Quinto Jornalismo: perspectivas sobre a realidade atual da profissão / Fifth Journalism: perspectives on the current reality of the profession

Amanda Ferreira Medeiros, Daniela Pereira Bochembuzo

Abstract


Este artigo objetiva a elaboração de uma nova fase do fazer jornalístico, o Quinto Jornalismo, por meio de pesquisa bibliográfica acerca dos avanços tecnológicos comunicacionais e da história da imprensa. Isso porque a internet e as redes sociais digitais ditam formas de produção, divulgação e consumo de conteúdo e de modelo de negócio que não foram abarcados no Quarto Jornalismo, de Marcondes Filho (2009). Diante disso, considera-se que a informação digital, instantânea, hipermídia e multiplataforma ganha espaço em face à decadência do suporte impresso. Acredita-se que o modelo aqui exposto não possui datas de início e fim, tendo em vista o corpus é mutante e que as fases do Jornalismo se entremeiam e se complementam.

Keywords


Comunicação, Jornalismo, Jornalista, Marcondes Filho, Web.

References


AMARAL, Luiz. Assessoria de Imprensa nos Estados Unidos. In: DUARTE, Jorge (org.). Assessoria de imprensa e relacionamento com a mídia: teoria e técnica. São Paulo: Atlas, 2002.

BIANCO, Nelia R. Del. A internet como fator de mudança no jornalismo. Revista Brasileira de Ciências da Comunicação, São Paulo, Vol. XXVII, nº 1, janeiro/junho de 2004.

COSTA, Caio Túlio. Um modelo de negócio para o jornalismo digital. Revista de Jornalismo ESPM, São Paulo, ano 3, n. 9, p. 51-115, abr./mai./jun. 2014.

COSTA, Luciano M. O paradoxo tecnológico e o mito da objetividade. Disponível em: http://observatoriodaimprensa.com.br/radio/gt-gt-o-paradoxo-tecnologico-lt-br-gt-gt-gt-o-mito-da-objetividade/. Acesso em 28 set. 2019.

DE LUCA, Tânia Regina de. A grande imprensa na primeira metade do século XX. In: MARTINS, Ana Luiza; DE LUCA, Tânia Regina (org..). História da imprensa no Brasil. 2. ed. São Paulo: Contexto, 2011.

EMERY, Edwin. História da imprensa nos Estados Unidos. Rio de Janeiro: Lidador, 1965.

FERRARI, Pollyana. Jornalismo digital. São Paulo: Contexto, 2010.

LEMOS, A. Olhares sobre a Cibercultura. Porto Alegre: Sulina, 2003.

MARCONDES FILHO, Ciro. Ser jornalista: o desafio das tecnologias e o fim das ilusões. São Paulo: Paulus, 2009.

MEDEIROS, Amanda F..; CARRASCO, Vinicius Martins de Oliveira. Uma análise da produção documental jornalística sob demanda na plataforma de streaming Netflix. 2019. Monografia de Iniciação Científica – Universidade do Sagrado Coração, Bauru, 2019.

MICK, Jacques. Trabalho jornalístico e convergência digital no Brasil: um mapeamento de novas funções e atividades. Revista Pauta Geral - Estudos em Jornalismo, Ponta Grossa, Vol. 2, nº.1 p. 15-37, Jan/Jun, 2015.

MOREL, Marco. Os primeiros passos da palavra impressa. In: MARTINS, Ana Luiza; DE LUCA, Tânia Regina (org..). História da imprensa no Brasil. 2. ed. São Paulo: Contexto, 2011.

SCHUDSON, Michael. Descobrindo a notícia: uma história social dos jornais nos Estados Unidos. Petrópolis: Vozes, 2010.

SODRÉ, Nelson Werneck. História da imprensa no Brasil. 4. ed. Rio de Janeiro: Mauad, 1999.

SOUSA, Jorge Pedro. Uma história breve do jornalismo no Ocidente. Jornalismo: história, teoria e metodologia da pesquisa. Porto: Edições Universidade Fernando Pessoa, 2008.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n1-628

Refbacks

  • There are currently no refbacks.