Percepção da enfermagem sobre a assistência a pacientes em nutrição enteral no âmbito hospitalar / Perception of nursing about care to patients in enteral nutrition in the hospital area

Joelson Henrique Martins de Oliveira, Michael Wilian da Costa Cabanha, Alex Sander Cardoso de Souza Vieira, Roberta Salles Orosco Nunes, Diana Pache Rodrigues, Susan dos Santos Araujo Ribeiro Valadares, Eli Fernanda Brandão Lopes, Edivania Anacleto Pinheiro Simões

Abstract


Os Cuidados Continuados Integrados (CCI) foram instituídos no Brasil com base na experiência portuguesa, que por meio do Decreto-Lei nº. 101/2006, de 6 de junho, tem como característica um conjunto de intervenções multiprofissional que visa uma ideia centrada na recuperação global do paciente. Neste sentido o objetivo desse artigo foi avaliar a percepção da equipe de enfermagem sobre a administração da dieta. Trata-se de um estudo do tipo descritivo, com a abordagem quanti-qualitativo, foi realizado em uma Unidade de Cuidados Continuados Integrados (CCI) no estado de Mato Grosso do Sul (MS), centro-oeste brasileiro, vinculada a um hospital geral, filantrópico, de média complexidade, conveniado ao Sistema Único de Saúde (SUS). A dieta enteral é extremamente importante, porém existe a falta de conhecimento a respeito de sua importância tanto da parte de alguns profissionais da saúde quanto por parte dos pacientes ou de seus acompanhantes. Com a mudança da pirâmide etária da população brasileira, ainda se faz necessário investir muito esforço e dedicação em educação e capacitação em formação de equipes multidisciplinares conscientes das atribuições específicas e conjuntas de todos os seus membros, e que sejam capazes de trabalhar de forma conjunta e complementar como todos os profissionais da equipe.


Keywords


Envelhecimento, Nutrição enteral, Enfermagem.

References


MIRANDA, Gabriella Morais Duarte; MENDES, Antonio da Cruz Gouveia; SILVA, Ana Lucia Andrade da. O envelhecimento populacional brasileiro: desafios e consequências sociais atuais e futuras. Rev. Bras. Geriatr. Geronto, Rio de Janeiro, v. 19, ed. 3, p. 507-519, 2016.

VERAS, Renato Peixoto; OLIVEIRA, Martha. Envelhecer no Brasil: a construção de um modelo de cuidado. Rev. Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 23, ed. 6, p. 19-29, 2018.

BRASIL. Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde Departamento de Ações Programáticas e Estratégicas Área Técnica Saúde do Idoso. Brasília 2010

BARROS, Marilisa Berti de Azevedo; GOLDBAUM, Moisés. Desafios do envelhecimento em contexto de desigualdade social. Revista de saude publica, São Paulo, v. 52, 2018.

SEGRE, Marco; FERRAZ, Flávio Carvalho. O conceito de saúde. Revista de saude publica, São Paulo, v. 31, ed. 5, p. 538-542, 1997

FERREIRA, Olívia Galvão Lucena et al. Envelhecimento ativo e sua relação com a independência funcional. Texto Contexto Enfermagem, Florianopolis, v. 21, ed. 3, p. 513-518, 2012.

BRASIL. Ministério da Saúde. Diretrizes para o cuidado das pessoas idosas no SUS: proposta de modelo de atenção integral. Ministério da Saúde: Brasília; 2014

FERRAZ, Cinthya Ramires. A COMPREENSÃO FRENTE À SEGURANÇA DO PACIENTE, EVENTOS ADVERSOS E O PERFIL DE IDOSOS HOSPITALIZADOS: CONTRIBUIÇÕES PARA ENFERMAGEM. Orientador: Prof. Dr. Henrique Salmazo da Silva. 2019. 108 f. Dissertação de Mestrado (Mestrado em Gerontologia) - Universidade Catolica de Brasilia, Brasilia, 2019.

