A percepção ambiental como instrumento para ações educativas e políticas públicas: o caso do Pico do Jabre, Paraíba, Brasil/ Environmental perception as an instrument for educational actions and public policies: the case of Pico do Jabre, Paraíba, Brazil

Perla de Sousa Alves, Patricia Carneiro Souto, Mellina Nicácio da Luz, César Henrique Alves Borges, Romualdo Medeiros Cortez Costa

Abstract


O objetivo do estudo foi investigar a percepção ambiental de alunos, professores e comunidade do entorno em relação ao Pico do Jabre, no intuito de instrumentalizar ações educativas e políticas ambientais que propiciem maior envolvimento da população na conservação e preservação desse ambiente natural. A pesquisa foi realizada nos municípios de Teixeira e Maturéia, Estado da Paraíba. A coleta de dados foi realizada em escolas públicas instaladas nesses municípios, como também foram realizadas entrevistas na comunidade localizada na via de acesso ao Pico, no período de junho a agosto de 2011. Participaram da pesquisa 153 alunos, representando as três séries do ensino médio e 13 professores, sendo 71 alunos e 4 professores, da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Antônio Moacir Dantas Cavalcanti, no município de Maturéia e 82 alunos e 9 professores da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Sebastião Guedes da Silva, localizada no município de Teixeira. Além desse público, trabalhamos com 12 moradores da comunidade rural do entorno. Os resultados apontam os principais problemas ambientais, sendo o lixo (52,2%) o problema mais citado, e, em seguida, a caça e a pichação das pedras (14,6%), queimadas (10,7%) e desmatamento (8,4%). Assim, há necessidade de aprimorar a administração no que se refere ao desenvolvimento de projetos para recuperação dos bens físicos e preservação da área que se encontram abandonados, no sentido de planejar e ordenar as visitações utilizando como ferramenta de gestão a Educação Ambiental.


Keywords


Unidade de Conservação, Percepção Ambiental, Educação Ambiental.

References


AFONSO, J. P. S. D. Avaliação da degradação ambiental no Parque Estadual Pico do Jabre sob a ótica do direito ambiental. Dissertação (Mestrado em Sistemas Agroindustriais). Pombal, Universidade Federal de Campina Grande. 24p. 2019.

ALVES, J. I.; BARBOSA, E. S. L.; SILVA, A. G. F.; NUNES, G. H. F. N. Unidades de Conservação no semiárido brasileiro: estudo da gestão desses espaços preservados. Revista Reunir, v. 7, n. 2, 48-66p. 2017.

ANDRADE, J. A. P. Pesca artesanal, turismo e impactos socioambientais: A percepção ambiental dos pescadores na APA Costa dos Corais (Alagoas/Brasil). Dissertação (Mestrado em Ciências Marinhas Tropicais) Fortaleza, Universidade Federal do Ceará. 127p. 2020.

AZEVEDO, B. G. P. Percepção ambiental de moradores residentes nas proximidades do Parque Estadual Mata da Pipa – PEMP/RN. Monografia (Graduação em Engenharia Ambiental). Natal, Universidade Federal do Rio Grande do Norte. 36p. 2019.

BARDIN, L. Análise de Conteúdo. 3.ed. Lisboa: Edições 70. 2004.

BASSAN, A. C. Turismo, percepção ambiental e conservação de áreas naturais protegidas: o caso do Parque Natural Municipal da Grota de Mirassol/SP. Monografia (Graduação em Turismo). Rosana, Universidade Estadual Paulista. 116p. 2007.

BEZERRA, T. M. O. Percepção do Ambiente por alunos e professores no entorno da Estação Ecológica de Caetés, Paulista, Pernambuco. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais). Recife, Universidade Federal Rural de Pernambuco. 52p. 2006.

BRAMBILLA, M. Percepção ambiental de produtores rurais sobre o Parque Nacional da Serra da Bodoquena (MS) na perspectiva do desenvolvimento local. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Local). Campo Grande, Universidade Católica Dom Bosco. 71p. 2007.

BRASIL. Programa Nacional de Educação Ambiental. Brasília: Congresso Nacional. 2003.

BRASIL. Ministério do Meio Ambiente – Diretrizes para Visitação em Unidades de Conservação. Brasília. 2006.

CABRAL, M. M. M.; VENTICINQUE, E. M.; ROSAS, F. C. W. Percepção dos ribeirinhos com relação ao desempenho e à gestão de duas categorias distintas de unidades de conservação na Amazônia brasileira. Biodiversidade Brasileira, v. 1, n. 4, 199-210p. 2014.

CERATI, T. M.; SOUZA, A. Q. Educação Ambiental E Percepção: O Caso do Parque Estadual das fontes do Ipiranga, São Paulo, Brasil. Rev. eletrônica Mestrado em Educação Ambiental, v. 23, 232-250p. 2009.

