Acessibilidade e inclusão da pessoa com deficiência em centros esportivos – estudo de caso

Juliana Batistel, Hilda Alberton Carvalho

Abstract


O objetivo do artigo é analisar a acessibilidade e a inclusão das pessoas com deficiências em um Centro Esportivo de uma grande cidade no estado do Paraná. A metodologia utilizada foi de pesquisa exploratória, descritiva e de campo, baseadas no uso dos procedimentos bibliográficos e documentais. A análise dos dados foram fundamentadas pelos parâmetros e critérios da NBR 9050 (ABNT, 2015) e pela legislação vigente. Os espaços avaliados foram: estacionamento, acesso ao equipamento, balcão de atendimento, circulação interna e os locais destinados às práticas de atividades físicas. Os resultados revelaram que o Centro Esportivo não está plenamente acessível, o que deve ser um fator significativo de impedimento da inclusão da pessoa com deficiência nas atividades ofertadas por este equipamento.


Keywords


Acessibilidade, Esporte e Lazer, Pessoa com Deficiência, Inclusão.

References


ARAUJO, C. D; CÂNDIDO, D. R; LEITE, M. F. Espaços públicos de lazer: um olhar sobre a acessibilidade para portadores de necessidades especiais. Licere, v. 12, n. 4, p. 1-23, 2009. Disponível em: < https://seer.ufmg.br/index.php/licere/article/viewFile/564/454> Acesso em: 27 set. 2018.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 9050: Acessibilidade de pessoas portadoras de deficiência a edificações, espaços, mobiliário e equipamentos urbanos. 2. ed. Rio de Janeiro, 2015.

AZZINI, E. P. Espaços e equipamentos públicos de lazer esportivo: acessibilidade da pessoa com deficiência - o caso de Piracicaba - UNIMEP. 2014. 125 f. Dissertação de Mestrado em Educação Física – Universidade Metodista de Piracicaba, Piracicaba, 2014. Disponível em: < https://www.unimep.br/phpg/bibdig/pdfs/docs/25082014_142723_eduardo_azzini.pdf> acesso em: 17 jun. 2018

BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília: Senado, 1988

______. Lei no 10.098, de 19 de dezembro de 2000. Estabelece normas gerais e critérios básicos para a promoção da acessibilidade das pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida, e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 20 dez. 2000. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/L10098.htm Acesso em: 24 set. 2018.

______. Lei nº 13.146, de 07 de julho de 2015. Dispõe sobre a Inclusão da Pessoa com Deficiência. 2015. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 07 jul. 2015. Disponível em: . Acesso em: 22 set. 2018.

CAMARGO, Luiz Octávio Lima. O que é lazer. 3. ed. São Paulo: Brasiliense, 2003.

DISCHINGER, Marta; BINS ELY, Vera H.M. Promovendo a acessibilidade nos edifícios públicos: guia de avaliação e implementação de normas técnicas. Santa Catarina: Ministério Público do Estado, 2006.

DUMAZEDIER, Joffre. Lazer e cultura popular. 3. ed. São Paulo: Perspectiva, 2000

GIRARDI, V. L. Lazer, inclusão e autonomia de pessoas com deficiência intelectual na cidade de Curitiba, PR: entre a cidade de todos e a cidade para todos. 2017. 220 f. Dissertação (Mestrado em Educação Física) – Universidade Federal do Paraná – UFPR, Curitiba, 2017. Disponível em: < https://acervodigital.ufpr.br/handle/1884/47579> acesso em: 18 ago. 2018.

GOMES, C. L. Lazer, trabalho e educação: relações históricas, questões contemporâneas. 2. ed. rev. e ampl. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2008.

IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Paraná-Curitiba: informações completas. 2018. Disponível em: . Acesso em: 24 set. 2018.

ISAYAMA, H. F. Reflexões sobre os conteúdos físico-esportivos e as vivências de lazer. In: MARCELLINO, N. C. (Org.). Lazer e cultura. Campinas: Alínea, 2007

LOPES L. F. Livro I, Parte Geral. In: LEITE, F. P. A.; RIBEIRO, L. L. G.; COSTA FILHO, W. M. (Org.). Comentários ao Estatuto da Pessoa com Deficiência. São Paulo: Saraiva, 2016.

MAZZOTTA, M. J. S. Acessibilidade e a indignação por sua falta. In: CONFERÊNCIA NACIONAL DE DIREITOS DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA, 1, 2006, Brasília. Anais, Brasília, 2006. Disponível em: . Acesso em: 22 set. 2018.

MENEGHETTI, A. P. et al. O processo de inclusão por meio do lazer. Revista Sobama, Marília, v. 14, n. 2, p. 9-14, jul./dez. 2013. Disponível em: . Acesso em: 18 set. 2018.

NASCIMENTO, E. D. Análise da produção teórica brasileira sobre o turismo e acessibilidade de 1987 a 2016. 2018. 166 f. Dissertação (Mestrado em Ciências) – Universidade de São Paulo – USP, São Paulo, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/100/100140/tde-17052018-132627/pt-br.php> acesso em: 29 ago. 2018.

REBELO, P. Equipes integradas para a inclusão, acompanhamento e permanência das pessoas com deficiência no trabalho. Curitiba: Editora ANAMT, 2016.

SASSAKI, R. K. Inclusão: Construindo uma sociedade para todos. 7. ed. Rio de Janeiro: WVA, 2006.

___________. Inclusão: acessibilidade no lazer, trabalho e educação. Revista Nacional de Reabilitação (Reação), São Paulo, Ano XII, mar./abr. 2009, p. 10-16.

REIS, L. J. A; STAREPRAVO, F. A. Políticas Públicas para o Lazer: pontos de vista de alguns teóricos do Lazer no Brasil. Licere, Belo Horizonte, v. 11, n. 2, p. 1-20, ago. 2008.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n2-40

Refbacks

  • There are currently no refbacks.