Germinação de sementes de araçazeiro amarelo do sudeste do Rio Grande do Sul e avaliação de suas progênies / Germination of yellow Araçazeiro seeds from southeastern Rio Grande do Sul and evaluation of their progênies

Tiago da Silveira Camelatto, Cleiton Brandão, Alvaro Batista de Oliveira, Marcelo Barbosa Malgarim, Paulo Mello-Farias, Vagner Brasil Costa, Thayná Silva Quirino

Abstract


Com o objetivo de obter novas seleções de araçazeiro amarelo, coletou-se frutas de plantas encontradas naturalmente na região Sudeste do Rio Grande do Sul. As sementes de 34 genitoras foram retiradas das frutas, lavadas, secas à sombra e mantidas em geladeira por 20 dias à 4-6°C. Após a embebição em água destilada por 24 horas, foram semeadas e mantidas em bandejas de poliestireno expandido. Realizou-se a contagem quinzenal até três meses após a semeadura para determinar as percentagens de emergência. Dez meses depois da semeadura, as plântulas foram repicadas para sacos plásticos contendo substrato e mantidas em tanque com lâmina d´água de 10 ± 5 cm na base dos pacotes. Quando as plantas atingiram 25 ± 3cm, 15 mudas por progênie foram plantadas em experimento no pomar do Centro Agropecuário da Palma-UFPel. Um ano e meio após o plantio no pomar as mudas foram medidas quanto à altura e diâmetro do tronco. A percentagem de emergência de plântulas variou de 40,7% a 88%. As variações de percentagem de emergência de plântulas tiveram diferenças significativas entre as progênies. Verificou-se relação inversa significativa (α≤0,05) com as percentagens de emergência no peso de 100 sementes das 34 plantas genitoras. Houve diferença (α≤0.05) entre progênies quanto a altura. Seis progênies tiveram altura menor que as 28 restantes, as quais não diferiram entre si. Em relação ao diâmetro do tronco, as plantas de uma progênie foi maior que de outras quatro que tiveram menores diâmetros. No entanto não houve diferenças de diâmetro de tronco entre 33 progênies. Não houve diferença significativa entre altura da planta e diâmetro do tronco (p≤0.05). A percentagem de emergência de plântulas, diâmetro do tronco e a altura de planta, não são indicativos suficientes para a obtenção de novas seleções.

 

 


Keywords


Psidium cattleyanum; propagação; vigor.

References


BARBA, F. J.; MARIUTTI, L. R. B.; BRAGAGNOLO, N.; MERCADANTE, A. Z.; BARBOSA-CÁNOVAS, G. V.; ORLIEN, V. Bioaccessibility of bioactive compounds from fruits and vegetables after thermal and nonthermal processing. Trends in Food Science & Technology. v.67, p.195-206, 2017.

CAMELATTO, T.S.; MELLO-FARIAS P.; MALGARIM, M.B. MAIA, L.C. (2017) Obtenção de seleções de araçazeiro amarelo oriundos de progênies de plantas do sul do Rio Grande do Sul. 2017. 107 f. Tese (Doutorado) - Curso de Pós Graduação em Agronomia, Fruticultura de Clima Temperado, Universidade Federal de Pelotas, Pelotas.

CORRÊA, LC Similaridade genética em acessos de goiabeiras e araçazeiros: análises químicas e bioquímicas dos frutos. 2009. 96f. Tese (Doutorado) – Instituto de Biociências de Botucatu, UNESP – Universidade Estadual Paulista.

DALLA NORA, C; MÜLLER, CDR; DE BONA, GS; RIOS, AO; HERTZ, PF; JABLONSKI, A; JONG, EV; FLÔRES,SH Effect of processing on the stability of bioactive compounds from red guava (Psidium cattleyanum Sabine)and guabiju (Myrcianthes pungens). Journal of Food Composition and Analysis, v.34, n.1, p. 18-25, 2014.

FALCÃO, M.A.; FERREIRA, S.N.A; CLEMENT, C.R., SANTOS, T.C.T; SOUZA, R.M. (1992). Crescimento e fenologia de araçá-pera (Psidium acutangulum DC). Acta Amazonica, v. 22, n. 3, p.285-293.

FRANZON, RC; CAMPOS, LZO; PROENÇA, CEB; SOUSA SILVA, JC Araçás do gênero Psidium: principais espécies, ocorrência, descrição e usos. Planaltina: Embrapa Cerrados, Documentos, 266: 2009. 48p.

