Precipitação pluviométrica no Município De Pau Dos Ferros De 1964 a 2015 / Rainfall in the Municipality Of Pau Dos Ferro from 1964 to 2015

Wesley de Oliveira Santos, José Espínola Sobrinho, Manoel Januário da Silva Júnior, Janaína Cortêz de Oliveira

Abstract


A variabilidade da precipitação pluvial afeta diretamente os setores sociais e econômicos de uma região. Considerando os problemas que essa variabilidade pode causar ao ambiente e a população, a realização desse trabalho tem como objetivo a caracterização pluviométrica do município de Pau dos Ferros, em escala anual, para uma série histórica de 52 anos (1964-2015). Os dados de precipitação pluvial diária utilizados foram obtidos através do banco de dados da EMPARN, os mesmos foram caracterizados mediante uso dos métodos estatísticos de distribuição de frequência, para obtenção dos principais momentos estatísticos centrais e de dispersão, e da técnica dos quantis, que permitiu classificar os anos analisados quanto a intensidade anual climatológica do regime de precipitação. o percentual de anos classificados como sendo muito secos coincidiu com o percentual de anos classificados como muito chuvosos, o que indica que a problemática de água existente na região não se deve apenas a irregularidade da ocorrência de chuvas, mas também à falta de planejamento adequado e de políticas de gerenciamento dos recursos hídricos, combinados à propostas de convivência com a seca.


Keywords


Variabilidade pluviométrica, Distribuição de frequência, Técnica dos Quantis.

References


ALMEIDA, H. A. de. Variabilidade anual da precipitação pluvial em Cabaceiras, PB. In: Congresso Brasileiro de Agrometeorologia, XIII, Santa Maria, Rio Grande do Sul, 2003, Sociedade Brasileira de Agrometeorologia, 2003. pp. 835-837.

BARRA, B. B. M. Caracterização da precipitação pluviométrica da microrregião de pau dos ferros – RN. 2015. 45 f. TCC (graduação em Ciência e Tecnologia) – Universidade Federal Rural do Semi-Árido, Pau dos Ferros, 2015.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA – IBGE. Censo Demográfico 2010. Disponível em: http://www.ibge.gov.br/home/. Acesso em: 10 fev. 2016.

MONTEIRO, J.B.; ROCHA, A. B.; ZANELLA, M. E. 2012. Técnica dos Quantis para caracterização de anos secos e chuvosos (1980 – 2009): Baixo Curso do Apodi – Mossoró/RN. Revista do Departamento de Geografia – USP, Volume 23. p. 232-249.

PINKAYAN, S. Conditional probabilities of ocurrence of Wet and Dry Years Over a Large Continental Area. Colorado: State University, Boulder-Co, 1966. (Hidrology papers, n. 12).

PONTES, E. T. M.; MACHADO, T. A. Desenvolvimento Sustentável e Convivência com o

Semi-Árido: o caso do programa um milhão de cisternas rurais no nordeste brasileiro. Universidade Federal de Pernambuco. Ano: 2012.

SENA, J. P. Oliveira et al. Caracterização da precipitação na microrregião do Cariri paraibano por meio da técnica dos quantis. Revista Brasileira de Geografia Física, vol. 07, n. 05, p. 871-879. 2014.

SILVA, J. C. da. Análise da distribuição de chuva para Santa Maria, RS. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental. v. 11, n. 1, p. 67-72. Campina Grande, 2007.

XAVIER, T. de M. B. S.; XAVIER, A. F. S. Papel da componente meridional do vento na costa do Nordeste para a previsão da chuva no Estado do Ceará. In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE RECURSOS HÍDRICOS, 11. 1997, Vitória, ES. Anais [...] Vitória, 2004. p. 537-543.

XAVIER, T. de M. B. S; XAVIER, A. F. S; ALVES, J. M. B. Quantis e eventos extremos: aplicações em ciências da terra e ambientais. Fortaleza: RDS, 2007. 278 p.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n1-385

Refbacks

  • There are currently no refbacks.