COSTA, V. M.; BATISTA, N. J. C.; CUNHA, J. F. M.; MACHADO, J. L.; GOMES, S. R. E.; VIANA, L. S.; GOMES, J. B. A percepção ambiental dos professores do Ensino Fundamental e a sua relação com o desenvolvimento sustentável. Brazilian Journal of Development, Curitiba, v.6, n. 10, 83693-83701p. 2020.

COSTANTIN, A. M.; NUNES, D. F.; OLIVEIRA, E. F. P.; JASPER, A. Influência do nível de escolaridade na percepção ambiental da população local sobre o Monumento Natural das Árvores Fossilizadas do Tocantins (MNAFTO). Revista Estudo & Debate, v. 26, n. 2, 74-88p. 2019.

CUNHA, H. F.; VALE, M. S.; SILVA JUNIOR, C. A.; CAMPOS, R. F.; Carlos, L. O. Conhecimento empírico dos moradores da comunidade do entorno do Parque Municipal da Cachoeirinha (Iporá-Goiás). Acta Scientiarum Biological Sciences, v. 29, n. 2, 203-212p. 2007.

DIAS, R. Turismo Sustentável e Meio Ambiente. São Paulo, Editora Atlas. 2003.

DITT E. H.; MANTOVANI, W.; VALLADARES-PADUA, C.; BASSI, C. Entrevistas e aplicação de questionários em trabalhos de conservação. In: Métodos de Estudos em Biologia da Conservação e Manejo da Vida Silvestre. Curitiba: Ed. da UFPR. 2003.

ECKERT, N. O. S.; BONFIM, L. S. A.; SANTANA, R. T. S.; SANTOS, F. A. S.; FAIAD, P. J. B.; COELHO, A. S. Percepção ambiental de estudantes da zona rural sobre a reserva biológica de Santa Isabel, Pirambu (SE). Revista Brasileira de Educação Ambiental, v. 12, n. 1, 43-57p. 2017.

FARIAS, R. L. As Representações Sociais do Parque Municipal da Boa Esperança, em Ilhéus, Bahia, pela comunidade do seu entorno. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente). Ilhéus, Universidade Estadual de Santa Cruz. 143p. 2010.

FERNANDES, R. S.; SOUZA, V. J.; PELISSARI, V. B.; FERNANDES, S. T. Uso da percepção ambiental como instrumento de gestão em aplicações ligadas às áreas educacional, social e ambiental. In: Encontro Da Anppas, Indaiatuba. 2004.

FERREIRA, C. P. Percepção Ambiental na Estação Ecológica de Juréia-Itatins. Dissertação (Mestrado em Ciência Ambiental). São Paulo, Universidade de São Paulo. 114p. 2005.

FIORI, A. Ambiente e educação: abordagens metodológicas da percepção ambiental voltadas a uma unidade de conservação. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas). São Carlos, Universidade Federal de São Carlos. 110p. 2002.

FREITAS, M. R. Conservação e Percepção Ambiental por meio da triangulação de métodos de pesquisa. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais) Lavras, Universidade Federal de Lavras, MG. 88p. 2009.

GODOY, G. A.; SOUZA, A. D. G. Percepção ambiental de moradores da zona de amortecimento do Parque Municipal Da Serra De São Domingos – Poços De Caldas (MG). Bol. geogr., v. 36, n. 3, 144-159p. 2018.

GOMES, I.; PEREIRA, F. C.; FERREIRA, A. C. Percepção ambiental da população residente no entorno do Parque Ecológico Municipal Da Serra Do Lenheiro: Estudo de caso dos bairros senhor dos montes e tejuco município de São João Del-Rei/MG. Caminhos de Geografia, v. 19, n. 66, 345-360p. 2018.

GREGÓRIO, A.; MOSER, A. S.; COSTA, E. P. S.; MOREIRA, A. L. O. R. Parque do Cinquentenário: um estudo investigativo da percepção ambiental da comunidade integrada. Revista Valore, 3 (Edição Especial), 343-352p. 2018.

GUIMARÃES, S. T. L. Percepção, interpretação e educação ambiental: um olhar geográfico. Território & Cidadania, v. 3, n. 1, 45-51p. 2003.

KUNDLATSCH, C. A.; MOREIRA, J. C. A percepção ambiental no Parque Ecoturístico Municipal São Luis de Tolosa em Rio Negro – RR. Caderno de Estudos e Pesquisas do Turismo, v. 5, n. 6, 22-41p. 2016.

LIMA, R. T. Percepção ambiental e participação pública na gestão dos recursos hídricos: perfil dos moradores da cidade de São Carlos, SP (bacia hidrográfica do rio do Monjolinho). Dissertação (Mestrado em Ciências da Engenharia Ambiental). São Carlos, Universidade de São Paulo. 94p. 2003.

LIMA, I. L. T. Ação de educação ambiental na comunidade do entorno da FLONA de Nísia Floresta – RN. Monografia (Graduação em Engenharia Ambiental). Natal, Universidade Federal do Rio Grande do Norte. 39p. 2017.

