O uso da tecnologia da informação e comunicação como ferramenta para facilitar a contrução do conhecimento de química / The use of information and communication technology as a tool to facilitate the construction of knowledge of chemistry

Vanessa Viebrantz Oster, Dênis Luciano Pereira Araújo, Rodrigo Viebrantz Oster, Diana Lopes Silva, Patrícia Suelene Silva Gobira

Abstract


Um grande desnvolvimento tecnologico é visível em todos os setores,na educação não seria diferente. Hoje os discentes tem acesso a informação em tempo real, vivem em um mundo totalmente digital. Com a globalização do conhecimento as Tecnologia da Informação e Comunicação, tornou-se ferramenta indispensavel no processo de dissiminação e construção do conhecimentos. A escola tradicional, com o ensino  baseado no uso de quadro e giz, com um professor que usava apenas de aulas expositivas e alunos que estavam em sala de aula como meros ouvintes, está sendo superada, dando lugar a uma sala de aula com alunos participativos dotados de informações. Com o intuito de desmistificar o ensino da química e tornar a aula mais atraentes, este trabalho relata uso das Tecnologia da Informação e Comunicação, em meio a pandemia do COVID- 19 como ferramentas de interação entre docente e discente e também como uma forma de facilitar ao discente a construção do seu conhecimento de forma autonoma. Em virtude da gama de informação e da  forma intuitivade uso, mereceram de destacados os aplicativos:Tudo Química – Modelos Atômicos, Tabela Periódica – 2020  e InterÁtomo


Keywords


Aplicativos, Ensino, Tecnologia.

References


Ausubel, D. P. A aprendizagem significativa: a teoria de David Ausubel. São Paulo: Moraes, 1982.

Almeida et. al .Contextualização do Ensino de Química: Motivando os alunos de Ensino Médio –.X Encontro de Extensão da Universidade Federal da Paraíba- João Pessoa – 2008.

CORRADINI, Suely Nercessian; MISUKAMI, Maria da Graça Nicoletti. Práticas pedagógicas e o uso da informática. Revista Exitus, v. 3, n. 2, jul./dez., 2013, p. 85-92. Disponível em:

http://ufopa.edu.br/portaldeperiodicos/index.php/revistaexitus/article/view/152

Acesso em: 20 de janeiro de 2021.

FANTIN, Mônica; RIVOLTELLA, Pier Cesare. Interfaces da docência (des) conectada: usos das mídias e consumos culturais de professores. Caxambú/MG: ANPED, 2010. Disponível em:

http://33reuniao.anped.org.br/33encontro/app/webroot/files/file/Trabalhos%20em%20PDF/GT16-6512--Int.pdf . Acesso 20 de janeiro de 2021.

GUITERT, Motse; ROMEU, Teresa; PÉREZ-MATEO, Maria. Competencias TIC y trabajo en equipo em entornos virtuales. Revista de Universidad y Sociedad del Conocimiento (RUSC), v. 4, n. 1. Barcelona. Disponível em: https://www.academia.edu/4536454/Competencias_TIC_y_trabajo_en_equipo_en_entornos_virtuales . 20 de janeiro de 2021.

Macêdo et. al – A utilização do laboratório no Ensino de Química: Facilitador do ensino-Aprendizagem na Escola Estadual Professor Edgar Tito em Teresina – Piauí. Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação - CONNEPI –2010.

MARTINHO, T & POMBO, L. Potencialidades das TICs em ensino das ciências naturais – um estudo de caso. Revista electrónica de Enseñanza de las ciências. Granada, Espanha. p.528. 2009.

MORAN, José Manuel. ENSINO E APRENDIZAGEM INOVADORES COM

TECNOLOGIAS. Informática na Educação: teoria & prática, Rio Grande do Sul, v. 3,

n. 1, set. 2000.

PERRENOUD, P. Dez novas competências para ensinar. Porto Alegre: Artes Mé-

dicas Sul, 2000.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n2-080

Refbacks

  • There are currently no refbacks.