Características comerciais em variedades de salsa cultivadas sob diferentes ambientes de luz/ Commercial characteristics in parsley varieties grown under different light environments

Luís Cláudio Vieira Silva, Girlene Santos de Souza, Caliane da Silva Braulio, Anacleto Ranulfo dos Santos, Joeferson da Silva Santos, Amanda Santos Oliveira, Elielva Cardoso de Oliveira, Francisco José da Silva Fiuza Júnior

Abstract


Originária de clima temperado, a salsa (Petroselinum crispum (Mill.) Nym.) é uma hortaliça de importância social e econômica, entretanto seu cultivo é limitado às regiões com altas temperaturas. No entanto, a utilização de malhas fotosseletivas pode amenizar esse efeito, desencadeando mecanismo de ação morfológica e fisiológica em plantas modificado pela luz. Neste contexto, objetivou-se avaliar as características de interesse comercial em plantas de duas variedades de salsa cultivadas sob diferentes ambientes de luz nas condições climáticas do Recôncavo Baiano. A pesquisa foi desenvolvida na estação do inverno, nos meses de junho a agosto de 2020 em casa de vegetação pertencente ao Centro de Ciências Agrárias e Ambientais e Biológicas da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, no município de Cruz das Almas-BA. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado utilizando 4 ambientes de luz: pleno sol e três telados formados por malhas ChromatiNet vermelha, Aluminet e preta com duas variedades de salsa: Lisa e Crespa, com 8 repetições, contendo uma planta por vaso com proporção única de Latossolo Amarelo e esterco bovino (80t ha-1). Avaliaram-se as seguintes características comerciais nas plantas: número de folhas, altura da planta, massa da matéria fresca e seca da parte aérea.  Após a análise de variância e testes múltiplos de Tukey a nível de  5% de probabilidade, concluiu-se que plantas da variedade Lisa, embora somente apresentou diferença significativa na altura com menores médias em pleno sol,  não necessitam de ambiente com malhas fotosseletivas, divergindo das plantas da variedade crespa, que houve diferença estatística para todas as variáveis analisadas. Contudo, as malhas fotosseletivas preta e vermelha proporcionaram plantas com maiores respostas no número de folhas, altura, massa da matéria fresca e seca da parte aérea.


Keywords


genótipos, malhas coloridas, Petroselinum crispum.

References


CANAL AGRICOLA, Disponível em: https://www.canalagricola.com.br/tela-aluminet-50-largura-3m-metro-linear. Acesso em 15 de novembro de 2020.

CELEIRO DO BRASIL, Disponível em: https://celeirodobrasil.com.br/salsa-suas-propriedades-medicinais-e-cultivo/. Acesso em 15 de novembro de 2020.

CRUZ, R. R. P.; FERREIRA, F. D.; FREIRE, A. I.; PEREIRA, A. M.; SILVA, T. I. DA; FRANCO, W. C. G.; GROSSI, J. A. S. Redes fotosseletivas na agricultura, Research, Society and Development, v. 9, n.8, 2020.

FERREIRA, D. F. Sisvar: a Guide for its Bootstrap procedures in multiple comparisons. Ciência e Agrotecnologia, v.38, n.2, pp.109-112, 2014.

FREITAS, E. de. "Clima e vegetação do Nordeste"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/brasil/o-clima-vegetacao-nordeste.htm. Acesso em 15 de novembro de 2020.

HIRATA, A. C. S.; HIRATA, E. K. Desempenho produtivo do agrião d’água cultivado em solo sob telas de sombreamento. Pesquisa Agropecuária Brasileira,v.50, n.10, p.895-901, 2015.

HOEPERS, L. M. L. Crescimento de cultivares de salsa (Petroselinum crispum) em condições de sombreamento e a pleno sol. Dissertação (Mestrado em Agronomia) – Universidade Estadual do Oeste do Paraná, p. 63. 2017.

LAURENTINO, M., MINUZZI, R. B. Características comerciais da salsa em ambientes cobertos com malhas de sombreamento e fotoconversora durante o verão na Região de Imaruí, Santa Catarina. Revista Brasileira de Agropecuária Sustentável, v. 8, n. 3, p. 28-33, 2018.

LIMA, M. C.; DA-SILVA, C. J., BORELLA, J.; DEUNER, S.; FREITAG R. A.; MARIOT, M. P.; AMARANTE, L. DO Plants of Achillea millefolium L. grown under colored shading nets have altered secondary metabolism, Revista Brasileira de Biociências, v. 17, n.2, p. 104-111,. 2019.

MATOS, L. S.; SOUZA, D. S. ; SANTOS, N. S. ; ANJOS, G. L. ; SANTOS, A. R. . Crescimento inicial e índices de clorofila de manjericão cv. maria bonita cultivado sob diferentes condições de luminosidade e concentrações de potássio. Enciclopédia Biosfera, v. 13, p. 388-397, 2016.

NOHAMA, M. T. R. ; SEABRA JUNIOR, S ; SILVA, M. B. DA; RODRIGUES, L. F. O. SOBREIRA; OLIVEIRA, R. G. DE; INAGAKI, A. M. I.; NUNES, M. C. M. Produção de cultivares de salsa em diferentes níveis de luminosidade, Revista Cultivando o Saber, v. 10, n 1, p. 82-89. 2017.

SILVA, M. T. DA; MORSELLI, T. B. G. A. L.; MORSELLI, A.; SCHUBERT, R. N.; MATOSO, E. S.; SIMON, E. D. T.; AVANCINI, A. R.; ALVES, M. C. húmus de minhoca (Eisenia foetida) na adubação de alface em ambiente protegido, Brazilian Journal of Development v. 6, n.4, p.17549-17557, 2020.

TAIZ, L., ZEIGER, E., MOLLER, I. M., MURPHY, A. Fisiologia e Desenvolvimento Vegetal. Porto Alegre, Artmed, 6. ed, pp.858. 2017.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n1-388

Refbacks

  • There are currently no refbacks.