Programa USP recicla e os agentes petianos por um bem comum: exercício da conscientização, atitudes e cidadania por um ambiente sustentável/ USP program recycles and petians agents for a common good: exercise of awareness, attitudes and citizenship for a sustainable environment

Gabriel Querobim Sant’Anna, Lívia Clara da Silva, Lais Caroline da Silva Coneglian, Raquel Molina Sanches, Esther Belotti do Nascimento, Ricardo Zappalá Santos, Carolina Ruis Ferrari, Bárbara Teodoro Nobrega, Laura Amantini Masson, Kaique Alberto Preto, Gabriela Utrago Carneiro, Laura Bertin, Yasmin Gabrielly Miranda da Cunha, Elizabeth Marques Aguiar, Ana Carolina Magalhães, Linda Wang

Abstract


A Semana Integrada do Meio Ambiente de Bauru (SIMAB) (https://sites.bauru.sp.gov.br/simab/projeto.aspx) é um evento que ocorre anualmente na cidade, durante a 1ª semana do mês de junho, envolvendo Instituições públicas e privadas, que contribui diretamente e/ou indiretamente na promoção de atividades envolvendo o tema “meio ambiente”. A USP de Bauru é uma das instituições parceiras do projeto, atuando dentro do campus através de eventos temáticos, com o objetivo de conscientizar sobre responsabilidade socioambiental. Durante essa semana, temos a distribuição de compostos orgânicos (https://www.mma.gov.br/informma/item/7594-compostagem), produzidos pela própria instituição, por meio da compostagem do lixo orgânico (restos de preparo de alimentos e podas/folhas de varrição) recolhido pela mesma. Também realizamos a Campanha “Diga Não Ao Desperdício” no Restaurante Universitário do Campus USP Bauru, na qual é feita a pesagem das sobras das bandejas dos usuários, visando avaliar a quantidade de alimentos desperdiçados e levantar dados sobre desperdício dentro da instituição que ajudem a estabelecer estratégias de incentivo ao consumo consciente. Além disso, promovemos a Feira de Trocas (BURSZTYN; BURSZTYN, 2012), que visa encorajar o consumo a partir da reutilização de materiais, de forma descontraída para cativar o público e buscar adesão da comunidade interna e externa. Durante estes três eventos, o grupo PET Odontologia tem participação direta, atuando na promoção de informação e conscientização acerca da adoção de atitudes sustentáveis, voltadas à comunidade do Campus de Bauru, o que mostrou produtivo no desenvolvimento de competências éticas e atitudinais dos estudantes. O objetivo do trabalho é a implementação de ações educativas, reflexivas e resolutivas pautadas nos 3 Rs (reduzir, reutilizar e reciclar), além de contribuir com discussões acerca da necessidade de incorporação de valores socioambientais e boas práticas ambientais no cotidiano, dentro do que está ao nosso alcance como indivíduo, por vezes negligenciadas na rotina estudantil.


Keywords


Evento, Informação, Meio Ambiente, Preservação;,Sustentabilidade.

References


ALBUQUERQUE, J. L. (Org.). Gestão ambiental e responsabilidade social: conceitos, ferramentas e aplicações. 1. ed. São Paulo: Atlas, 2009.

BURSZTYN, M. A.; BURSZTYN, M. Fundamentos de política e gestão ambiental: caminhos para a sustentabilidade. Rio de Janeiro: Garamond, 2012.

CARVALHO, ICM. Em direção ao mundo da vida: interdisciplinaridade e educação ambiental / Conceitos para se fazer educação ambiental. Brasília: IPÊ – Instituto de Pesquisas Ecológicas, 1998. 102p.

GUIMARÃES, M. Por uma educação ambiental crítica na sociedade atual. Revista Margens Interdisciplinar, v. 7, n. 9, p. 11-22, 2016.

MAYOR, F. Preparar um futuro viável: ensino superior e desenvolvimento sustentável. In: Conferência mundial sobre o ensino superior. Tendências de educação superior para o século XXI. Anais. Paris: 1998.

MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE. Compostagem. mma.gov.br, [s.d.] Disponível em: . Acesso em: 12 de mar. de 2020.

PICCOLI, A. S. et al. A educação ambiental como estratégia de mobilização social para o enfrentamento da escassez de água. Ciência e saúde coletiva, Rio de Janeiro, v. 21, n. 3, p. 797-808, 2016.

POTT, C.M.; ESTRELA, C.C. Histórico ambiental: desastres ambientais e o despertar de um novo pensamento, Estud. v. 31, n. 89, p. 271-283, 2017.

SIMAB - Semana Integrada do Meio ambiente Bauru: O projeto. Secretaria Municipal do Meio Ambiente, Bauru, [s.d.], Disponível em: . Acesso em: 12 de mar. de 2020.

SORRENTINO, M. De Tbilisi a Tessaloniki, a educação ambiental no Brasil. In: JACOBI, P. et al. (orgs.) Educação, meio ambiente e cidadania: reflexões e experiências. São Paulo: SMA, p. 27-32, 1998.

TAUCHEN, J; BRANDLI, L.L. A gestão ambiental em instituições de ensino superior: modelo para a implantação em campus universitário. Gest. Prod. [online]. RS, Brasil. v. 13, n. 3, p. 503-515, 2006.

ZITZKE, V. A. Educação Ambiental e Eco desenvolvimento. Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental. v. 9, p. 175-188, 2002.

GONÇALVES, R. Uma discussão da sustentabilidade e inovação como variáveis para o crescimento e desenvolvimento econômico sustentável. Brazilian Journal of Development, Curitiba, v. 2, n. 1, p. 16-27, jan./jun. 2016.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n1-303

Refbacks

  • There are currently no refbacks.