Ensino de Ciências Ambientais: desenvolvendo um recurso pedagógico a partir do tema gerador água / Environmental Science Teaching: developing a pedagogical resource based on water as a generative theme

Milene Pereira Mendes, Cléber Silva Silva, Simone de Fátima Pinheiro Pereira, Lilian Natália Ferreira de Lima, Sady Salomão da Silva Alves, Sadi Brito Alves, Felipe Cristian Neves de Melo

Abstract


Este estudo teve por objetivo desenvolver uma proposta metodológica a partir do tema gerador “água” e por meio dela construir um recurso pedagógico. Nesse sentido, o trabalho que se delineia como estudo de caso e possui abordagem quali-quantitativa, foi desenvolvido num colégio da rede particular de ensino. Os sujeitos da pesquisa foram 150 alunos, divididos em turmas “experimentais” e “controles”. Para o levantamento de dados, utilizou-se como instrumento de pesquisa o questionário. De acordo com os resultados obtidos, pôde-se constatar que a proposta educacional com base no tema gerador “água” é capaz de facilitar e contribuir na aprendizagem dos alunos. Os resultados, contudo, foram sensivelmente mais expressivos nas turmas experimentais, em que houve a aplicação do recurso pedagógico jogo. Desse modo, evidencia-se que os jogos se configuram como pertinentes na educação, pois podem potencializar a aprendizagem e contribuir significativamente quando inclusos nas práticas educacionais.


Keywords


Ensino de ciências ambientais, tema gerador “Água”, jogos ducativos.

References


ANDRÉ, Marli Eliza; Dalmazo Afonso de. Estudo de caso em pesquisa e avaliação educacional. Brasília, DF: Liberlivros, 2005.

BATISTA, Driell Andrean.; DIAS, Carmen Lúcia. O processo de ensino e de aprendizagem através dos jogos educativos no ensino fundamental. Colloquium Humanarum, v. 9, n. Especial, p.975-982, 2012.

BRASIL. Ministério do Meio Ambiente - MMA. Águas subterrâneas: um recurso a ser conhecido e protegido. Brasília, 2007.

BROUGÈRE, Gilles. A criança e a cultura lúdica. Revista da Faculdade de Educação, v. 24, n. 2, p. 103-116, 1998.

CASTRO, Dayane Flávia de; TREDEZINI, Adriana Lanna de Malta. A importância do jogo/lúdico no processo de ensino-aprendizagem. Revista Perquirere, v. 11, n.1, p. 166-181, 2014. Disponível em: https://docplayer.com.br/8224856-A-importancia-do-jogo-ludico-no-processo-de-ensino-aprendizagem.html. Acesso em: 28 out. 2019.

COMPANHIA DE SANEAMENTO DO PARÁ - COSANPA. Projeto Saneamento e Cidadania: o caminho da água. Belém: COSANPA, 2012. (cartilha)

COSTA, Suzy. A formação do professor e suas implicações éticas e estéticas. Psicopedagogia on line. Educação e Saúde Mental, Curitiba, 2005. Disponível em: http://www.psicopedagogia.com.br/artigo/artigo.asp?entrID=692. Acesso em 08 dez. 2019.

COSTA, Jaqueline de Morais; PINHEIRO, Nicélia Aparacida Maciel. O ensino por meio de temas-geradores: a educação pensada de forma contextualizada, problematizada e interdisciplinar. Imagens da Educação, v. 3, n.2, p. 37-44, 2013. Disponível em: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/ImagensEduc/article/view/20265/pdf. Acesso em: 28 out. 2019.

COSTA, Adriana Keiko Nishida; PAFUNDA, Rosana Akemi. Jogos Educacionais sob a perspectiva de objetos de aprendizagem. In: BRAGA, J.C. Objetos de aprendizagem: introdução e fundamentos. Santo André: UFABC, 2014. p. 107-126.

DELIZOICOV, Demétrio. Conhecimento, tensões e transições. 1991. 219f. São Paulo: Tese (Doutorado em Educação) - Universidade de São Paulo, São Paulo, 1991.

DELIZOICOV, Demétrio; ANGOTTI, José André; PERNAMBUCO, Marta Maria. Ensino de ciências: fundamentos e métodos. 4a.ed. São Paulo: Cortez, 2011.

FONSECA, João José Saraiva da. Metodologia da pesquisa científica. Fortaleza: UEC, 2002. apostila. [s.p].

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. 54a. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2013.

FREITAS, Maria Luisa de Lara Uzun. A evolução do jogo simbólico na criança. Revista Ciência e Cognição, v.15, n.3, p. 145-163, 2010. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/pdf/cc/v15n3/v15n3a13.pdf. Acesso em: 14 dez. 2019.

