A percepção de profissionais da educação e discentes do ensino médio acerca da implementação da disciplina de primeiros socorros no ensino básico / The perception of education professionals and high school discents about the implementation of the first aid discipline in basic education

Thais Mara da Silva, Ariadna Esteve da Silva, Inacia Natali Ramos de Sousa, Vitória de Oliveira Lima, Igor Cordeiro Mendes

Abstract


INTRODUÇÃO: Garantir o ensino de primeiros socorros assegura uma melhor assistência em emergências. Para isso, a população de ambiente escolar médio é uma parcela importante para propagar esse conhecimento, levando em conta os benefícios para os discentes de nível médio e expandindo as áreas de extensão dos graduandos de enfermagem ministrantes da disciplina a ser implementada. Partindo desse pressuposto,  na percepção de profissionais da educação e discentes do ensino médio, qual a importância da implementação da disciplina de primeiros socorros no ensino básico? estar capacitado a exercer os primeiros socorros é importante não só para o estudante, mas também para todas as pessoas que nos rodeiam, “Ciclo social”. Dessa forma, a implementação da disciplina de primeiros socorros contribuiria na formação pessoal dos alunos de forma que os mesmos consigam agir diante de ocorrências súbitas que possam afetar seu cotidiano independentemente do local; no que se refere a contribuição profissional a implementação conduziria a benefícios extracurriculares e despertando o interesse com relação a interdisciplinaridade das profissões pertencentes a área da saúde e as demais.  OBJETIVOS:  analisar na percepção de profissionais da educação e discentes do ensino médio, qual a importância da implementação da disciplina de primeiros socorros no ensino básico. MÉTODOS: Esse estudo consiste na utilização do método exploratório e quantitativo, partindo de uma pesquisa experimental, que tem como finalidade avaliar o percentual  de aceitação sobre o assunto, analisando o possível impacto e seus benefícios ao público exposto e traçar um “padrão”  de projeto de expansão de conhecimento visando abordar a extensão como foco e princípio básico dos discentes de nível superior do curso de enfermagem com uma comunicação entre estes e o público alvo.  foi aplicada uma pesquisa com os diretores e alunos de duas instituições de ensino médio de Quixadá-CE totalizando 46 voluntários de pesquisa onde eles não tiveram nenhum dado pessoal exposto além de suas críticas e opiniões. RESULTADOS E DISCURSÕES:  foram obtidos resultados positivos em todas as etapas da pesquisa direcionadas tanto aos 44 alunos de ambas as instituições como dos 2 diretores delas; nos mostrando a aceitação da possibilidade apresentada. CONCLUSÃO: A pesquisa de educação como forma de promoção de saúde oferecida neste projeto possibilita alcançar, por um lado, a capacitação do público no ensino de primeiros socorros, e, por outro, fortalece o campo educacional dos discentes ministrantes, tornando o conhecimento discutido ao longo do projeto um aprendizado mútuo. Também permite a descontinuidade das possibilidades existentes dos primeiros socorros estar atrelado de forma única aos discentes e docentes da área da saúde, mostrando e lecionando a sua interdisciplinaridade independente a área  profissional de interesse a ser cursado dos indivíduos : foi compreendida e aceita pelos participantes da pesquisa a necessidade de focar nos primeiros socorros como uma disciplina interdisciplinar com expansão de conhecimento dos graduandos de enfermagem aos educandos do ensino médio de forma que os mesmos expressaram seu contentamento e positividade diante da possibilidade apresentada.

 


Keywords


Expansão, Interdisciplinaridade, Conhecimento.

References


FILHO, A. R. et al. A Importância do Treinamento de Primeiros Socorros no Trabalho. Revista Saberes, Rolim de Moura, v. 3, n. 2, p. 114-125, jul./dez. 2015.

NOVAES, J.G. et al. Manual de Primeiros Socorros Para Educação Física.

Sprint, Rio de Janeiro, p. 169. 1994.

PEIXOTO, A. M. et al. A Importância da Disciplina de Primeiros Socorros no Âmbito Escolar.

V Conedu, Paraíba, p. 01. 2006.

OLIVEIRA, B. F. M.; PAROLIN, M. K. F.; TEIXEIRA JR., E.V. Trauma Atendimento Pré Hospitalar. São Paulo: Atheneu, 2004.

Mesquita T M, Albuquerque RS, Bonfim AMA, Sales MLH, Santana MCCP, Ferreira AMV. Recurso educativo em primeiros socorros no processo ensino-aprendizagem em crianças de uma escola pública. Rev Ciência Plural 2017;3(1):35-50.

Silva AS, Soares AAS, Lima LCD. Primeiros socorros no ambiente escolar: uma ação interdisciplinar. Rev Formare PARFOR 2016;1(4):99-102

LOMBA, M.; LOMBA, A. Emergências e Atendimentos Pré-Hospitalares. v. 3, Olinda: Objetivo Saúde, 2006.

Coelho, JPSL. Ensino de primeiro socorros nas escolas e sua eficácia. Rev Cient ITPAC 2015;8(1).

Rosa RS, Sanches GJC, Gomes ICR, Silva MLM, Duarte ACS, Boery RNSO. Estratégias baseadas em metodologias ativas no ensino aprendizagem de primeiros socorros: relato de experiência. Rev Enferm 2017;2(11):798-803.

Gemignani EYMY. Formação de professores e metodologias ativas de ensino-aprendizagem: ensinar para a compreensão. Rev Fronteiras da Educação 2012;2(1):1-27.

Neto NMG, Caetano JA, Barros LM, Silva TM, Vasconcelos EMR. Primeiros socorros na escola: construção e validação da cartilha educativa para professores. Acta Paul Enferm 2017;30(1):87-93.

Pergola AM, Araújo IEM. O leigo e o suporte básico de vida. Rev Esc Enferm USP 2008;43(2):335-42.

Mota LL. Instrumento educativo para escolares sobre temas de atenção às urgências na perspectiva dos profissionais do serviço de atendimento móvel de urgência [dissertação]. Florianópolis: UFSC; 2013.

SILVA, D. B. Manual de primeiros socorros. Minas Gerais: Alfenas, 2007. Disponível em: . Acesso em: 17 nov. 2013.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n1-310

Refbacks

  • There are currently no refbacks.