Percepção de acadêmicos de educação física e odontologia sobre componentes curriculares ofertados em EaD / Perception of physical education and dentistry academic students on curricular components offered in e-learning

Adriana Graziele de Farias Januário, Josiane Aparecida de Jesus, Lucivani Gazzóla, Marly Baretta, Rosangela Zoldan

Abstract


O avanço das tecnologias afeta e redefine a vida em sociedade. Particularmente na educação sua utilização gera mudanças na interação entre alunos e professores, bem como com os conteúdos. O objetivo deste estudo foi investigar a percepção dos acadêmicos dos cursos de Educação Física e Odontologia da Unoesc, campus de Joaçaba, sobre os componentes curriculares ofertados em EaD. Trata-se uma pesquisa quantitativa e descritiva. Para a coleta dos dados foi aplicado um questionário mediante uma amostragem não probabilística, por conveniência, em que foram investigados 67 acadêmicos por meio de um questionário on-line. A análise dos dados foi realizada utilizando-se o Statistical Package for the Social Science (IBM SPSS), na comparação das variáveis quantitativas, para observar a distribuição de normalidade da amostra, foi utilizado o teste de Kolmogorov-Smirnov, que encontrou distribuição não paramétrica dos dados. Como inferência foi utilizado o teste U de Mann-Whitney. Os principais resultados obtidos revelam que os acadêmicos esperam retorno mais rápido do professor e tutor; acreditam que os professores são capacitados e dominam os componentes curriculares; os acadêmicos de Odontologia apontam possuir maior dificuldade para se expressar por escrito (único aspecto em que se observou diferença estatisticamente significativa entre os cursos); os acadêmicos não encontram maiores dificuldades relacionadas à utilização dos recursos tecnológicos e a navegação no ambiente virtual. Entende-se que os professores e tutores devem ser capazes de estimular e orientar o aluno no sentido de habilitá-lo a selecionar, avaliar, comparar e contextualizar os conhecimentos possíveis.


Keywords


acadêmicos, percepção, educação a distância.

References


AFFONSO, Suselei Bedin; QUINELATO, Eliane. Educação a distância: algumas considerações a respeito do autogerenciamento da aprendizagem pelos estudantes. Revista Científica em Educação à distância, v. 4, n. 2, p. 77-87, 2014. Disponível em: http://eademfoco.cecierj.edu.br/index.php/Revista/article/view/200. Acesso em: 09 jul. 2019.

AMARILLA FILHO, Porfírio. Educação a distância: uma abordagem metodológica e didática a partir dos ambientes virtuais. Educação em Revista, Belo Horizonte, v. 27, n. 2, p. 41-72, ago. 2011. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-46982011000200004&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 10 mar. 2020

ARAÚJO, Evando Santos; BARBOSA, Jaderson de Araújo Barros. Classificação de fatores que interferem na aprendizagem de matemática na graduação EAD via AVA: um estudo de caso usando o modelo de Rasch Dicotômico. REVASF, Petrolina - Pernambuco - Brasil, v. 9, n.19, p. 244-261, maio/ago. 2019. Disponível em: http://periodicos.univasf.edu.br/index.php/revasf/article/view/195/356. Acesso em: 15 mar. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Portaria nº 1.428, de 28 de dezembro de 2018. Disponível em: http://www.in.gov.br/materia/-/asset_publisher/Kujrw0TZC2Mb/content/id/57496468/do1-2018-12-31-portaria-n-1-428-de-28-de-dezembro-de-2018-57496251. Acesso em: 09 jul. 2019.

COSTA, Priscilla Tulipa da; TAVARES, Bruna Toso. Percepção de um curso a distância: análise e reflexões sobre a avaliação feita pelos alunos. Anais do Encontro Virtual de Documentação em Software Livre e Congresso Internacional de Linguagem e Tecnologia Online. Junho 2016. Disponível em: http://www.periodicos.letras.ufmg.br/index.php/anais_linguagem_tecnologia/article/view/10524/9376. Acesso em: 15 mar. 2020.

