Perfil epidemiológico dos pacientes acometidos com AVC isquêmico submetidos a terapia trombolítica: uma revisão integrativa / Epidemiological profile of patients affected with ischemic stroke subject to thrombolytic therapy: an integrative review

Gabriela Nunes Roxa, Ana Rachel Vieira Amorim, Geovanna Renaissa Ferreira Caldas, Aldênia dos Santos Holanda Ferreira, Felipe Eufrosino de Alencar Rodrigues, Maisa Olinda Silva Santos Gonçalves, Thiago Bruno Santana, Cicero Rafael Lopes da Silva

Abstract


O Acidente Vascular Cerebral (AVC) é definido como a diminuição ou completa interrupção do aporte sanguíneo cerebral. Está dividido em dois tipos, isquêmico ou hemorrágico. É uma disfunção neurológica   aguda   de   origem   vascular, com   sinais   e sintomas que correspondem ao comprometimento de áreas focais   do   cérebro.   Ele   é   descrito   como   um   déficit neurológico de início súbito ocasionado por uma alteração vascular que promove a interrupção do fluxo sanguíneo para uma área específica.  Esta pesquisa tem o objetivo de analisar o perfil epidemiológico dos indivíduos com acidente vascular cerebral isquêmico que obtiveram a terapia trombolítica (TT). Trata-se de uma revisão integrativa de literatura. A busca dos materiais ocorreu em bases de dados e biblioteca, SCIELO, MEDLINE e LILACS. Os descritores utilizados foram, “terapia trombolítica” e “acidente vascular cerebral isquêmico”. A amostra final foi constituída por 11 publicações, publicadas entre 2015 e 2020. Percebeu-se dentre os principias fatores de risco para o AVC, estão a hipertensão arterial sistêmica (68,9%), dislipidemia (29,8%), diabetes mellitus (26,7%) e as cardiopatias (22,7%), tabagismo (62,5%).  Esse estudo reafirmam os principais fatores de risco para AVCi agudo.


Keywords


Acidente vascular cerebral, Terapia trombolítica, Perfil Epidemiológico.

References


AMITRANO, Daniel et al. Modelo de predição simples para desfecho desfavorável em acidente vascular cerebral isquêmico após terapia trombolítica intravenosa. Arq. Neuro-Psiquiatr. São Paulo, v. 74, n. 12, pág. 986-989, dezembro de 2016.

BARELLA, Rudieri Paulo et al. PERFIL DO ATENDIMENTO DE PACIENTES COM ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL EM UM HOSPITAL FILANTRÓPICO DO SUL DE SANTA CATARINA E ESTUDO DE VIABILIDADE PARA IMPLANTAÇÃO DA UNIDADE DE AVC. Arquivos Catarinenses de Medicina, [S.l.], v. 48, n. 1, p. 131-143, mar. 2019.

BAYONA-ORTIZ, Hernán et al . Observational study of thrombolytic treatment for acute stroke in patients older and younger than 80 years: experience from one hospital in Bogotá, Colombia, 2007-2014. Medicas UIS, Bucaramanga , v. 30, n. 3, p. 21-30, Dec. 2017

CARVALHO, Vergílio Pereira et al. Perfil clínico-epidemiológico de pacientes com acidente vascular cerebral. Saúde e Desenvolvimento, [s.l.], v. 13, n. 15, p. 50-61, 2019.

COSTA, Fernando et al. Nível de conhecimento da população adulta sobre acidente vascular cerebral (AVC) em Pelotas - RS. Jornal Brasileiro de Neurociências, [s.l.], v. 19, p. 31-37, 2008.

CHE, Ruiwen et al. Rt-PA with remote ischemic postconditioning for acute ischemic stroke. Annals Of Clinical And Translational Neurology, [S.L.], v. 6, n. 2, p. 364-372, 16 jan. 2019.

EIRA, Carla et al., Trombólise intravenosa no Acidente Vascular Cerebral Isquêmico Agudo Depois dos 80 Anos. Medicina Interna, Lisboa, v. 25, n. 3, p. 169-178, set. 2018.

HANAUER, Laíde et al. Comparação da severidade do déficit neurológico de pacientes com acidente vascular cerebral isquêmico agudo submetidos ou não à terapia trombolítica. Fisioterapia e Pesquisa, [s.l.], v. 25, n. 2, p. 217-223, jun. 2018.

KOSLYK, Jessyca L. et al . Sodium nitroprusside: low price and safe drug to control BP during thrombolysis in AIS. Arq. Neuro-Psiquiatr., São Paulo , v. 73, n. 9, p. 755-758, Sept. 2015 .

MANIVA, Samia Jardelle Costa de Freitas et al. Tecnologias educativas para educação em saúde no acidente vascular cerebral: revisão integrativa. Revista Brasileira de Enfermagem, Brasília, v. 71, n. 4, p. 1724-1731, maio 2018.

MENDES, Karina dali Sasso; SILVEIRA, Renata Cristina de Campos Pereira; GALVÃO, Cristina Maria. REVISÃO INTEGRATIVA: MÉTODO DE PESQUISA PARA A INCORPORAÇÃO DE EVIDÊNCIAS NA SAÚDE E NA ENFERMAGEM. Texto & Contexto - Enfermagem, Florianópolis, p. 758-764, 2008.

MING-JU-HSIEH et al. Improved performance of new prenotification criteria for acute stroke patients. Improved Performance Of New Prenotification Criteria For Acute Stroke Patients, Taiwan, v. 115, n. 4, p. 257-268, abr. 2016.

NASCIMENTO, Kleiton Gonçalves do et al. Desfechos clínicos de pacientes com acidente vascular cerebral isquêmico após terapia trombolítica. Acta Paulista de Enfermagem, [S.L.], v. 29, n. 6, p. 650-657, dez. 2016.

NEVES, Michelle Morto Figueiredo; GUIMARÃES, Laíz Helena de Castro Toledo. Qualidade de Vida e Grau de Independência Funcional em Pacientes com Acidente Vascular Cerebral. Revista Neurociência, Lavras, v. 24, p. 1-17, 2015.

PEDRA, Elisângela de Fátima Pereira et al. Pacientes pós-AVC com e sem trombólise: análise da deglutição na fase aguda da doença. Codas, São Paulo, v. 32, n. 1, p. 50-60, 3 fev. 2020.

POUPORE, Nicolas; STRAT, Dan; MACKEY, Tristan; SNELL, Ashley; NATHANIEL, Thomas. Ischemic stroke with a preceding Trans ischemic attack (TIA) less than 24 hours and thrombolytic therapy. Bmc Neurology, [S.L.], v. 20, n. 1, p. 1-12, 19 maio 2020. Springer Science and Business Media LLC.

SARTORETTO, Eduardo Rovaris et al. CONTRAINDICAÇÕES AO USO DE TROMBOLÍTICO EM PACIENTES ACOMETIDOS POR ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL ISQUÊMICO NUM HOSPITAL DE ALTA COMPLEXIDADE DO SUL CATARINENSE NO PERÍODO DE 2012 A 2014. Arquivos Catarinenses de Medicina, [S.l.], v. 48, n. 1, p. 108-117, mar. 2019.

SILVA, D.N et al. Cuidados de enfermagem à vítima de acidente vascular cerebral

(AVC): Revisão integrativa. Revista Eletrônica Acervo Saúde. [S.l.], v. 36, p. e2156,

nov 2019




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n1-496

Refbacks

  • There are currently no refbacks.