Técnica de Microagulhamento no tratamento de estrias: uma revisão de literatura / Microneedling technique in the treatment of stretch marks: a literature review

Sandy Keren Dias Queiroz, Gabriela de Souza Canata Rodrigues, Marta Helena Souza De Conti

Abstract


Introdução: Estrias são definidas como alterações cutâneas que ocorrem devido ao rompimento das fibras colágenas e elásticas da camada dérmica da pele. Sua origem é multifatorial e se desenvolve com maior incidência no sexo feminino. A técnica de microagulhamento é uma alternativa de tratamento eficaz que visa melhorar o aspecto das estrias e produz resultados promissores. Consiste em um rolo com microagulhas que variam de tamanho entre 0,20 a 3,0 milímetros e provocam microlesões que desencadeiam reações no sistema tegumentar e, consequentemente, promovem a estimulação de colágeno, elastina e outras substâncias presentes no tecido. Objetivo: Realizar uma revisão de literatura sobre a técnica de microagulhamento em estrias. Materiais e Métodos: Efetuar uma revisão de literatura integrativa nas bases de dados MEDLINE, LILACS e as bibliotecas eletrônicas PubMed, SciELO, certificados pela Base de dados DECs (Descritores em Ciências da Saúde): microagulhamento, estrias, mulher e suas correspondentes em inglês:  microneedling, stretch marks, woman. O operador boleado utilizado foi “AND”. Resultados: Após a busca, encontrou-se 128 estudos, 104 foram excluídos pelos critérios de exclusão, 23 artigos preencheram os critérios de inclusão e desses, 8 foram excluídos por serem revisão de literatura, 4 estavam repetidos e 9 foram utilizados. Este estudo foi realizado com artigos na íntegra. Conclusão: O microagulhamento apresenta resultados satisfatórios na resposta clínica e histológica, além de ser uma técnica simples, de baixo custo e segura.  No entanto, a literatura ainda traz poucos estudos e se faz necessária mais pesquisas, com padronização de protocolo para aprimorar o tratamento.


Keywords


Estrias, Cicatriz Atrófica, Fisioterapia Dermatofuncional, Indução Percutânea De Colágeno, Microagulhamento.

References


AGAMIA, N. F.; EMBABY, M.H.; EL-SHEIKH, D.S. Comparative study between microneedling alone and microneedling combined with platelet-rich plasma in the treatment of striae distensae using clinical and histopathological assessment. Journal of the Egyptian Women’s Dermatologic Society, Alexandria, Egypt, v. 13, n. 3, p. 187-193, set. 2016. DOI: 10.1097/01.EWX.0000481052.82255.e4.

AGNE, Jones Eduardo. Eletrotermofototerapia. 1 ed. Santa Maria, RS: O Autor, 2013.

ALSTER, T. S.; LI, M. K. Microneedling Treatment of Striae Distensae in Light and Dark Skin With Long-Term Follow-Up. American Society for Dermatologic Surgery, Washington, DC, v. 46, n. 4, p. 459-464, 2019. DOI: 10.1097/DSS.0000000000002081

AUST, M.C. et al. Percutaneous collagen induction therapy: an alternative treatment for scars, wrinkles, and skin laxity. Plastic and Reconstructive Surgery. v. 121, n. 4, p: 1421-9, abr. 2008. DOI: 10.1097/01.prs.0000304612.72899.02.

AUST, M.C.; KNOBLOCH, K.; VOGT, P.M. Percutaneous collagen induction therapy as a novel therapeutic option for striae distensae. Plastic and Reconstructive Surgery, Hannover, Germany, v. 126, n. 4, p. 219-20, out. 2010. DOI: 10.1097/PRS.0b013e3181ea93da.

BALDIM, L. Z. et al. Tratamento de estrias nacaradas com microagulhamento associado à vitamina c e ácido ferúlico. Universidade Vale do Rio Verde. Minas Gerais, 2018.

BRAIT, D. C. et al. Microneedling associated to growth factors and ascorbic acid in the treatment of cellulite, striae distensae and skin laxity in the gluteal region. Fisioterapia Brasil, São Paulo, v. 19, n. 1, p. 80 - 88, mar. 2018. ISSN 2526-9747.

BORGES, Fábio dos Santos; SCORZA, Flávia Acedo. Terapêutica em estética - conceitos e técnicas. 1. ed. São Paulo: Phorte, 2016.

BORGES, Fábio dos Santos; SCORZA, Flavia Acedo; JAHARA, Rodrigo Soliva. Modalidades terapêuticas nas disfunções estéticas. São Paulo: Phortes, 2010.