CRISTELLO, Eduardo Mathias. O perfil do aluno egresso no curso de administração na modalidade de educação à distância e suas percepções de qualidade - uma realidade de uma Instituição Privada do Rio Grande do Sul. Revista on line de Política e Gestão Educacional, v. 22, n. 1, p. 336-350, jan./abr. 2018. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/rpge/article/view/10414/7340. Acesso em: 24 fev. 2020.

FARIAS, Alexandro de Carvalhos. A prática pedagógica do professor de contabilidade na educação a distância: a construção da prática. Revista Digital de Gestão e Negócios, v. 1, n. 2, p. 54-74, jan./jul. 2018. Disponível em: https://periodicosunimes.unimesvirtual.com.br/index.php/gestaoenegocios/article/view/873/747. Acesso em: 15 mar. 2020.

MAIA, Carmem; MATTAR, João. ABC da EaD: a educação a distância hoje. São Paulo: Pearson, 2007.

MONTIEL, José Maria et al. Escala de percepção discente do ensino à distância: estudo de validade. Avaliação Psicológica, Itatiba, v. 13, n. 3, p. 359-369, dez. 2014. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1677-04712014000300008&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 17 jun. 2019.

NASCIMENTO, Lauriza et al. Tutoria e tutor em educação a distância: retratos do presente versus visões para o futuro. EaD em Foco: Revista Científica em Educação a Distância, v. 5, n. 1, p. 64-87, 2015. Disponível em: https://repositorioaberto.uab.pt/handle/10400.2/5031. Acesso em: 21 fev. 2020.

PÁDUA JÚNIOR, Fábio Pimenta de et al. Avaliação da percepção de discentes e docentes sobre novas tecnologias de ensino em cursos de Graduação em Administração. Administração: ensino e pesquisa, Rio de Janeiro, v. 15, n. 2, p. 295-32, 2014. Disponível em: https://www.redalyc.org/pdf/5335/533556759003.pdf. Acesso em: 09 jul. 2019.

PAIVA, Kely César Martins de et al. Competências docentes ideais e reais em educação a distância no curso de administração: um estudo em uma instituição brasileira. Tourism & Management Studies, v. 10, n. especial, p. 121-128, 2014. Disponível em: http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2182-84582014000300015&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 21 fev. 2020.

PIVA JUNIOR, Dilermando et al. EAD na prática: planejamento, métodos e ambientes. Rio de Janeiro: Elsevier, 2011.

RAMOS, Marco Aurélio; OLIVEIRA, Rosilda Lopes Silva de; MUYLDER Cristiana Fernandes de. Aspectos motivadores e as dificuldades do ensino à distância na percepção dos alunos do curso de administração de uma instituição de ensino superior da região metropolitana de Belo Horizonte. In: CONGRESSO NACIONAL DE EXCELÊNCIA EM GESTÃO, 10., 2014, Rio de Janeiro. Anais [...] Rio de Janeiro, 2014. Disponível em: http://www.inovarse.org/sites/default/files/T14_0116_5.pdf. Acesso em: 24 fev. 2020.

SERAFIM, Luciana Batista; MARTINS, Ronei Ximenes. Percepção dos cursistas quanto ao desempenho escolar em licenciaturas a distância. Inc.Soc., Brasília, DF, v. 10. n. 1, p. 162-171, jul./dez. 2018. Disponível em: http://revista.ibict.br/inclusao/article/view/4180/3651. Acesso em: 15 mar. 2020.

TENÓRIO, André et al. Competências pedagógicas e socioafetivas de tutores a distância na percepção de alunos. Revista EDaPECI, São Cristóvão (SE), v. 14. n. 3, p. 522-544 set./dez. 2014. Disponível em: https://seer.ufs.br/index.php/edapeci/article/view/3279. Acesso em: 20 fev. 2020.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n1-620

Refbacks

  • There are currently no refbacks.