Contribuições da monitoria ao uso de metodologias ativas na formação de educadores/ Monitoring contributions to the use of active methodologies in educator training

Paulo Victor Barbosa de Farias, Maria Teresa Barros Falcão Coelho

Abstract


As metodologias ativas têm sido utilizadas no ensino superior com o objetivo de desenvolver a autonomia dos estudantes em relação à sua formação profissional. Este artigo apresenta um relato de experiência sobre o exercício de monitoria na disciplina de Fundamentos Psicológicos da Educação, que faz uso de metodologias ativas, constituindo-se como componente curricular obrigatório aos cursos de licenciatura e formação de professores da Universidade Federal da Paraíba. Nessa perspectiva, o estudo em questão tem como objetivo descrever a experiência do monitor durante o período de um ano de intervenção, destacando sua função mediadora e potencializadora da aprendizagem e do desenvolvimento dos estudantes matriculados na referida disciplina. Foram realizados registros de observação e aplicados questionários aos estudantes, os quais juntamente com a vivência prática do monitor, evidenciaram que a utilização da Problematização, como uma metodologia ativa, facilitou o desenvolver de uma melhor aprendizagem, sendo fundamental destacar a maior autonomia dos estudantes. Por fim, considera-se importante o incentivo ao projeto de monitoria, por propiciar a formação de discentes autônomos, contribuindo com os processos de ensino e aprendizagem.


Keywords


Aprendizagem, Monitoria, Metodologias Ativas, Formação de professores.

References


BARBOSA, M. G.; AZEVEDO, M. E. O.; OLIVEIRA, M. C. A. Contribuições da monitoria acadêmica para o processo de formação inicial docente de licenciadas do curso de ciências biológicas da FACIDI/EUCE. Revista SBEnBIO. v.5, n.2, Ceará, p.5471-5479, 2014.

BERBEL, N. A. N. As Metodologias ativas e a promoção da autonomia de estudantes. Semina: Ciências Sociais e Humanas, Londrina, v. 32, n. 1, p. 25-40, 2011.

CORRÊA, A. K.; SANTOS, R. A.; SOUZA, M. C. B. de M.; CLAPIS, M. J. Metodologia problematizadora e suas implicações para a atuação docente: relato de experiência. Educ. rev., Belo Horizonte, v. 27, n. 3, p. 61-77, Dec. 2011.

DIAS, A. M. I. A monitoria como elemento de iniciação à docência: ideias para uma reflexão. In SANTOS, M. M.; LINS, N. M. (Orgs). A monitoria como espaço de iniciação à docência: possibilidades e trajetórias. Natal: EDUFRN – Editora da UFRN, p. 37-44, 2007.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

MACIEL, M. de A. C. et al. Os desafios do uso de metodologias ativas no ensino remoto durante a pandemia do Covid-19 em um curso superior de enfermagem: um relato de experiência. Brazilian Journal Of Development, Curitiba, v. 6, n. 12, p. 98489-98504, dez. 2020.

NATARIO, E. G.; SANTOS, A. A. A. Programa de monitores para o ensino superior. Estudos de Psicologia, Campinas-SP , v.27, n.3, , p.355-364, set. 2010.

NUNES, J. B. C. Monitoria acadêmica: espaço de formação. In:SANTOS, M.M.; Lins, N.M. (Orgs). A monitoria como espaço de iniciação a docência: possibilidades e trajetórias. Natal: EDUFRN, p. 45-57, 2007.

POZO, J. I. Aprendizes e mestres: a nova cultura da aprendizagem. Tradução Ernani Rosa. Porto Alegre: Artmed, 2002.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n1-518

Refbacks

  • There are currently no refbacks.