Prática interdisciplinar em língua de acolhimento para refugiados de Bangladesh e Paquistão na Região Administrativa de Samambaia – DF/ Interdisciplinary in a host language practice for refugees from Bangladesh and Paquistan in the Administrative Region of Samambaia – DF

Umberto Euzebio

Abstract


Esta pesquisa é resultado de uma ação interdisciplinar de extensão desenvolvida na região administrativa de Samambaia – DF para o ensino de português como língua de acolhimento para refugiados bengalis e paquistaneses. Como prática de interface interdisciplinar transversal, está voltada para o desenvolvimento humano, social, econômico e cultural. Tem como objetivo proporcionar experiência de extensão na formação universitária com desenvolvimento crítico, ético e cultural, da cidadania e da responsabilidade social com de oficinas integradoras. São atividades desenvolvidas na forma de oficinas participativas tomando como diretriz os eixos temáticos propostos pelo do fórum de pró-reitores de extensão universitária. O artigo foi dividido em seções sobre o refugiado de Bangladesh e Paquistão, a extensão na formação universitária, a língua de acolhimento como abordagem no ensino de português para refugiados e na descrição e avaliação do projeto. Quanto à metodologia foi utilizada a escuta sensível, com diálogos e observações dos resultados da prática. Na conclusão do trabalho foi constatado que essa metodologia contribui de forma efetiva para o ensino de português como língua de acolhimento pode ser aplicado tanto para o aprendizado da língua quanto para a integração dos aprendizes à realidade brasileira.


Keywords


língua não materna, interdisciplinaridade, ensino de português, extensão, formação de professor.

References


ALMEIDA FILHO, José Carlos Paes de; CUNHA, Maria Jandyra Cavalcanti. Projetos iniciais: em português para falantes de outras línguas. Brasília: EdUnB, Campinas: Pontes, 2007. 127 p.

ANÇÃ, Maria Helena Serra Ferreira. Língua portuguesa em novos públicos. Saber (e) Educar, n. 13, p. 71-87, 2008. Disponível em: http://repositorio.esepf.pt/bitstream/20.500.11796/924/2/SeE_13LinguaPortuguesa.pdf Acesso em: 10 jan. 2021.

AULETE, Caldas. Aulete digital: dicionário contemporâneo da língua portuguesa. Dicionário Caldas Aulete, versão on-line. Rio de Janeiro: Editora Lexikon Digital Ltda, [200-]. Disponível em: www.aulete.com.br/index.php. Acesso em: 13 jan. 2021.

AVALIAÇÃO Nacional da Extensão Universitária. Fórum de Pró-Reitores de Extensão das Universidades Públicas Brasileiras. [Brasília]: MEC/SESU; [Curitiba]: UFPR; [Ilhéus – BA] UESC, 2001. 98 p. (Coleção Extensão Universitária, v. 3).

BARBOSA, Lúcia Maria de Assunção; SÃO BERNARDO, Mirelle Amaral de. Língua de acolhimento. In: CAVALCANTI, Leonardo et al. Dicionário crítico de migrações internacionais. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 2017. p. 434-437.

BRASIL. Refúgio em números. 4 ed. [Brasília]: Ministério da Justiça e Segurança Pública, 2019. Disponível em: https://www.justica.gov.br/seus-direitos/refugio-em- numeros/. Acesso em: 28 dez. 2020.

CASTRO, Kássia Batista de; LIMA, Larissa Ane de Sousa (Org.). Atlas do Distrito Federal. Brasília: CODEPLAN, 2020. 150 p.

CODEPLAN – Companhia de Planejamento do Distrito Federal. Nota metodológica.

Estimativas do volume populacional por RA segundo o estudo “Projeções Populacionais 2010-2020” e a Pesquisa Distrital por Amostra Domicílios - PDAD 2018. Brasília: CODEPLAN, 2020. 34 p.

CORSINO, Carla Alessandra. Formação de professores numa perspectiva plurilíngue para o acolhimento linguístico de estudantes migrantes / refugiados. Caleidoscópio, v. 18, n. 2, p. 415-434, maio/ago., 2020. DOI: 10.4013/cld.2020.182.09

DIAS, Guilherme Mansur; SPRANDEL, Marcia Anita. A CPI do tráfico de pessoas no contexto do enfrentamento ao tráfico de pessoas no Brasil. Caderno de Debates. Brasília, v. 7, n. 7, p. 21-41, dez., 2012.

EXTENSÃO Universitária: organização e sistematização. Fórum de Pró-Reitores de Extensão das Universidades Públicas Brasileiras; organização: Edison José Corrêa. Coordenação Nacional do FORPEX. Belo Horizonte: Coopmed, 2007. 112 p. (Coleção Extensão Universitária, v. 6).

