Autopercepção das gestantes sobre a importância da prática de exercícios físicos na gestação / Self-perception of pregnant women about the importance of physical exercise in pregnancy

Dirce Rodrigues Caixeta, Sara de Abreu Martins, Sergio da Cunha Neves Junior

Abstract


A prática regular de exercícios físicos preserva e melhora a saúde da população podendo trazer vários benefícios durante a gestação. Analisou-se a autopercepção das gestantes sobre a prática de exercícios físicos durante a gravidez por meio de questionário respondido por 30 gestantes. Os resultados apontam que 29 das 30 gestantes entendem a importância da prática de exercícios físicos durante a gravidez, porem apenas 15 delas a praticam regularmente, sendo a caminhada a prática mais frequente. Apesar da compreensão demonstrada pelas gestantes sobre a importância do exercício físico, a falta de aconselhamento e informação por parte dos profissionais da saúde geram a insegurança para a aderência de tais práticas durante a gestação, sendo necessária a exploração do tema pelos respectivos profissionais.

 


Keywords


gravidez, exercício físico, saúde, prescrição.

References


ABU, M.A. et al. Do exercises improve back pain in pregnancy? Hormone Molecular Biology and Clinical Investigation, v.32, n.3, 2017.

ACOG - American College of Obstetricians and Gynecologists. Physical activity and exercise during pregnancy and the postpartum period. Exercise during pregnancy and the postpartum period. Committee Opinion n. 804; v.135, n.4, p.178-188, 2020.

ACSM - American College of Sports Medicine: Diretrizes do ACMS para os Testes de Esforço e sua Prescrição, 10ª Ed., Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2018. Cap.7, p.183-212.

BATISTA, D.C. et al. Atividade física e gestação: saúde da gestante não atleta e crescimento fetal. Revista Brasileira de Saúde Materno Infantil, v.3, n.2, p.151-158, 2003.

BERGHELLA, V.; SACCONE, G. Exercise in pregnancy! American Journal of Obstetrics & Ginecology, Edi, 21.02.2017.

CARVALHO, Y.B.R.; CAROMANO, F.A. Aterações morfofisiológicas relacionadas com lombalgia gestacional. Arquivos de Ciências da Saúde da Unipar, v.5, n.3, p.267-272, 2001.

COSTA, E.S. et al. Alterações fisiológicas na percepção de mulheres durante a gestação. Revista da Rede de Enfermagem do Nordeste, v.11, n.2, p.86-93, 2010.

DAVENPORT, M.H. et al. Impact of prenatal exercise on neonatal and childhood outcomes: a systematic review and meta-analysis. British Journal Sports Medicine, v.52, p.1386–1396, 2018.

Bø, K. et al. Exercise and pregnancy in recreational and elite athletes: 2016 evidence summary from the IOC expert group meeting, Lausanne. Part 1—exercise in women planning pregnancy and those who are pregnant. British Journal of Sports Medicine, v.50, p.571-589, 2016.

GOMES, D.O; COSTA, G.M.T. Exercício físico na gravidez. Revista de Educação do IDEAU, v.8, n.18, p.1-12, 2013.

HARTMANN, S; BUNG, P. Physical exercise pregnancy - physiological considerations and recommendations. Journal of Perinatal Medicine, v.27, n.3, p.204-215, 1999.

KLEIN, S.M.M; GUEDES, C.R. Intervenção psicológica a gestantes: Contribuições do grupo de suporte para a promoção da saúde. Psicologia, Ciência e Profissão, v.28, n.4, p.862-871, 2008.

LADEWIG, P. A. W.; LONDON, M. L.; DAVIDSON, M. R. Enfermagem Materno-Recém-nascida Contemporânea, 6ª ed, Pearson, 2006. Cap.10, p. 204-207.

LEITÃO, M.B. et al. Posicionamento oficial da sociedade brasileira de medicina do esporte: atividade física e saúde na mulher. Revista Brasileira de Medicina do Esporte, v.6, n.6, 2000.

LIMA, F.R.; OLIVEIRA, N. Gravidez e exercício. Revista Brasileira de Reumatologia, v.45, n.3, p.188-190, 2005.

MEAH, V.L.; DAVIES, G.A.; DAVENPORT, M.H. Why can't I exercise during pregnancy? Time to revisit medical 'absolute' and 'relative' contraindications: systematic review of evidence of harm and a call to action. British Journal of Sports Medicine, v.54, n.23, p.1395-1404, 2020.

NASCIMENTO, S.L. et al. Recomendações para a prática de exercício físico na gravidez: uma revisão crítica da literatura. Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia, v.36, n.9, p.423-431, 2014.

ORGANIZAÇÃO PAN-AMERICANA DA SAÚDE; ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE. Declaração da OMS sobre Taxas de Cesáreas. Brasília: OPAS/OMS, 2015.

SANTOS, S.C, VESPASIANO, B.S. Exercício físico na gestação. Revista Científica Eletrônica de Ciências da FAIT, 4ª ed, Maio, 2014.

SILVEIRA, L.C.; SEGRE, C.A.M. Exercício físico durante a gestação e sua influência no tipo de parto. Einstein, v.10, n.4, p. 409-414, 2012.

STUMM, B.F. Exercício físico na gestação. Monografia. Curso de Educação Física da Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Santa Rosa, 39 p., 2013.

SURITA, F.G.; NASCIMENTO, S.L.; SILVA, J.L.P. Exercício físico e gestação. Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia, v.36, n.12, p.531-534, 2014.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n1-308

Refbacks

  • There are currently no refbacks.