Uma avaliação do uso de práticas baseadas em evidências no atendimento educacional especializado aos alunos com TEA: o que os dados mostram / An assessment of the use of evidence-based practices in specialized educational support for students with ASD: what the data show

Sebastião Gomes Barbosa

Abstract


Crianças diagnosticadas com Transtorno do Espectro do Autismo apresentam combinações específicas deficitárias, concernentes ao comportamento e à maneira como interagem e se comunicam socialmente. Para intervir nesses aspectos Práticas Baseadas em Evidências são utilizadas. O objetivo desse estudo, foi avaliar o uso de PBEs pelos professores de escolas públicas do Município de Duque de Caxias/RJ, levando em consideração a prática docente com alunos com TEA no Atendimento Educacional Especializado. Foi realizada uma análise dos dados referentes às respostas dos professores de um questionário sobre PBEs. Trata-se de uma pesquisa de cunho quantitativo e desenvolvido por meio de estudo descritivo. O resultado demonstrou que embora os professores tenham interesse por pesquisas científicas, o uso sistemático e frequente de PBEs ainda é um desafio. O desconhecimento de 16% dos docentes e a baixa adesão do uso sistemático e frequente de tais práticas, justificam esta conclusão.


Keywords


Atendimento Educacional Especializado, Práticas Baseadas em Evidências, Transtorno do Espectro do Autismo.

References


BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Especial. Marcos político-legais da Educação Especial na perspectiva da educação inclusiva. Brasília, DF, 2010. Disponível em: http://pfdc.pgr.mpf.mp.br/atuacao-e-conteudos-de-apoio/publicacoes/educacao/marcos-politico-legais.pdf. Disponível em: 18 de mar. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Especial. Política Nacional de Educação Especial na perspectiva da Educação Inclusiva. Brasília: MEC/SEESP, 2008.

CORDINGLEY, Philippa. Professores usando evidências: utilizar o que sabemos sobre ensino e aprendizagem para reconceituar a prática baseada em evidências. In: GARY, Thomas; PRING, Richard. Educação baseada em evidências: a utilização dos achados científicos para a qualificação da prática pedagógica. Porto Alegre: Artmed, 2007.

GIL, A. Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. - São Paulo : Atlas, 2008.

LAVILLE, Christian. A construção do saber: manual de metodologia da pesquisa em ciências humanas. Tradução Heloisa Monteiro e Francisco Settineri. Porto Alegre : Artmed; Belo Horizonte: Editora UFMQ, 1999.

LORD, C., BRUGHA, T.S., CHARMAN, T. et al. Autism spectrum disorder. Nat Rev Dis Primers 6, 5 (2020). https://doi.org/10.1038/s41572-019-0138-4

MISSOURI AUTISM GUIDELINES INITIATIVE. Autism Spectrum Disorders: Guide to Evidence-based Interventions, 2012. Disponível em: https://autismguidelines.dmh.mo.gov/documents/Interventions.pdf. Acesso em: 05 jul. 2020.

NATIONAL AUTISM CENTER, (2015). Evidence-based practice and autism in the schools (2nd ed.). Randolph, MA: Author.

NUNES, Débora R. P.; SCHMIDT, Carlo. Educação Especial e Autismo: das práticas baseadas em evidências à escola. Cad. Pesqui., São Paulo, v. 49, n. 173, p. 84-103, set. 2019. Disponível em:. Acesso em: 05 abr. 2020. https://doi.org/10.1590/198053145494.

OLIVERT, Damian P.: No Child Left Behind Act. Text, Interpretation and Changes. Nova Science Publishers, New York, 2007

ORSATI, Fernanda Teixeira et al. Práticas para sala de aula baseadas em evidências. São Paulo: Memnon , 2015.

WONG, C., ODOM, S. L., HUME, K. A., COX, A. W., FETTIG, A., KUCHARCZYK, S., et al. SCHULTZ, T. R. (2015). Evidence-Based Practices for Children, Youth, and Young Adults with Autism Spectrum Disorder: A Comprehensive Review. Journal of Autism and Developmental Disorders, 45(7), 1951–1966




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n1-374

Refbacks

  • There are currently no refbacks.