CACHAFEIRO, T. H. Comparação entre laser erbium fracionado não abativo 1340 nm e microagulhamento para cicatrizes atróficas de acne: ensaio clínico randomizado. Dissertação (Mestrado em Ciências Cirúrgicas) – Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2015.

CARNEIRO, P. F. C.; SANTIS, S. A. C. Os principais procedimentos estéticos utilizados no tratamento das estrias. 2017.

CASABONA, G.; MARCHESE, P. Calcium hydroxylapatite combined with microneedling and ascorbic acid is effective for treating stretch marks. Plast Reconstr Surg Glob Open, São Paulo, SP, v. 5, n.9, p. 1474, set. 2017. DOI: 10.1097/GOX.0000000000001474.

COHEN, B.E.; ELBULUK, N. Microneedling in skin of color: A review of uses and efficacy. J Am Acad Dermatol, v. 74, n. 2, p: 348-55, fev. 2016. DOI: 10.1016/j.jaad.2015.09.024.

CORRÊA, A. K.; LIMA, L. Levantamento teórico de tratamentos terapêuticos em estrias: microgalvanopuntura e ácido glicólico. Belém, 2014.

DANTAS, J. B. Um ensaio sobre o culto ao corpo na contemporaneidade. Estud. Pesqui. Psicol., Rio de Janeiro, v. 11, n. 3, p. 898-912, dez. 2011.

DEEPALI, B. Collagen induction therapy with dermaroller. Community Based Medical Journal, v. 1, n. 1, p: 35-37, jan. 2012. DOI: 10.3329/cbmj.v1i1.13854

DODDABALLAPUR, S. Microneedling with Dermaroller. J Cutan Aesthet Surg, v. 2, n. 2, p: 110–111, jul-dez, 2009. DOI: 10.4103/0974-2077.58529.

FERNANDES, F. A. C. Acupuntura estética prática e objetiva. São Paulo: Ícone, 2015, 1ª edição.

GUIRRO, E.; GUIRRO, R. Fisioterapia Dermato-Funcional: fundamentos, recursos e patologias. São Paulo: Manole, 2002.

GUIRRO E., GUIRRO R. Fisioterapia dermato-funcional. 3. ed. revisada e ampliada São Paulo: Manole; 2004

KALIL, C. et al. Microneedling: a case series associated with drug delivery. Surgical & Cosmetic Dermatology. Porto Alegre, RS, v. 9, n. 1, p. 96-99, fev. 2017. DOI: 10.5935/scd1984-8773.201791862.

KHATER, M.H.; KHATTAB, F.M.; ABDELHALEEM, M.R. Treatment of striae distensae with needling therapy versus CO2 fractional laser, Journal of Cosmetic and Laser Therapy, Zagazig, Egypt, v. 18, n. 2, p. 75-79, jan. 2016. DOI: 10.3109/14764172.2015.1063665.

KEDE, M.P.V.; SABATOVICH, O. Dermatologia estética. São Paulo: Atheneu, 2004.

KOCHAN, I. P.; MILLMAN R. Carboxiterapia no tratamento de atrofia linear cutânea. Biocursos, 2017.

LIMA, A. A.; SOUZA, T. H.; GRIGNOLI, L. C. E. The benefits of microneedling in the treatment of aesthetic dysfunction. Revista Científica da FHO. UNIARARAS, Araras, SP, v. 3, n. 1, 2015.

MATOS, M. C. O. O uso do microagulhamento no tratamento estético de cicatriz de acne. Faculdade do Rio de Janeiro, 2014.

MAZZELLA, C. et al. Confocal microscopy can assess the efficacy of combined microneedling and skinbooster for striae rubrae, Journal of Cosmetic and Laser Therapy, Nápoles, Itália, v. 21, n. 4, p. 213-216, ago. 2018: DOI: 10.1080/14764172.2018.1511913.

MELO, B. V.; CARVALHO, D. O.; FRANCO, W. C. T. Estudo do tratamento cutâneo de estrias pela técnica de microagulhamento. Centro Universitário São Lucas. Porto Velho, 2018.

MENDES, K. D. S.; SILVEIRA, R. C. P. C.; GALVÃO, C. M. Revisão Integrativa: Método de pesquisa para a incorporação de evidências na saúde e na Enfermagem. Texto Contexto - enferm. Florianópolis, SC, v. 17, n. 4, p. 758-764, Dec. 2008.