Conselho Federal de Enfermagem. Resolução COFEN n. 0453, de 16 de janeiro de 2014. Dispõe sobre a Atuação da Equipe de enfermagem em Terapia Nutricional. Diario Oficial da União, Brasilia (DF); 2014 JAN 16; Secção1: 187.

MEDEIROS, Rosana Kelly da Silva et al. Assistência de enfermagem a pacientes em uso de sonda gastrointestinal: revisão integrativa das principais falhas. Revista cubana de enfermería, Cuba, v. 30, ed. 4, p. 0-0, 2014.

DUNCAN, Bruce Bartholow et al. Doenças Crônicas Não Transmissíveis no Brasil: prioridade para enfrentamento e investigação. Revista de Saúde Publica, [s. l.], v. 46, p. 126-134, 2012.v.

MALTA, Deborah Carvalho et al. Doenças crônicas não transmissíveis e a utilização de serviços de saúde: análise da Pesquisa Nacional de Saúde no Brasil. Revista de Saúde Publica, [s. l.], v. 51, ed. 1, p. 1-10, 2017.

THOMÉ, Desirée Lemos. Ações do enfermeiro na prevenção de doenças cronicas não transmissiveis: Revisão Integrativa. Orientador: Luiza Maria Gerhardt. 2012. 43 f. Trabalho de conclusão de curso (Bacharelado) - UFRG, [S. l.], 2012 .

SOTO, Pedro Henrique Teixeira et al. Morbidades e custos hospitalares do Sistema Único de Saúde para doenças crônicas. Rev Rene, [s. l.], v. 16, ed. 4, p. 567-575, 2015.

FALKENBERG, Mirian Benites et al. Educação em saúde e educação na saúde: conceitos e implicações para a saúde coletiva. Rev. Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 19, ed. 3, p. 847-852, 2014.

DRE (Diário da República Eletrônico). Decreto-Lei n.º 101 de 6 d e Junho de 2006 , Portugal 2013 .

BRASIL. Ministerio da saúde. Gabinbete do Ministro PORTARIA Nº 2.809, DE 7 DE DEZEMBRO DE 2012, Brasília 2012.

ANDRADE, Leonardo Tadeu de et al. Papel da enfermagem na reabilitação física. Revista Brasileira de Enfermagem, BRASILIA, v. 63, ed. 6, p. 1056-1060, 2010.

FARO, Ana Cristina Mancussi e. Enfermagem em Reabilitação magem em Reabilitação: ampliando os horizontes, ampliando os horizontes, ampliando os horizontes, legitimando o saber legitimando o saber. Revista da Escola de Enfermagem da USP , São Paulo, v. 40, ed. 1, p. 128-133, 2006.

THOMPSON, David R. Evidence for the effectiveness of cardiac rehabilitation. Elsevier, Holanda, v. 1, ed. 2, p. 64-75, 1998.

PEDUZZI, Marina. Equipe multiprofissional de saúde: conceito e tipologia. Revista de Saúde Publica, São Paulo, v. 35, ed. 1, p. 103-9, 2001.

FERREIRA, Iára Kallyanna Cavalcante. Terapia Nutricional em Unidade de Terapia Intensiva. Revista Brasileira de Terapia Intensiva, São Paulo, v. 19, ed. 1, p. 90-97, 2007.

BRASIL. Ministerio da saúde. Gabinbete do Ministro PORTARIA Nº 272, DE 8 DE ABRIL DE 1998, Brasília 1998.

BRASIL. Ministerio da saúde. Gabinbete do Ministro PORTARIA Nº 272, DE 8 DE ABRIL DE 2000, Brasília 2000

BRASIL. Ministerio da saúde. Gabinbete do Ministro PORTARIA Nº 272, DE 8 DE ABRIL DE 1999, Brasília 1999.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n1-516

Refbacks

  • There are currently no refbacks.