAROJA, Daniela. Por onde andam as políticas públicas para a população LGBT no Brasil. Soc. Estado. Brasília, v. 27, n. 2, p. 289-312, Aug. 2012. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-69922012000200005&lng=en&nrm=iso. Acesso: 24/05/2019.

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Conselho Nacional de Combate à Discriminação. Brasil Sem Homofobia: Programa de combate à violência e à discriminação contra GLTB e promoção da cidadania homossexual. Brasília, 2004.

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Portaria nº 457/2008. Brasília: 19 de agosto de 2008. Disponível: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/sas/2008/prt0457_19_08_2008.html. Acesso em: 11/11/2019.

PEREIRA, José Matias. Manual de Metodologia da Pesquisa Científica. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2016.

PERNAMBUCO. Decreto nº 21.670/1999. Recife: 27 de agosto de 1999. Disponível em: http://www.dhnet.org.br/dados/pp/pedh/pe/pedhpe.htm. Acesso: 10/05/2019.

RAMALHO, Renan; OLEIVEIRA, Mariana. Ministra do STF autoriza adoção por casal de homens gays do Paraná. Disponível em: http://g1.globo.com/politica/noticia/2015/03/ministra-do-stf-autoriza-adocao-por-casal-de-homens-gays-do-parana.html. Acesso: 10/05/2019.

SÃO PAULO, BRASIL. Lei nº 10.948, de 05 de novembro de 2001. Dispõe sobre as penalidades a serem aplicadas à prática de discriminação em razão de orientação sexual e dá outras providências. Diário Oficial do Estado de São Paulo. São Paulo, 06 nov. 2001.

SOUZA, Camila Cristina de Castro. Políticas públicas para população LGBT no Brasil: do estado de coisas ao problema político. 2015. Disponível em: http://www.joinpp.ufma.br/jornadas/joinpp2015/pdfs/eixo7/politicas-publicas-para-populacao-lgbt-no-brasil-do-estado-de-coisas-ao-problema-politico-.pdf. Acesso: 2/04/2019.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n2-185

Refbacks

  • There are currently no refbacks.