FAZENDA, Ivani Catarina Arantes; TAVARES, Dirce Encarnacion; GODOY, Hermínia Prado. Interdisciplinaridade na pesquisa científica. Campinas: Papirus, 2015. 128 p.

GROSSO, Maria José dos Reis. Língua de acolhimento, língua de integração. Horizontes de Linguística Aplicada, v. 9, n.2, p. 61-77, 2010. DOI: 10.26512/rhla.v9i2.886

IMDH. Instituto Migrações e Direitos Humanos. Relatório de atividades 2019. Brasília: IMDH, 2020. Disponível em: https://www.migrante.org.br/wp-content/uploads/2020/07/ Relatório-narrativo-final-versão-final.pdf. Acesso em: 07 jan. 2021.

LIMA, João Brígido Bezerra (Coord.); PEREIRA JÚNIOR, José Romero; DIAS, Danilo Borges; FECHINE, Valéria; DIAZ, José Alejandro Sebastian Barrios. Refúgio no Brasil: integração de refugiados e solicitantes de refúgio em Brasília (2019). Rio de Janeiro: IPEA, 2020. 205 p.

LOPES, Lorena Poliana Silva; REBOUÇAS, Eduardo Melo; EUZEBIO, Umberto. Política linguística em contexto de imigração e refúgio: o planejamento do ensino de português como língua de acolhimento no âmbito do Distrito Federal. Muiraquitã, v. 7, n. 2, p. 162- 179, 2019. DOI: https://doi.org/10.29327/212070.7.2

MARTINO, Andressa Alves; Mortari, Paulo A. C. Refugiados e outras faces da migração internacional contemporânea no Brasil e em São Paulo (2011-2020). In: SILVA, Camila Rodrigues da; MAGALHÃES, Luís Felipe Aires; MORTARI, Paulo A. C. BAENINGER, Rosana (Org.). Emergências epidemiológicas e mobilidade humana. [São Paulo]: Centro Paula Souza - Setec/MEC, 2020, 206p. (Programa Brasil Profissionalizado – Atualização Pedagógica). p. 58-73.

MENEZES, Thais Silva; REIS, Rossana Rocha. Direitos humanos e refúgio: uma análise sobre o momento pós-determinação do status de refugiado. Rev. Bras. Polít. Int. v. 56, n. 1, p.144-162, 2013.

MOITA LOPES, Luiz Paulo da. A transdisciplinaridade é possível em linguística aplicada? In: SIGNORINI, Inês; CAVALCANTI, Marilda C. (Org.) Linguística aplicada e transdisciplinaridade. 2. reimp. Campinas: Mercado de Letras, 2007. p. 101-114.

ONU NEWS. Divisão de população das nações unidas. [New York]: United Nations Publications, 2021. Disponível em: https://news.un.org/pt/tags/divisao-de-populacao-das- nacoes-unidas. Acesso em: 20 jan. 2021.

PAVIANI, Aldo. Geografia urbana do Distrito Federal: evolução e tendências. Espaço & Geografia, v. 10, n. 1, p. 1-22, 2007.

PEREIRA, Giselda Fernanda. O português como língua de acolhimento e interação: a busca pela autonomia por pessoas em situação de refúgio no Brasil. Cadernos de Pós- Graduação em Letras, v. 17, n. 1, p. 118-134, 2017. DOI 10.5935/cadernosletras.v17n1p118-134

ROTTAVA, Lúcia. Português como língua terceira (L3) ou língua estrangeira (LE) adicional: a voz do aprendiz indicando identidade. Em Aberto, Brasília, v. 22, n. 81, p. 81- 98, ago., 2009.

SISTEMA de Dados e Informações da Extensão: base operacional de acordo com o Plano Nacional de Extensão. Fórum de Pró-Reitores de Extensão das Universidades Públicas Brasileiras. Reimp. Rio de Janeiro: NAPE, UERJ, 2001. 84 p. (Coleção Extensão Universitária – Avaliação Nacional da Extensão).

SOUTO, Mauren Vanessa Lourenço; ALÉM, Alline Olivia Flores Gonzales; BRITO, Ana Marlene de Souza; BERNARDO, Cláudia. Conceitos de língua estrangeira, língua segunda, língua adicional, língua de herança, língua franca e língua transnacional. Revista Philologus, Rio de Janeiro, v. 20, n. 60, p. 890-900, set./dez., 2014. Disponível em: www.filologia.org.br/revista/60sup.html. Acesso em: 04 jan. 2021.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n2-073

Refbacks

  • There are currently no refbacks.