O ensino de matrizes e aplicabilidade em sequências didáticas integrado ao ensino tradicional / Matrix teaching and applicability in didactic sequences integrated with traditional teaching

Tonival de Sarges Corrêa, José Francisco da Silva Costa, José Maria dos Santos Lobato Junior, Antonio Maia de Jesus Chaves Neto, Marinaldo Carvalho Lobato, Rodinely Serrão Mendes, Leonardo Carlos Rodrigues Pantoja, Natanael Freitas Cabral

Abstract


Este estudo tem como objetivo investigar a aprendizagem de alunos do Ensino Médio sobre dificuldades no assunto Matrizes. A pesquisa aqui realizada se classifica como exploratória e descritiva quanto aos fins, e pesquisa bibliográfica e de campo quanto aos meios. Foi realizada inicialmente uma pesquisa bibliográfica, considerando-se que a partir das pesquisas e documentos já existentes sobre as dificuldades de aprendizagem nas aulas Matemática, mais especificamente no ensino de Matrizes foi possível contribuir no estudo aqui proposto. A pesquisa de campo foi realizada em uma sala de aula do Ensino Médio de uma escola estadual do município de Abaetetuba. Para coleta de dados foi aplicado um questionário composto por 07 questões voltadas para as dificuldades de aprendizagem nas aulas de Matemática, enfocando o ensino de Matrizes. Para análise dos dados foi realizada uma abordagem quantitativa, utilizando, de estatística descritiva. No decorrer do estudo pretende-se destacar a complexidade do conteúdo sobre Matrizes e as dificuldades enfrentadas por muitos alunos, constatando-se que os alunos acreditam que a sequência didática pode melhorar seu desempenho na aprendizagem de Matrizes, destacando-se a necessidade de contextualizar a realidade dos mesmos.


Keywords


Matemática, Ensino de Matemática, Sequência Didática, e Matrizes.

References


ARTIGUE, M. “Ingénierie Didactique”. Recherches en Didactique des Mathématiques. 1988. Grenoble: La Pensée Sauvage-Éditions, v. 9.3, 281-308.

CABRAL, Natanael Freitas. Sequência didática: estrutura e elaboração. Belém: SBEM / SBEM-PA, 2017. 104 p.

CRISTOVÃO, V. L. L. Modelos didáticos de gênero: uma abordagem para o ensino de LE. Londrina: UEL, 2007.

______. Modelo didático de gênero como instrumento para formação de professores. Gêneros textuais e práticas discursivas: subsídios para o ensino da linguagem. Bauru: EDUSC, p. 31-73, 2002.

SÁNCHEZ, J. N. G. Dificuldades de Aprendizagem e intervenção Psicopedagógica. Porto Alegre: Artmed, 2004.

SILVA, Tarcila Gesteira; BERNARDI, Giliane. Cal: Um agente pedagógico animado para apoio em um objeto de aprendizagem para o ensino de matemática. In: Brazilian Symposium on Computers in Education (Simpósio Brasileiro de Informática na Educação-SBIE). 2009.

ZABALA, Antoni. A Prática Educativa. Como ensinar. Tradução Ernani F. da F. Rosa. Porto Alegre: ARTMED, 1998. 224 páginas.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n2-110

Refbacks

  • There are currently no refbacks.