MONDO, S.K.P.; ROSAS, R.F. Efeito do corrente galvânica no tratamento das estrias atróficas. UNISUL. Santa Catarina, 2004.

NAIR, P.A.; ARORA, T.H. Microneedling using dermaroller a means of collagen induction therapy. Gujarat Medical Journal, v. 69, n. 1, p: 24-7, 2014.

NASPOLINI, A. P. et al. Efficacy of microneedling versus fractional non-ablative laser to treat striae alba: a randomized study. American Journal of Clinical Dermatology, Porto Alegre, Brazil, v. 20, p. 277-287, jan. 2019. DOI: 10.1080/14764172.2018.1511913.

NEGRÃO, M.M.C. Microagulhamento: bases fisiológicas e práticas. São Paulo: CR8 Editora, 2015.

OLIVEIRA, I. M.; PEREIRA, H. M. F. O microagulhamento associado ao peeling químico no tratamento de estrias corporais. Centro Universitário de Maringá, 2017.

PARK, K. Y. et al. Treatment of striae distensae using needling therapy: a pilot study. Dermatologic surgery, Seoul, South Korea, v. 38, n. 11, p. 1823-1828, nov. 2012. DOI: 10.1111/j.1524-4725.2012.02552.x.

PERNA, L. R. P. et al. Treatment of stretch marks with use of percutaneous collagen induction therapy – Review. Revista inspirar. Ed. 19, n. 4, Out/ Nov/ Dec. 2019.

PETROSKI, E. L.; PELEGRINI, A.; GLANER, M. F. Motivos e prevalência de insatisfação com a imagem em adolescentes. Ciência & Saúde Coletiva. Rio de Janeiro, v.17, n.4, p.1071-1077, abr. 2012. DOI: 10.1590/S1413-81232012000400028.

REVISTA TERRA E CULTURA: CADERNOS DE ENSINO E PESQUISA. Londrina: 1985-. ISSN 0104-8112.

REZENDE, P. P.; PINHEIRO, N. M.; MENDONÇA, A. C. Recursos terapêuticos para tratamento de estrias de distensão: uma revisão sistemática. JCBS, Uberaba, MG, v. 1, n. 3, p. 59-67, fev. 2016.

RIBEIRO, C. Cosmetologia aplicada à dermoestética. 2. ed. São Paulo: Pharmabooks, 2010.

SABBAG, P. K; OLIVEIRA, P. S.; LUBI, N. C. Estrias e suas abordagens terapêuticas: Revisão de Literatura. Universidade do Tuiuti, 2013.

SANTOS, A. B. R. et al. Microneedling and its application in aesthetics. Revista Brasileira Interdisciplinar de Saúde, Brasília, DF, v.2, n. 3, p. 72-76, 2020.

SILVA, M. L. R.; SILVA, V. G.; ROSA, P. V. Analysis of effects of microgalvanopuncture and microneedling in treatment of stretch marks. Revista Biomotriz, Porto Alegre, RS, v. 11, n.1, p. 49-63, abr. 2017.

SILVA, M. G. Uso estético do microagulhamento no tratamento de estrias rubras e albas. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Laureate international universities. Rio de Janeiro, 2017.

SINGH, A.; YADAV, S. Microneedling: Advances and widening horizons. Indian Dermatol Online Journal, New Delhi, India, v.7, p. 244-54, set. 2016. DOI: 10.4103/2229-5178.185468.

SOLIMAN, M. et al. Efficacy of fractional carbon dioxide laser versus microneedling in the treatment of striae distensae. Journal of Cosmetic and Laser Therapy, Cairo, Egypt, v. 21, n. 5, p. 270-277, out. 2018. DOI: 10.1080/14764172.2018.1525749.

SOUZA, V. M.; ANTUNES J.D. Ativos Dermatológicos: dermocosméticos e nutracêuticos. São Paulo: Pharmabooks; 2013.

TIZATTO, V.F.; CARRER. T, SCHUSTER, R.C. Efeitos da terapia por indução de colágeno na qualidade de cicatrizes de queimaduras – Relato de caso. RevBras Queimaduras, v. 14, n.1, p: 49-53, 2015.

WHITE, P. A. S. et al. Efeitos da galvanopuntura no tratamento das estrias atróficas. Brazilian Journal of Physical Therapy, v. 10, n. 2, p. 591-592, 2006.

ZANNA, N. Manual and electronic microneedling: treatment outcomes and protocols. Journal of AESTHETIC NURSING, Buckinghamshire, UK, v. 5, n. 8, p. 382-387, out. 2016.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n1-304

Refbacks

  • There are currently no refbacks.