Desafios do desenvolvimento socioeconômico no Brasil: desigualdade e concentração de renda em âmbito municipal no Estado de São Paulo / Challenges of socioeconomic development in Brazil: inequality and concentration of income in the municipal sphere in the State of São Paulo

Lilian Segnini Rodrigues

Abstract


No Brasil, a desigualdade e a concentração de renda se faz presente em todo território, não sendo diferente em âmbito municipal, onde são fortes as características de subdesenvolvimento nos municípios predominantemente ligados às atividades rurais e com baixo número de habitantes. Em que pese a melhora nas condições de vida da sociedade brasileira, de modo geral, notadamente nas últimas duas décadas, o país ainda é marcado pela carência de igualdades, das mais variadas categorias, e em todas as suas Unidades Federativas. Essa pesquisa se limita a analisar a desigualdade e concentração de renda entre os municípios do Estado de São Paulo, com o objetivo de mensurar a discrepância existente entre eles em termos de desenvolvimento, partindo de um indicador já consolidado: o Índice de Desenvolvimento Humano. Adicionalmente a esse indicadorsão apresentados e analisados outros dois, a saber: PIB per capita e Índice de Gini. Ao final, evidencia-se a necessidade de políticas públicas de desenvolvimento local, bem como mudanças institucionais na política econômica do país.


Keywords


Concentração de Renda; Desenvolvimento; Desigualdade; IDH, Índice de Gini; PIB per capita

References


BRACARENSE, P. A. Estatística aplicada às Ciências Sociais. Curitiba: IESDE Brasil S.A., 2012.

BRANDÃO, C. Desenvolvimento, Territórios e Escalas Espaciais: levar na devida conta as contribuições da economia política e da geografia crítica para construir a abordagem interdisciplinar. In: RIBEIRO, M. T. F. e MILANI, C. R. S. (orgs.). Compreendendo a complexidade sócioespacialcontemporânea: o território como categoria de diálogo interdisciplinar. Salvador, Editora da UFBA, 2008.

CANO, W. (2010). Uma Agenda Nacional para o Desenvolvimento. Texto paraDiscussão. IE/UNICAMP n. 183, agosto 2010. Disponível em:http://www.centrocelsofurtado.org.br/arquivos/image/201108311433430.CANO1.pdf. Acesso em: 10/04/2018.

CARVALHO, J.G.Economia política e desenvolvimento: Um debate teórico. Coleção governança e desenvolvimento. Grupo de Pesquisa em Ideias, Intelectuais e Instituições, UFSCar: 2017. Disponível em: https://pt.scribd.com/document/358008817/Economia-Politica-e-Desenvolvimento-um-debate-teorico. Acesso em: 16/04/2018.

FURTADO, C. O subdesenvolvimento revisitado. Revista Economia e Sociedade, v. 1, ago. 1992, p. 5-19. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/ecos/article/view/8643307. Acesso em 12/04/2018.

GREMAUD, A. P; et al. Economia brasileira contemporânea. 7º ed. São Paulo: Editora Atlas, 2007.

MORI, K. G.; CASADEI, S. R. Desenvolvimento humano? E eu com isso? São Paulo: Cortez Editora, 2013.

SEN, A. K. Desenvolvimento como liberdade.São Paulo: Companhia de Letras, 2000.

SILVA, A. M. P.; OLIVEIRA, E. A. A. Q.; ARAUJO, E. A. S. Uma análise do Programa Bolsa Família e da pobreza como fator de exclusão. Anais do 4th InternationalCongressonUniversity-IndustryCooperation - Taubate, SP - Brazil -December 5th through 7th, 2012.

SOUZA, D. I. et al. Manual de orientações para projetos de pesquisa. Novo Hamburgo: FESLSVC, 2013.

WOLFFENBÜTTEL, Andréa.O que é? Índice de Gini.Revista Desafios do Desenvolvimento. IPEA. 2004. Ano 1. Edição 4 –novembro/2004.

YIN, R. K. Estudo de caso:planejamento e métodos. 2ª Ed. Porto Alegre: Bookman. 2001.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv4n5-233

Refbacks

  • There are currently no refbacks.