LUCENA, M. M. A. Percepção Ambiental por uma comunidade rural do entorno de uma Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN), Semiárido Brasileiro. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente). Natal, Universidade Federal do Rio Grande do Norte. 71p. 2010.

MACHADO, D. D.; LEITÃO, W. N. A.; SILVA, F. S. R.; DANTAS, M. C. Percepção ecológica da comunidade de tucuns, Crateús-CE, sobre a Reserva Natural Serra das Almas e Associação Caatinga. Revista Ouricuri, v. 3, n .2, 53-67p. 2013.

MALAVASI, U. C.; MALAVASI, M. M. Awareness of a Awareness of a conservation unit: a Brazilian case study. Journal of Nature Conservation, v. 12, 137-140p. 2004.

MARQUES, D. I. L.; FORTES, D. D. B. Percepções ambientais de professores da rede pública de Viamão – RS para a Unidade De Conservação Parque Saint Hilaire. Brazilian Journal of Development, v. 5, n. 9, 14516-14527p. 2019.

MEYER, A. Does education increase pro-environmental behavior? Evidence from Europe. Ecological Economics, v. 116, 108-121p. 2015.

MICALOSKI, M. M.; SOARES, R. V.; TETTO, A. F. Percepção ambiental da população da cidade da Lapa – PR em relação ao Parque Estadual do Monge. Revista Geografia, Londrina-PR, v. 27, n. 2, 73-86p. 2018.

MORA, E. A.; GOMES, P. P.; BARBADO, N. Práticas de Educação Ambiental como ferramentas no desenvolvimento do sentido de pertencimento do sujeito da escola do campo. Research, Society and Development, v. 9, n. 12, 1-18p. 2020.

NERY, K. G. F. Percepção e vulnerabilidade ambiental do Parque Estadual De Pedra Azul, ES, Brasil. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais). Jerônimo Monteiro, Universidade Federal do Espírito Santo. 72p. 2018.

PIRES, K. R. P.; LAFORGA, G.; MARIMON, B. S.; SCHOSSLER, T. R.; Anacleto, TCS. Percepção ambiental e caracterização socioeconômica da comunidade do entorno do Parque Municipal do Bacaba, Nova Xavantina (MT). Caminhos de Geografia, v. 17, n. 60, 01-15p. 2016.

PRADEICZUK, A.; RENK, A.; DANIELI, M. A. Percepção ambiental no entorno da Unidade De Conservação Parque Estadual das Araucárias. Revista Grifos, v. 38/39, 13-32p. 2015.

RAMALHO, A. M. C.; OLIVEIRA, C. A. A.; MORAIS, P. S. A.; COSTA, S. O. P. Impactos ambientais culturais e estéticos no Parque Estadual do Pico do Jabre, Maturéia (PB). Revista Brasileira de Ecoturismo, v. 2, n. 1, 35-56p. 2009.

REMPEL, C.; MULLER, C. C.; CLEBSCH, C. C.; DALLAROSA, J.; RODRIGUES, M. S.; CORONAS, M. V.; RODRIGUES, G. G.; GUERRA, T.; HARTZ, S. M. Percepção Ambiental da Comunidade Escolar Municipal sobre a Floresta Nacional de Canela, RS. Revista Brasileira de Biociências, v. 6, n. 2, 141-147p. 2008.

SATO, M. Educação para o ambiente amazônico. Tese (Doutorado em Ciências) São Carlos, Universidade Federal de São Carlos, Brasil. 226p. 1997.

SILVA, M. M. P.; LEITE, V. D. Estratégias Metodológicas para a formação de educadores ambientais do ensino fundamental. In: XXVII Congresso Internacional de Engenharia Sanitária e Ambiental. Porto Alegre. 4p. 2000.

SILVA, T. S. Usos e percepções de comunidades do entorno de uma unidade de conservação do semiárido nordestino: instrumentos para gestão. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente). Natal, Universidade Federal do Rio Grande do Norte. 72p. 2009.

SILVA, T. S.; CANDIDO, G. A.; FREIRE, E. M. X. Conceitos, percepções e estratégias para conservação de uma estação ecológica da Caatinga nordestina por populações do seu entorno. Sociedade & Natureza, v. 21, n. 2, 23-37p. 2009.

SILVA, I. G.; COSTA, M. E. L.; BACARJI, A. G.; SILVA, J. L.; SILVA, S. L. C. Valoração econômica ambiental: comparação de técnicas em uma Unidade de Conservação urbana, em Cuiabá – Mato Grosso. Profiscientia, v. 1, n. 12, 154-169p. 2019.

SUDEMA. Pico do Jabre. João Pessoa. 1994.

TUAN, Y. F. Topofilia: Um estudo da percepção, atitudes e valores do meio ambiente. São Paulo. 288p. 1980.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n2-043

Refbacks

  • There are currently no refbacks.