HISTER, C; TEDESCO, S Estimativa da viabilidade polínica de araçazeiro (Psidium cattleianum Sabine), através

de distintos métodos de coloração. Revista Brasileira de Plantas Medicinais, v. 18, n. 1, p. 135–141, 2016.

HOSSEL, C; HOSSEL, JSAO; WAGNER JÚNIOR, A; FABIANE, KC; CITADIN, I Estratificação e ácido indolbutírico na germinação de sementes de araçazeiro vermelho. Revista brasileira de tecnologia agropecuária, v.1, n.1, p.52-57, 2017.

LIMA, JS; ARAUJO, EF; ARAUJO, RF; SANTOS DIAS, LA; SANTOS DIAS, DCF; RENA, FC Uso da reidratação e do hipoclorito de sódio para acelerar a emergência de plântulas de cafeeiro. Journal of Seed Science, v.34. n.2, 2012.

LORENZI, H.; LACERDA, M. T. C.; BACHER, L. B. Frutas no Brasil nativas e exóticas (de consumo in natura). São Paulo. Instituto Plantarum de Estudos da Flora, 2015.

PAGLARINI, C.S.; SILVA, F.S.; PORTO, A.G.; ZELA, S.P.; LEITE, A.L.M.P.; FURTADO, G.F. (2015). Efeito das condições de desidratação osmótica na qualidade de passas de araçá-pêra. Revista Brasileira de Tecnologia Agroindustrial, Ponta Grossa, v. 9, n. 2, p.1945-1961. http://dx.doi.org/10.3895/rbta.v9n2.1961.

PINTANELA, L. V; SILVA, R. R; CARLOS, R. Z; CEZAR, R. F; FREITAS, J. C. Perfil sensorial de balas mastigáveis convencionais e de reduzido valor calórico formuladas com polpa de Araçá Amarelo. Braz. J. of Develop., Curitiba, v. 6, n 3,p 15362-15368 mar . 2020. ISSN 2525-8761

PORTO, A. H.; JÚNIOR, A. W.; NETO, C. K.; SILVA, M. da; STEFENI, A. R.; Período de estratificação, tempo de embebição em soluções de GA3, H2O e NaClO na germinação de araçazeiro amarelo. Applied Research & Agrotechnology, Guarapuava-PR, v.12, n.3, p.55-63, Set-Dez., 2019. DOI: 10.5935/PAeT.V12.N3.05

SAMPAIO, M.F.; COUTO, S.R.; SILVA, C.A.; SILVA A.C.A.; SILVA, A.A.S.; TEIXEIRA, A.L. (2015) Influência de diferentes substratos associados a métodos de superação de dormência na germinação e emergência de sementes de jatobá (Hymenaea courbaril L.). Farociência, Porto Velho, v. 1, n. 2.

SILVA, N. A.; RODRIGUES, E.; MERCADANTE, A. Z. Phenolic compounds and carotenoids from four fruits native from the Brazilian Atlantic forest. Journal of Agricultural and Food Chemistry, v. 62, n.22, p.5072-5084, 2014.

SOFIATTI, D; ARAUJO, EF; ARAUJO, RF; REIS, MS; DANTAS SILVA, LVB; CARGNIN, A Uso do hipoclorito de sódio para degradação do endocarpo de sementes de cafeeiro com diferentes graus de umidade. Revista Brasileira de Sementes, v.30, n. 1, p.150-160, 2008

TAIZ, L; ZEIGER, E; MOLLER, IM; MURPHY, A Fisiologia de Desenvolvimento Vegetal. 6° edição, Porto Alegre: Artmed, 2017. 888 p.

TREVISAN, R; ANTUNES, LEC; GONÇALVES, ED Propagação de plantas frutíferas nativas. Em: Espécies frutíferas do sul do Brasil. Pelotas: EMBRAPA 49-71. 2004.

WIBELINGER, D. M; D’ARCK, B. M. C; REGINA, E. A. Caracterização do araçá vermelho (Psidium Cattleianum Sabine) liofilizado em pó. Braz. J. of Develop., Curitiba, v. 6, n.5, p.29868-29875 may. 2020. ISSN 2525-8761




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n1-619

Refbacks

  • There are currently no refbacks.