HUIZINGA, Johan. Homo ludens: o jogo como elemento da cultura. 8a.ed. São Paulo: Perspectiva, 2014.

JUNIOR ALMEIDA, Claudio Farias; SILVA, Lucicleia Pereira; SANTOS, Marcos Antonio Barros; RIBEIRO, Ronaldo Pimentel. Análise físico-química da água do rio Murucupi localizado no município de Barcarena-PA. Brazilian Journal of Development, v. 5, n. 10, p. 21292-21301, 2019. Disponível em: https://www.brazilianjournals.com/index.php/BRJD/article/view/4030. Acesso em: 30 dez. 2019.

MACEDO, Lino de; PETTY, Ana Lúcia Sicoli; PASSOS, Norimar Christe. Aprender com jogos e situações problemas. Porto Alegre: Artmed, 2000.

MARTINS, Vagner José; OZAKI, Salete Kiyoka; RINALDI, Carlos; PRADO, Edman Weverton. A aprendizagem baseada em projetos (abpr) na construção de conceitos químicos na potabilidade da água. Revista Prática Docente, v.1, n.1, p. 1-10, 2016. Disponível em: http://periodicos.cfs.ifmt.edu.br/periodicos/index.php/rpd/article/view/13. Acesso em: 18 mar. 2019.

MIRANDA, Ana Carolina Gomes; PAZINATO, Maurícius Selvero; BRAIBANTE, Maria Elisa Fortes. Temas geradores através de uma abordagem temática freireana: contribuições para o ensino de ciências. Revista de Educação, Ciências e Matemática, v.7 n.3, p.73-92, 2017. Disponível em: http://publicacoes.unigranrio.edu.br/index.php/recm/article/view/4060. Acesso em: 01 dez. 2019.

OLIVEIRA, Adriano José; REZENDE, Felipe Augusto de Mello; DEUS, Thiago Cardoso; FERREIRA, Victor Ricardo Felix. Proposta de atividade lúdica em uma perspectiva piagetiana: possibilidades avaliativas e formativas. Revista eletrônica Ludus Scientiae - (RELuS), v. 2, n.1, p. 19-33, 2018. Disponível em: https://revistas.unila.edu.br/relus/article/view/926 . Acesso em: 12 out. 2019.

PIAGET, Jean. A formação do símbolo na criança: imitação, jogo e sonho, imagem e representação. 3a. ed. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1979.

SANTOS, Thiago Adriano Viana; NASCENTES, Zama Caixeta. Afundar ou emergir: comunicação de risco e resposta à crise no caso do naufrágio do navio Haidar, em Barcarena (PA). In: 42° CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO, 2019, Belém. Fluxos comunicacionais e crise da democracia. São Paulo: Intercom [s.n.], 2019. p 1-15. Disponível em: http://portalintercom.org.br/anais/nacional2019. Acesso em: 14 dez. 2019

SECRETARIA DE ESTADO DE MEIO AMBIENTE - SEMA. Gestão das águas: por um futuro sustentável. Belém: SEMA, 2014.

SILVA, Vanessa Lopes; PANIZ, Catiane Mazocco; FRIGO, Leandro Marcon. Problematização, contextualização e interdisciplinaridade no ensino de química por meio do tema gerador drogas. In: ENCONTRO NACIONAL DE ENSINO DE QUÍMICA- ENEQ, 18., 2016, Florianópolis. Disponível em: http://www.eneq2016.ufsc.br/anais/resumos/R2035-1.pdf. Acesso em: 08 dez. 2019.

SOUZA, Kellcia Rezende; KERBAUY, Maria Teresa Miceli. Abordagem quanti-qualitativa: superação da dicotomia quantitativa-qualitativa na pesquisa em educação. Revista Educação e Filosofia, v. 31, n. 61, p. 21-44, 2017. Disponível em: http://www.seer.ufu.br/index.php/EducacaoFilosofia/article/view/29099/21313. Acesso em: 27 abr. 2019.

UHR, Júlio Gallego Ziero; SCHMECHEL, Maria; UHR, Daniel de Abreu Pereira. Relação entre saneamento básico no Brasil e saúde da população sob a ótica das internações hospitalares por doenças de veiculação hídrica. Revista de Administração, Contabilidade e Economia da Fundace, v. 7, n. 2, p. 01-16, 2016. Disponível em: https://www.fundace.org.br/revistaracef/index.php/racef/article/view/104/0. Acesso em: 01 set. 2019.

VYGOTSKY, Lev Semyonovich. A formação social da mente. 7a.ed. São Paulo: Martins Fonseca Editora LTDA, 2007.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n2-046

Refbacks

  • There are currently no refbacks.