O papel da leitura na construção de saberes e prática social / The role of reading in the construction of knowledge and social practice

Jaiana Bezerra de Assis, Samuel Ilo Fernandes de Amorim, Diana Clementino de Oliveira, Luziete Jorge da Silva, Jackeline Sousa Silva

Abstract


Este trabalho aporta sobre a importância da leitura na formação de sujeitos pensantes e críticos no processo de ensino-aprendizagem e no desenvolvimento cognitivo da criança, bem como ser instrumento de transformação e participação social. Assim tem-se como objetivo analisar a contribuição da leitura na formação do sujeito/leitor competente para que venha a intervir na sociedade. Utilizou-se de uma abordagem qualitativa-descritiva, dedutiva e bibliográfica, subsidiada pelos estudos de Paulo Freire, Foucambert, Maria Teresa Andruetto, Rildo Cosson, Magda Soares, além de legislações educacionais vigentes. O estudo faz uma discussão sobre o ato de ler, a leitura em tempos de conectividade, o leitor como agente transformador e a escola na mediação da leitura. Conclui-se que o ato de ler pode influenciar na formação do sujeito pensante, crítico e o quão a leitura pode afetar a vida do sujeito na sua ação contínua e libertadora.


Keywords


leitura, leitor consciente, transformação leitora.

References


ANDRUETTO, M.T. A leitura, outra revolução. Trad. Newton Cunha. São Paulo: Edições Sesc, 2017.

AZEVEDO, M.A.; MARQUES, M.L. (Orgs.). Alfabetização hoje. 5ª ed. São Paulo: Cortez, 2009.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Brasília: MEC, 2018.

BRASIL. Ministério da Educação. Parâmetros Curriculares Nacionais: Língua Portuguesa - volume 2. Secretaria da Educação Fundamenta l. 1ª ed. Brasília: MEC, 1997.

BRASIL. Ministério da Educação. Parâmetros curriculares nacionais: terceiro e quarto ciclos do ensino fundamental: língua portuguesa. Secretaria de Educação Fundamental. Brasília: MEC, 1998.

COSSON, R. Letramento literário: teoria e prática. 2ª.ed., 9ª reimpressão. São Paulo: Contexto, 2019.

DICIONÁRIO ETIMOLÓGICO: Etimologia e origem das palavras. Disponível em: https://www.dicionarioetimologico.com.br/l/ .Acesso em: 20 jul. 2020.

FOUCAMBERT, J. A leitura em questão. Editora: Artes Médicas, 1994.

FREIRE, P. A importância do ato de ler: em três artigos que se completam. São Paulo: Autores Associados: Cortez, 1989.

FULGÊNCIO, L; LIBERATO, Y. A leitura na escola. – São Paulo: Contexto, 1996.

GAROFALO, D. Como as metodologias ativas favorecem o aprendizado. Nova Escola, 2018. Disponível em: https://novaescola.org.br/conteudo/11897/como-as-metodologias-ativas-favorecem-o-aprendizado. Acesso em: 10 ago. 2020.

LUFT, C. P. Minidicionário Luft. Colaboradores: Francisco de Assis Barbosa, Manuel da Cunha Pereira: organização e supervisão Lya Luft. 21ª. ed. São Paulo: Ática, 2009.

LIMA, M.X.M; ASSUNÇÃO, M.E.P; COUTINHO, D.J.G. Dificuldades na aprendizagem da leitura nas séries iniciais. Braz. J. of Develop., Curitiba, v. 5, n. 11, p. 27823-27833, nov. 2019.

SOUZA, L. A leitura no ciberespaço e a cultura virtual. In Raymundo Netto e Lídia Eugenia Cavalcante (Orgs.). Curso Mediadores de Leitura. Fortaleza, CE: Fundação Demócrito Rocha, 2018.

OLIVEIRA, M. J. F de. Jogos para Alfabetização e Letramento. 1ª ed. Fortaleza: Editora IMEPH, 2011.

ROCHA, R. O menino que aprendeu a ver. 9ª ed. Editora: Salamandra, 2013

SANTAELLA, L. O leitor ubíquo e suas consequências para a educação. In: Patrícia Lupuion Torres. (Org.). Complexidade: Redes de conexões na produção do conhecimento. 1ª. ed. Curitiba: Kairós Edições, 2014, v.1, p.27-44

SILVA, E.T. Leitura e realidade brasileira. 6ª. ed. Campinas: Edições Leitura Crítica, 2011.

SOARES, M. Novas práticas de leitura e escrita: letramento na cibercultura. Educ. Soc. [online], v. 23, n. 81, p. 143-160, dez. 2002.

WEISZ, T. O diálogo entre o ensino e a aprendizagem. Edição comemorativa. São Paulo: Ática, 2019.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n1-606

Refbacks

  • There are currently no refbacks.