A importãncia da escola EJA nos presídios/The importance of the EJA school in prisons

Creuzinete Miranda Farias

Abstract


 Este trabalho tem como objetivo, fazer uma análise de como a educação pode contribuir para resgatar a autoestima do detento, preparando-o para o retorno ao convívio social, ajudando-o em sua formação como cidadão capaz de pensar e agir de forma consciente de seu papel na sociedade a luz de GIL (2008). Para esta pesquisa recorreremos a observação e a análise crítica das fontes, recursos fundamentais, sobretudo no que se refere aos documentos escritos e relatos sobre o objeto pesquisado. No decorrer da pesquisa espera-se avaliar as condições que este ensino é ofertado ao preso e identificar a relação existente entre falta de escolaridade e a reincidência criminal.


Keywords


Educação, Presídio, Direito.

References


BRASIL. Ministério da Justiça. Lei de Execução Penal. Brasília: DF, 1984.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional – LDBEN (Lei nº 9.394/96). Brasília, 20 de dezembro de 1996. Acesso em 15de mai. 2020.

Gil, Antônio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social / Antonio Carlos Gil. - 6. ed. - São Paulo: Atlas, 2008.

CHIES, Luiz Antônio Bogo. A questão penitenciária. In. Tempo Social - Revista de sociologia da USP, v. 25, n. 1, p. 15-36, 2013.

FREIRE, Paulo. Educação como prática de liberdade. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1983.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido. 17.ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.

THOMPSON, Augusto. A questão penitenciária. Rio de Janeiro: Forense, 1991.

PRADO, Alice Silva do. Educação nas prisões: desafios e possibilidades do ensino praticado nas Unidades Prisionais de Manaus. Universidade Federal do Amazonas – UFAM. 2015.

WACQUANT, Loic. As prisões da miséria. 3.ed. Rio de Janeiro: Revan, 2001. http://depen.gov.br/DEPEN/depen/sisdepen/infopen




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n2-139

Refbacks

  • There are currently no refbacks.