Psicologia do desenvolvimento nos anos finais do ensino fundamental na unidade escolar EESG no município de Augustinópolis – TO / Psychology of development in the final years of fundamental education in the EESG school unit in the Augustinopolis Municipality

Dayanna Carvalho Rocha Santos, Juliana Barros Carvalho, Valnei Rodrigues Feitosa, Félkerson Marinho Ferreira

Abstract


 É evidente que a educação é de grande importância para a construção de uma sociedade mais desenvolvida e humanitária. É indispensável dizer que a educação primordial é construída no âmbito familiar e escolar. Neste sentindo foi realizada uma observação na Unidade Escolar Escola Estadual Santa Genoveva (U.E.E.S.G), localizada no município de Augustinópolis-TO, onde foram observados alunos do 6º ano do ensino fundamental, por um período de cinco dias. Salienta-se que todo esse trabalho foi realizado com intuito de observar e analisar a relação professor-aluno, a estrutura da escola, o comportamento dos alunos perante o professor entre vários aspectos tendo como objetivo principal relacionar estas características com as principais teorias defendidas por grandes estudiosos da psicologia da educação. Esta observação mostra que os alunos reagem por estímulos, há um grande desrespeito entre os alunos e professores e mostra que os alunos se comportam durante a exposição da aula devido o interesse de somente obtenção de nota. Durante a observação foi possível não somente perceber a interação professor/aluno, como também os desafios enfrentados pelos educadores da unidade escolar, ministrar aulas para alunos de uma mesma série, com alunos de faixas etárias diferentes, o que dificulta muitas vezes a didática do professor, porque como visto nas teorias do desenvolvimento da aprendizagem, o aluno tem facilidade em adquirir certos conhecimentos em determinada faixa etária.


Keywords


Educação, Ensino Fundamental, Psicologia.

References


ARAÚJO, Rodrigo. Psicologia da Educação. Bahia: FTC, 2002.

BARROS, Célia Silva Guimarães. Pontos de Psicologia do Desenvolvimento. São Paulo: Ática, 2008.

BRASIL. Ministério de Educação e Cultura. LDB - Lei nº 9394/96, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da Educação Nacional. Brasília: MEC, 1996.

BRUNER, J. O Processo da educação Geral. 2ª ed. São Paulo: Nacional, 1991.

CORSINO, Patricia. Anos iniciais do Ensino Fundamental. TV Brasil, 2009.

DELVAL, J. Aprender en la vida y en la escuela/ Juan Delval – Madrid: Morata, 2001.

FITA, E. C. O professor e a motivação dos alunos. In: TAPIA, J. A.; FITA, E. C. A motivação em sala de aula: o que é, como se faz. 4. ed. São Paulo: Loyola, 1999.

FONTANA, David. Psicologia para Professores. São Paulo: Loyola, 2002.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa /Paulo Freire. – São Paulo: Paz e Terra, 1996.

KNÜPPE, Luciane. Motivação e desmotivação: desafio para as professoras do Ensino Fundamental. Educar em Revista [en línea] 2006.

LA ROSA, Jorge. Psicologia e educação: o significado do aprender / Organização Jorge de La Rosa. 7º. Ed. – Porto Alegre: EDIPUCRS, 2003.

PIAGET, J. A Epistemologia Genética. RJ: Vozes, 1971.Tradução: Nathanael C. Caixeiro. L‟èpistémologie Genétique. Paris: Universitaries de France, 1971.

SOUZA, E.M. Problemas de aprendizagem - criança de 8 a 11 anos. Bauru: EDUSC, 1996.

TAPIA, J.A. GARCIA-CELAY, I. M. “Motivação e Aprendizagem Escolar”. In: COLL.C; MARCHESI. A; PALACIOS . J. Desenvolvimento Psicológico e Educação. Artes Médicas,1996.

VASCONCELOS, Maria Lúcia. Educação básica a formação do/ professor, relação professor-aluno, planejamento, média e educação/ Maria Lúcia Vasconcelos – São Paulo: Contexto, 2012




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n1-419

Refbacks

  • There are currently no refbacks.